Sobre a valorização da vida · 26/11/2021 - 16h21

Valorização da Vida: escola discute impactos das redes sociais na pandemia


Compartilhar Tweet 1



Nunca foi tão urgente falar sobre a valorização da vida como tem sido nesses últimos anos. Com a pandemia e o distanciamento social, a saúde mental tem sido um tema bastante discutido. Por isso, nesta sexta-feira (26), o Centro Estadual de Tempo Integral (Ceti) Moaci Madeira Campos realizou o Projeto Valorização da Vida: os impactos das redes sociais, para mostrar como as redes sociais têm impactado a vida das pessoas e podem ser utilizadas como meio de promoção para a Valorização da Vida.  

Para Verbena Roque, coordenadora pedagógica da escola, neste período pandêmico o uso das mídias sociais passou a ser feito com maior intensidade. "Em decorrência desse elevado nível de exposição às mais diversas formas de notícias, os perigos do cyberbullying, o marketing de empresas e os diversos tutoriais, passou-se a exigir uma atenção redobrada, uma vez que podem elevar o risco de depressão e suicídio em jovens. Por meio deste projeto conseguimos dialogar sobre os impactos causados e estimular uma convivência respeitosa e participativa, utilizando recursos da linguagem poética", explica.

Durante a preparação para o projeto, os estudantes realizaram pesquisas sobre a influência positiva e negativa das redes sociais na vida das pessoas e produziram um quadro demonstrativo desses impactos. "Hoje eles nos apresentaram o resultado dessa pesquisa, com animações e apresentações culturais para incentivar a valorização da vida", disse a professora de Química e de Componente Eletivo (Iniciação Científica), Marluce Amarante. 

Além das pesquisas, os alunos participantes assistiram filmes e responderam um questionário para compartilhar cinco alternativas que poderiam ajudar a combater o cyberbullying. "Eles construíram ainda um informativo de reconhecimento de combate ao cyberbullying para disponibilizar nas redes sociais da escola e criaram uma campanha de conscientização sobre a Internet Segura com o uso de celulares, informando sobre os cuidados com as redes sociais", disse Marluce.

 

 

 

 


Fonte: SEDUC PI

Comentários