Crime ficou sem autoria · 14/09/2018 - 09h07 | Última atualização em 14/09/2018 - 09h10

Júri absolve última acusada de matar primeira-dama: quem cometeu o crime?


Compartilhar Tweet 1



O Tribunal do Júri da Comarca de Valença em sessão presidida pelo juiz Dr. Juscelino Norberto absolveu, nesta quinta-feira (13/09), Noêmia Maria da Silva Barros da acusação de homicídio praticado contra a ex-primeira dama de Lagoa do Sitio Gercineide Monteiro de 35 anos em fevereiro de 2015.

    Foto: Reprodução/ Portal V1

Com essa decisão, os dois réus do processo Noêmia Barros e o ex-prefeito de Lagoa do Sitio Zé Simão foram inocentados tendo o homicídio sem autoria.

No caso do ex-prefeito, Zé Simão que foi julgado em junho desse ano em Oeiras, o Ministério Publico recorreu e existe a possibilidade de um novo julgamento, segundo o Ministério Público, os jurados proferiram a sentença contrária as provas técnicas contidas nos autos.

    Foto: Reprodução/ Portal V1

ENTENDA O CASO
Gercineide de Sousa Monteiro Rabelo, de 35 anos, foi encontrada morta dentro de sua casa, em cima da cama no dia 10 de fevereiro de 2015. Inicialmente, acreditava-se que a primeira-dama teria sido vítima de um infarto fulminante, mas a perícia da Polícia Civil apontou que ela foi assassinada com um tiro na cabeça e indiciou como autores o ex-prefeito e a empregada da família Noêmia Barros.

 


Fonte: Portal V1

Comentários