Lançamento acontece sexta · 08/11/2018 - 15h27

Teresina lança novo Currículo para Rede Municipal de Ensino


Compartilhar Tweet 1



Com a homologação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) em dezembro de 2017, documento normativo que define o conjunto de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo da educação básica, o município de Teresina reafirma o compromisso de promover uma educação integral, adequando seu currículo para garantir a equidade e a qualidade na Rede Municipal de Educação.

    Foto: Ascom/Semec

E nesta sexta-feira (09/11), acontecerá o lançamento do Currículo de Teresina, à luz da Nova Base Nacional Comum Curricular, no auditório da Justiça Federal, localizado na Av. Miguel Rosa, 7315, Redenção, a partir 9h.

Na ocasião, será realizada palestra com o tema: ‘Os Sucessos da Educação Municipal de Teresina e os novos desafios’, que será proferida pelo professor doutor Chico Soares, membro do Conselho Nacional de Educação de 2012/2014.

Desde o mês de março professores, diretores, coordenadores pedagógicos e técnicos da Rede estiveram imersos em grupos de trabalhos discutindo as modificações necessárias para cada componente do currículo. A atualização do documento é importante para definir o que será ensinado aos alunos do Ensino Fundamental em todo o Brasil.

De acordo com a secretária executiva de Ensino da Secretaria Municipal de Educação, Irene Lustosa, a construção coletiva e democrática do Currículo de Teresina garantiu uma reflexão exatamente como a cidade quer que seus estudantes aprendam.

“Foi bastante importante a participação e opinião de todos. Agora temos um documento coletivo, dentro da realidade de Teresina e com visão estratégica para os anos seguintes. O currículo foi feito de acordo com a BNCC, que está reformulado para também atender uma formação humana integral e com a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva. Teresina é a segunda cidade a realizar o lançamento ”, destaca.

“A atualização da base curricular de acordo com o documento nacional não é apenas uma exigência legal, acreditamos que essa reformulação irá ajudar com as formações, com o acompanhamento e avaliação de desempenho. O grande destaque dessa reforma é dar ao ensino valores de vida  e a mesma importância que damos ao conteúdo científico”, concluiu Kleber Montezuma, secretário Municipal de Educação.


Fonte: AsCom/ Prefeitura

Comentários