Sindicância será aberta · 03/09/2020 - 18h53 | Última atualização em 03/09/2020 - 19h07

PI: pacientes denunciam que são dopados para profissionais ficarem no celular


Compartilhar Tweet 1



Pacientes internados no Hospital Regional Justino Luz, em Picos, denunciaram para a direção que profissionais da área de enfermagem estariam aplicando medicações para que os pacientes dormissem, e assim os profissionais pudessem ter mais tempo para descanso durante o trabalho.

A direção verificou pelo centro de monitoramento por câmeras que a equipe de enfermagem estaria ausente do setor e passa horas no celular, seja no posto ou no refeitório, deixando os setores descobertos. 

Em comunicado aos profissionais, a direção informa que não são autorizados a receber as refeições dos pacientes, será inadmissível a perda de qualquer documento de prontuário e que os pedidos do almoxarifado deverão ser autorizados devido serem 'exorbitantes'

Os profissionais já haviam sido orientados em outra a oportunidade a não terem relações íntimas com colegas no local de trabalho.

Uma sindicância vai apurar os casos no hospital.

Confira o comunicado:

Em virtude de inúmeras reclamações recebidas por parte dos pacientes, acompanhantes e Direção Clinica, Administrativa e Geral deste nosocômio, a partir da presente data informamos que: 

Todos os funcionários podem ser realocados de setor no dia do seu plantão dependendo da necessidade;

Todos os pacientes conscientes e orientados ou em uso de SNG ou SNE deveram ser estimulados a realizar todas as refeições e que lhes seja entregue todas as comidas destinadas aos mesmos, a comida do paciente vem destinada a ele, não aos profissionais! 

Nos foi relatado pela direção e visto pelo centro de monitoramento por câmeras que a equipe de enfermagem está ausente do setor, e passam horas no celular seja no posto ou no refeitório, deixando os setores descobertos. 

Os prontuários devem estar sempre organizados cronologicamente e com todos os exames anexados, e caso haja DECLARAÇÃO DE ÓBITO, que esta seja anexada na capa do prontuário, sendo INADMISSÍVEL a perca de qualquer documento ou do próprio prontuário. 

Houveram denúncias dos próprios pacientes conscientes e orientados e de outros profissionais que os pacientes estão sendo dopados durante a noite para que haja um tempo de descanso maior, todos sabem da divisão de horários para o plantão de 12h é apenas 1h de acordo com a Lei da CLT, caso hajam horas maiores de descanso será descontado no salário, Pois iremos acompanhar pela monitorização das câmeras. 

Os boletins de todos os setores COVID-19 devem ser passados sempre durante à tarde para o familiar e registrado essa passagem, caso não consigam contato, passar o boletim para o serviço social entrar em contato com o município de origem do paciente. 

Pedidos de almoxarifado deverão ser autorizados por coordenadores do setor, pois estão fazendo pedido exorbitantes e desnecessários. 

A informação diária das equipes deve ser feita 1h após o início do plantão no grupo "EQUIPES COVID19 GERAL HRJL" e para a coordenação no privado. 

Ao momento que todos vocês entraram, foi dito que a oportunidade foi dada, mas a permanência só depende de vocês, sendo que o não cumprimento das rotinas dos setores e problemas gerados pelo profissional será feita advertência e encaminhada pra direção. 

Grata pela compreensão de todos! 

Picos, PI 31 de agosto de 2020

Enfa. Camila de Sousa Moura 
Coordenadora das UTI'S do HRJL


Comentários