Aos sete meses da gravidez · 22/08/2019 - 11h55

Grávida é agredida, impedida de sair de casa e faz sexo à força para conseguir fugir


Compartilhar Tweet 1



Uma jovem de 23 anos, grávida de sete meses, precisou tomar uma atitude drástica para conseguir se livrar das agressões e cárcere privado que sofreu na madrugada de hoje (22/08) no Bairro Tijucal, em Cuiabá. Ela precisou ter relação sexual à força com o agressor, seu companheiro, para conseguir fugir. As informações são do O livre.

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito, de 27 anos, chegou em casa por volta de 3h30 da madrugada bastante alterado e passou a agredi-la física e verbalmente.

Ela tentou sair da casa, mas o companheiro não deixou. E quando pediu a chave, ele disse que se ela saísse e o denunciasse, ele iria preso, mas quando saísse da cadeia iria atrás dela.

Ele seguiu as agressões e, para acalmá-lo, segundo o boletim de ocorrência, ela resolveu manter relação sexual forçada com ele. Depois do ato, ele dormiu e ela aproveitou para fugir e procurar a polícia.

Uma equipe militar foi até o local, prendeu o suspeito e o encaminhou para a Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como lesão corporal, sequestro e cárcere privado, ameaça e estupro.


Fonte: O livre

Comentários