-

Primeira Rodada de Negócios da ZPE Parnaíba atraiu 5 indústrias com projetos já em análise no CZPE

Com duas indústrias já implantadas e produzindo para os mercados nacional e internacional, a ZPE Parnaíba submeteu, neste dia 10 de agosto, mais cinco projetos industriais para a apreciação e aprovação do Conselho das Zonas de Processamento de Exportação, o CZPE, órgão da estrutura do Ministério da Economia, em Brasília. As novas indústrias em análise são resultados práticos da Primeira Rodada de Negócios da ZPE Parnaíba realizada no dia 14 de fevereiro deste ano, por ocasião da inauguração da ZPE com as presenças de investidores nacionais e internacionais.

Entrega de 5 projetos no CZPE
Entrega de 5 projetos no CZPE 

A entrega dos cinco primeiros projetos industriais após a inauguração, foi feita pelo presidente da Investe Piauí, Victor Hugo Saraiva, e pelo presidente da ZPE Parnaíba, Paulo Roberto Cardoso, aos coordenadores das áreas técnicas de análise de projetos da Secretaria Executiva do CZPE, Carolina Martins de Aragão e José Ribamar Vieira de Araújo Júnior.

O presidente da Investe Piauí, Victor Almeida, disse que essas cinco novas indústrias trazem uma expectativa de geração de mais de quatro mil empregos diretos, quando entrarem em funcionamento, mediante a aprovação do CZPE. A perspectiva, segundo ele, é que todos os meses sejam apresentados novos projetos para aprovação, em Brasília, uma vez que existem outras iniciativas já em fase de elaboração. “A ZPE já começa a atrair o interesse de muitas empresas”, comemorou Victor Hugo.

Paulo Cardoso, presidente da ZPE Parnaíba, explicou que os projetos apresentados cumpriram a primeira etapa de análise interna, por estarem dentro do perfil econômico previsto para a ZPE, quais sejam: empresas do ramo calçadista, processamento de pescados e afins; e de produção de máquinas, dentre outros. “Assim como estamos obtendo bons resultados da Primeira Rodada de Negócios da ZPE, esperamos obter, também, da Segunda Rodada de Negócios realizada neste último dia cinco de agosto, quando a Investe Piauí e a ZPE colocaram dezenas de empresários frente a frente com a superintendência do Banco do Nordeste no Piauí, e mais os gerentes das 20 agência deste mesmo banco no Estado”, previu Paulo Cardoso.

A ZPE E SUA INFRAESTRUTURA
A ZPE Parnaíba é uma subsidiária da Investe Piauí, um dos braços econômicos do governo do Estado, e tem como principal missão acolher em seu distrito industrial empresas industriais e prestadoras de serviços, independente ser serem exportadoras ou produtoras para o mercado nacional. Para as exportadoras, os incentivos são diferenciados e se pautam no Marco Legal das ZPEs no Brasil, que prevê a suspensão tributária por 20 anos, renovável por igual período.

O distrito industrial conta 300 hectares, dos quais 30 hectares se encontram urbanizados com energia de boa qualidade, estações próprias de abastecimento d’água e de coleta e tratamento de esgoto, pavimentação asfáltica, estacionamentos e pátios de manobras, armazéns, áreas de apoio administrativo e, principalmente, uma moderna Área de Despacho Aduaneiro (ADA) sob a responsabilidade da Receita Federal. A ADA está aparelhada para todas as operações de embaraço e desembaraço aduaneiro.

CONTEXTO GEOGRÁFICO DA ZPE PARNAÍBA
O contexto geográfico em que se encontra a ZPE Parnaíba é também dos mais favoráveis no Brasil com facilidades para o escoamento de produtos de alto valor agregado, pois conta com excelente malha rodoviária e distância razoável dos portos de Pecém, no Ceará, e Itaqui, no Maranhão, além de ter o seu próprio aeroporto internacional. A região é um polo educacional no Nordeste com grande oferta de mão de obra qualificada em níveis fundamental, técnico e superior. 

 

Fonte: Com informações da assessoria

Comentários