Áreas de 'ocupação recente' · 11/01/2019 - 11h52 | Última atualização em 11/01/2019 - 11h59

Prefeito Firmino Filho visita obras de escolas na Zona Leste em Teresina


Compartilhar Tweet 1



Acompanhado da esposa e deputada Lucy Soares e do secretário de Educação Kleber Montezuma, o prefeito de Teresina, Firmino Filho, visitou na manhã desta sexta-feira (11/01) uma creche já construída e as obras de uma escola de ensino fundamental, esta com 13 salas de aulas, ambas no Residencial Sigefredo Pacheco II, no Bairro do Vale do Gavião, na Zona Leste da capital.

Prefeito visita obras de construção de escola no Residencial Sigefredo Pacheco, no Vale do Gavião
Prefeito visita obras de construção de escola no Residencial Sigefredo Pacheco, no Vale do Gavião 

Ao 180, o prefeito Firmino comemorou o andamento das obras e disse que a rede de ensino público está se expandindo nas áreas, que ele chama de 'ocupação recente', como esta, no Vale do Gavião.

"Basicamente estamos expandido a rede de ensino nas áreas de ocupação recente. Estamos aqui no Vale do Gavião, temos duas creches construídas, Tom Jobim e Tia Fanny, estamos construído outra creche e uma escola de ensino fundamental", afirmou o gestor.

Creche construída no Vale do Gavião
Creche construída no Vale do Gavião 

A Prefeitura Municipal de Teresina já entregou para a comunidade a primeira escola de nível fundamental no Residencial, que é a Deoclécio Dantas, e o prefeito garante que até o final deste semestre irá entregar mais uma escola, esta contará com 13 salas de aula, com capacidade para 900 alunos.

Construção de escola do ensino fundamental no Vale do Gavião
Construção de escola do ensino fundamental no Vale do Gavião 

Segundo o prefeito, muitas das crianças da região estão sendo transportadas para estudar longe de suas moradias, e conclui que estas estruturas educacionais serão um ganho para todos os conjuntos que fazem parte do Vale do Gavião.

Fotos da visita na manhã desta sexta-feira (11/01).

Escolas com jornada de tempo integral
A experiência de sucesso com escolas da Prefeitura funcionando em jornada de tempo integral motivou a expansão do projeto para este ano. São 28 unidades de ensino funcionarão nessa modalidade, ampliando não só a permanência dos alunos na escola, mas a diversidade de disciplinas para uma formação mais completa.

O número de escolas de tempo integral passou de 10 para 16 no Ensino Fundamental. Mais dois Centros Municipais de Educação Infantil também passarão a funcionar com a jornada ampliada. Além disso, todas as turmas de berçário das novas creches funcionarão de forma integral, onde as crianças chegam pela manhã e saem ao final do dia.

De acordo com a secretária executiva de Ensino da Secretaria Municipal de Educação, Irene Lustosa, o projeto de expansão vem dos bons resultados comprovados pelas avaliações. “Os alunos ficam mais tempo na escola e participam de atividades que convergem para uma formação integral, trocando o tempo ocioso em casa por novas possibilidades de aprendizado. As mudanças são planejadas, acontecem de forma gradativa, tudo para que a jornada ampliada seja realmente eficaz para nossas crianças”, conclui.


Comentários