Pedem ajuda financeira · 04/10/2019 - 11h00

Secretaria apura consumo de bebidas alcoólicas em abrigos de venezuelanos em Teresina


Compartilhar Tweet 1



O secretário Samuel Silveira, da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Politicas Integradas (Semcaspi) disse em entrevista à TV Clube que o órgão apura o uso de bebidas alcoólicas por venezuelanos nos abrigos de Teresina, comportamento que não será aceito. Caso se comprove, a prefeitura vai avaliar a ajuda concedida às famílias.

    Reprodução TV Clube

Os venezuelanos refugiados em Teresina estão abrigado em dois locais na capital. Os primeiros chegaram há cerca de cinco meses no Piauí e apesar da assistência que receberam, ainda fazem apelo por ajuda financeira. 

A reportagem da TV Clube visitou os dois abrigos. Num deles, um venezuelano que chegou há dois meses no estado dorme em um cômodo que não está completamente coberto, mas agradece pelas condições que vive, que é melhor que no seu país de origem.

Quando os refugiados chegaram a Teresina, as doações não paravam de chegar, mas atualmente são mais escassas. Os venezuelanos pedem ajuda financeira para comprar roupas e pertences pessoais.

    Reprodução TV Clube

Nenhuma reforma foi realizada no centro social onde eles estão abrigados o bairro Poty Velho, ao todo, há cerca de 150 venezuelanos em Teresina.

O secretário municipal Samuel Silveira disse em entrevista à TV Clube que o Governo do Estado e o Federal não estão cumprindo com o acordo para auxílio às famílias. 

Ele afirmou que a Prefeitura de Teresina está cumprindo com a sua parte para assistência aos venezuelanos.

Muitos venezuelanos pedem esmolas nos semáforos de Teresina, inicialmente com crianças, mas a atitude foi impedida.


Comentários