Avisou antes · 07/04/2020 - 06h36

Isolado, marido de médica mata vizinhos por excesso de barulho


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução

Anton Franchikov, de 31 anos, matou cinco pessoas em um condomínio de Yelatma, na Rússia. De quarentena, o russo abriu fogo sobre os vizinhos nesse último sábado (04/04). As informações são do Metrópoles.

Segundo ele, as vítimas estavam fazendo muito barulho. Anton teria feito uma advertência, mas não foi atendido. Logo depois, pegou um rifle e atirou.

Três pessoas morreram no local e outras duas tentaram fugir. Segundo a imprensa local, o agressor, no entanto, as perseguiu para matá-las. As vítimas foram identificadas como o casal Yevgeny e Kristina Tabunov, de 24 e 22 anos, Ilya Kondrakov, de 26, Viktor Kapitanov, de 24, e Maksim Ukhov, de 31.

O russo é marido de uma médica e estava de licença parental, enquanto a mulher trabalha em um hospital da região. Interrogada, Svetlana, de 27 anos, afirmou não ter presenciado a cena, pois estava no banho.

Anton tentou fugir, mas acabou preso.


Comentários