Caso intrigou profissionais · 24/01/2020 - 13h15 | Última atualização em 24/01/2020 - 16h19

Menino de 10 anos não pode ter engravidado garota, diz médico


Compartilhar Tweet 1



O menino de 10 anos que supostamente teria engravidado uma menina de 13, na Rússia, não é o pai do bebê, apontaram exames médicos. A garota sustenta a versão de que ficou grávida após ter relação sexual com a criança. As informações são do Metrópoles.

Em entrevista a um programa de TV russo, o urologista Evgeny Grekov explicou que o menino é sexualmente imaturo para produzir esperma.

“Verificamos os resultados do laboratório três vezes, para que não houvesse erro. Não há espermatozoides. Ele ainda é criança. Ainda não há testosterona. Além disso, ele ainda tem órgãos sexuais infantis”, afirmou o urologista.

A garota está grávida de oito semanas. Segundo o especialista, é cedo para fazer exame de DNA. “Ainda temos muitas questões sem respostas”, completou.

Ela defende que teve relações sexuais com o menino por ideia dele. Ela nega ter tido contato sexual com outra pessoa.

“Ele fechou a porta deixando a chave na fechadura, para que sua mãe não pudesse abrir a porta. Depois que fizemos pela primeira vez, nos escondemos debaixo do cobertor por vergonha. Eu não achava que com 10 anos ele pudesse fazer essas coisas”, detalhou.


Comentários