Em sete bairros da capital · 07/12/2017 - 08h52

Teresina em Ação presta mais de 80 mil atendimentos em 2017


Compartilhar Tweet 1



Teresina contou com um grande reforço na prestação de serviços à população em 2017: o “Teresina em Ação”, evento realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). O projeto realizou, ao todo, 80.839 mil atendimentos em sete bairros de todas as zonas da capital.

O evento iniciou no mês de junho, no bairro Dirceu Arcoverde. Desde então, a cada mês, bairros das zonas Sul, Leste, Norte e Sudeste receberam, durante uma manhã de sábado, serviços de assistência social, emissão de documentos, saúde, educação, cultura, esporte e lazer. “Nós levamos mais de 90 serviços para servir a população. Nossa meta sempre foi atender regiões que são carentes desses serviços. E vamos continuar realizando essa grande ação em 2018”, garante Débora Ferraz, uma das organizadoras do evento.

A edição do bairro Renascença I, que encerrou o calendário de ações do projeto em 2017, registrou o recorde de prestação de serviços, com 15.723 mil atendimentos realizados. Mais do que a média geral do evento, que é de 11.500 atendimentos por ação. Somente entre a 1ª e a 6ª edição, por exemplo, houve um aumento de mais de 235% no número de moradores atendidos.

O secretário da Semcaspi, Samuel Silveira, ressalta que sair dos muros das repartições públicas e levar os serviços para mais perto da população é a grande conquista do Teresina em Ação. “Ver que as pessoas estão buscando os serviços da Prefeitura nos motiva muito. O Teresina em Ação é uma estratégia inovadora, eficaz e desburocratizada, que acolhe e integra a população mais necessitada desses serviços. E, tudo isso, dentro da própria comunidade, bem perto de casa”, afirma Samuel Silveira.

O Teresina em Ação contou com 410 colaboradores em 2017. Após cada edição, a coordenação do evento faz um balanço dos atendimentos, e também das sugestões dadas por moradores de novos serviços e demandas. Em 2018, o projeto está previsto para acontecer em todas as zonas da capital. Já em janeiro, a zona Leste deve ser contemplada.

    Foto: AsCom

 


Fonte: Semcom

Comentários