Projeto Piloto · 19/10/2019 - 11h04

Imepi e Piauí Fomento fecham parceria para liberação de crédito no litoral


Compartilhar Tweet 1



O Instituto de Metrologia do Piauí (Imepi) e a Agência de Desenvolvimento do Estado do Piauí (Piauí Fomento) firmaram parceria, nesta semana, para o projeto piloto de liberação de créditos para microempreendedores do mercado de Parnaíba, a inciativa visa possibilitar o acesso a recursos para compra de novos equipamentos entre outros investimentos com uma taxa de juros baixa.

A Piauí Fomento tem por objetivo fomentar a economia do Estado através da liberação de crédito facilitado com juros baixos e com menos burocracia oferecendo suporte financeiro principalmente aos microempreendedores e produtores independentes que não conseguem ter acesso ao crédito junto aos outros bancos.

Carlete Freitas, diretora da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí, explicou que essa parceria dá acesso ao crédito para o público dos mercados de Parnaíba. “Em nossa primeira reunião para divulgação da linha de crédito no município participaram cerca de 300 pessoas cadastramos e fechamos já com cinco pessoas do mercado que já estão com os créditos liberados”, afirma Carlete.

Mais informações sobre a linha de crédito na Agência do Instituto de Metrologia do Piauí (Imepi) em Parnaíba ou a partir da próxima semana no Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas do Piauí também localizado no município. A Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí também iniciará um trabalho para liberação de créditos para pousadas, restaurantes e hotéis do ramo turístico.

Para o diretor do Imepi, Maycon Danilo, durante muitos anos o órgão fiscaliza Parnaíba. “Percebemos que alguns feirantes não tinham condições de comprar balanças específicas e enquadradas pelas normas estabelecidas na portaria do Imepi”, diz, explicando que esse fato deixa o comerciante suscetível a autuações e multas. “Não temos interesse em fomentar a indústria da multa, muito pelo contrário, trabalhamos para o pleno desenvolvimento”, afirma Danilo.

Para o Imepi, a boa relação comercial e a parceria com a Agência de Fomento foi possível abrir o crédito para esses feirantes. “O resultado dessa união foi exitoso não só para aquisição de balança, mas possibilitou que os comerciantes pudessem ter crédito para outros investimentos”, diz.

A Agência de Fomento esteve em Parnaíba concretizando os créditos com baixo valor de mercado. “A proposta do Governo é desenvolver e gerar mais emprego e investimento, com foco no pequeno, médio e grande empreendedor”, afirma.


Fonte: Com informações da assessoria

Comentários