Informações são solicitadas · 23/06/2020 - 12h03

Paralisação do transporte público em Teresina é alvo de apuração do Ministério Público


Compartilhar Tweet 1



O Ministério Público do Piauí, através da Promotoria de Justiça de Teresina, converteu notícia fato em procedimento administrativo com o objetivo de provocar o poder público a adotar providências e estratégias adequadas que permitam a circulação do transporte coletivo público no município de Teresina, em condições de atender a demanda da população e ao mesmo tempo respeitar as orientações de prevenção ao coronavírus emitidas pelos órgãos de saúde.

A promotora Maria das Graças do Monte Teixeira, da 32ª PJ de Teresina, levou em consideração a notícia amplamente divulgada com a greve dos motoristas e cobradores de ônibus em Teresina, os usuários de transporte público têm sofrido prejuízos, tendo em vista que a quantidade de vans colocadas à disposição é insuficiente para atender a demanda da população.

O MP-PI pediu que a Strans preste maiores informações e esclarecimentos sobre a paralisação total dos ônibus do transporte coletivo da capital, a quantidade insuficiente de vans para atender os trabalhadores dos serviços essenciais.

Foi solicitado também que o órgão realize, o quanto antes, ajuste na quantidade de vans em circulação, bem como adote providências necessárias para garantir a frota mínima de ônibus em circulação, zelar pela boa qualidade do serviço, aplicar as penalidades regulamentares e contratuais, bem como intervir na prestação do serviço das concessionárias responsáveis pelo transporte coletivo da capital.


Comentários