Preocupação com hidratação · 24/11/2020 - 11h09

Nutricionista dá dicas de como manter a saúde em dia durante o B-R-O-Bró


Compartilhar Tweet 1



É de conhecimento comum que o B-R-O-Bró é o período mais quente do ano e acontece nos meses de setembro, outubro e novembro. Nesse período é preciso ter uma preocupação maior com a hidratação para manter o bom funcionamento das funções do corpo. Um corpo sadio requer uma ingestão de água na quantidade adequada para cada pessoa e uma alimentação saudável. De acordo com a nutricionista da Clínica Intermed, Lílian Lopes, a quantidade de água ideal varia de pessoa pra pessoa.

“Esse consumo deve ser individualizado, pois o cálculo é feito de acordo com o peso da pessoa. Em média, o cálculo é feito com 35 ml de água por quilo. Assim, a pessoa individualiza o consumo de água baseado na sua própria necessidade diária e consegue manter uma boa hidratação”, disse.

Com relação aos sucos Lílian explicou que a orientação é evitar os sucos industrializados, pois são produtos que tem acréscimo muito grande de açúcares de conservantes e substâncias que são nocivas à saúde, inclusive substâncias viciantes. “O ideal é não consumir esses produtos e não incluir na dieta das crianças. Optar sempre por sucos da fruta ou da polpa da fruta e de preferência sem acréscimo de açúcares. Precisamos nos acostumar cada vez mais com o sabor natural dos alimentos”, destacou.

As frutas mais adequadas nesse período são as que possuem maior quantidade de água. Dentre elas estão: melancia, melão, abacaxi e morango. São frutas que além de ajudar na hidratação se destacam como alimentos saudáveis. “As frutas podem ser inseridas no momento do lanche. É uma opção prática e rápida e que contribui muito pra ajudar na manutenção de um corpo saudável”, disse a nutricionista.

Os alimentos de digestão rápida e mais refrescantes como saladas também são importantes nesse período mais quente do ano. “As saladas compostas por folhas e verduras também tem uma boa quantidade de água e uma digestibilidade mais rápida. Temos que tentar evitar alimentos que dificultem a digestão do organismo e que demandem mais energia e mais esforço do corpo para a digestão. Alimentos gordurosos como carnes vermelhas, queijos e embutidos devem ser evitados nesse período mais quente, pois a digestão se torna mais difícil e o corpo requer mais energia”, destacou.


Comentários