Inscrições até 28/06 · 26/06/2018 - 14h22

Portal da Alegria é o primeiro conjunto habitacional a receber projeto de capacitação


Compartilhar Tweet 1



Ações que capacitam a população e dão oportunidade de geração de emprego e renda estão no foco das políticas públicas da Prefeitura de Teresina. Desta forma, a Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), vai realizar a capacitação e qualificação profissional dos moradores do Portal da Alegria VI-B, na zona Sul de Teresina, beneficiados pelo Programa Habitacional “Minha Casa, Minha Vida”. Ao todo, serão 190 vagas distribuídas em oito cursos.

A primeira atividade do projeto foi realizada, nessa segunda-feira (25/06), com a comunidade da Quadra Q, do condomínio Jose de Alencar. Na oportunidade os moradores puderam entender o que é o projeto e tirar dúvidas sobre as inscrições dos cursos que serão ofertados. Os cursos contribuirão para a conquista da autonomia produtiva dos beneficiários do programa e para a geração de emprego e renda, seja de maneira autônoma ou para quem busca oportunidade no mercado de trabalho formal. As reuniões informativas estão previstas para acontecer sempre às 18 horas nas próprias quadras das comunidades. Dia 26 na Quadra AN do condomínio Mário Quintana e dia 28 na Quadra AU do condomínio Raquel de Queiroz.

“Estamos só no início do projeto e dessa socialização e criação de vínculo com os moradores. Vamos realizar outras reuniões as comunidades das outras quadras para que sejam sanadas todas dúvidas em relação os cursos profissionalizantes e atividades ofertadas através deste projeto que visa garantir geração de emprego e renda para os moradores beneficiados pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’”, pontua Tâmara Coimbra, coordenadora do Projeto de Capacitação Profissional para a Produtividade e Renda da SEMDUH.

Na parceria, a FWF é responsável pela execução do Projeto denominado Capacitação Profissional para a Produtividade e Renda, através da oferta de qualificação para trabalho que inclui realização de cursos com carga horária e recursos didáticos compatíveis com cada ocupação proposta e a devida certificação, e a SEMDUH é responsável pela supervisão e acompanhamento da execução técnica do projeto.

Durante a execução dos cursos, pedagogas vão realizar ações paralelas de recreação infantil com as crianças, de modo a facilitar que seus responsáveis realizem tranquilamente as atividades de qualificação.

Ao final dos cursos, os atendidos pelo projeto poderão participar do Workshop de Qualificação Profissional do Balcão do Trabalhador onde terão a oportunidade de se prepararem para os processos de seleção na busca do emprego e inserção no mercado de trabalho e também será realizada uma feira para que os concludentes dos cursos possam mostrar suas novas formas de geração de renda. Também serão realizados Oficinas de Diálogos de Gênero, em parceria com a Secretaria de Políticas para Mulheres (SMPM).

Ao longo de 2018 as atividades do Projeto de Capacitação para Produtividades e Renda vão beneficiar outras comunidades atendidas pelo Programa Habitacional “Minha Casa, Minha Vida”, beneficiando centenas de teresinenses residentes destes conjuntos.


Fonte: Com informações da PMT

Comentários