Caso gerou revolta · 15/01/2021 - 18h59 | Última atualização em 04/02/2021 - 10h44

'Preconceituoso e machista', desabafa Karla Berger após montagem com matéria do 180


Compartilhar Tweet 1



A secretária de Política Públicas para as Mulheres de Teresina e jornalista Karla Berger fez um desabafo nas redes sociais após ser vítima de uma montagem que se espalhou nas redes sociais.

Nesta quinta-feira (14/01) ela e a primeira-dama de Teresina, Samara Conceição, estiveram reunidas com a Associação de Prostitutas do Piauí (APROSPI) para discutir e entender as necessidades, projetos e políticas da associação.

O 180 postou uma matéria sobre a visita, mas alguém fez uma montagem com a legenda 'Equipe solicitou ajuda de profissionais para fuder com o povo em 2021', que não existe na matéria original.

A montagem foi publicada no perfil do Instagram do Corrupção Piauiense e logo começou a viralizar também no WhatsApp.

"Não poderia de forma alguma deixar passar... É um conteúdo preconceituoso, machista e misógino... Fez uma piada de muito mau gosto, piada não, eu sofri um preconceito, uma violência que se invisibiliza e tenta se justificar pela capa do humor. O que aconteceu foi uma violência de gênero, pois a intenção do ato era ridicularizar e depreciar a mim, a primeira-dama da cidade e as mulheres trabalhadoras do sexo que estavam participando da ação", comentou em vídeo.

Karla disse ainda que fez o registro da denúncia na Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC).

Veja o vídeo:

 


Comentários