II Concurso Cidadania na Escola -

Governo do Estado premia vencedores do “II Concurso Cidadania na Escola"

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), realizou nesta quinta-feira (16/05) a solenidade de premiação do “II Concurso Cidadania na Escola”. O concurso tem como objetivo conscientizar sobre a importância dos tributos no cumprimento das obrigações sociais, além de incentivar a participação dos cidadãos no controle dos recursos públicos e nas políticas sociais do Estado. As informações são do Governo do Piauí.

Foto: Governo do estado do PiauíGoverno do estado do Piauí

“O Programa Estadual de Educação Fiscal visa a conscientização da população sobre a função social dos tributos, sendo uma das iniciativas do programa este concurso, que visa disseminar essa ideia nas escolas. É muito importante essa ação de educação fiscal para que nossas crianças tenham a consciência da importância social dos tributos, destacando como estes contribuem para que cada serviço público chegue na ponta, ou seja, beneficie a sociedade”, explica o secretário da Fazenda, Emílio Júnior.

As três escolas públicas estaduais que venceram os primeiros lugares do referido concurso funcionam em tempo integral, conquistando o 1º lugar o Centro Integrado de Educação (CETI) Landri Sales, localizado no município de São Pedro do Piauí. Já em segundo e terceiro lugar, venceram, respectivamente, o CETI Mário Raulino, do município de Altos, e o CETI José Narciso da Rocha Filho, localizado em Piripiri. As outras sete escolas classificadas entre as dez selecionadas para participar da última etapa, denominada Culminância Geral, foram homenageadas com menção honrosa.  

“Nossa missão é garantir mais e melhores oportunidades aos nossos estudantes. É por isso que estamos investindo muito, expandindo e universalizando, esse modelo de tempo integral, para que possamos colocar mais conhecimento e oportunidades aos nossos estudantes dentro da escola pública. E esse projeto simboliza isso, portanto, essa parceria Seduc, Sefaz, CGE e Receita Federal, visa levar conhecimentos na área fiscal, relacionados aos tributos, para que os estudantes entendam a importância desses impostos e como são aplicados nos serviços públicos”, enfatiza o secretário da Educação, Washington Bandeira.

A Receita Federal, que é parceira do Programa Estadual de Educação Fiscal, patrocinou a premiação: 1º Lugar - um computador e dois smartphones para a escola, além de quatro smartphones para os alunos; 2º lugar - um computador e um smartphone para a escola e ainda três smartphones para os alunos; e 3º Lugar, um computador para escola e dois smartphones para os alunos.

“Esse projeto de cidadania fiscal é muito importante e a Receita Federal apoia essa ideia de desenvolver essa conscientização, desde cedo, na escola, até para que o cidadão acompanhe onde está sendo aplicado os gastos públicos”, afirma o auditor fiscal da Receita Federal, José Valter Lopes de Oliveira.

Participaram desta edição do concurso, cerca de 200 escolas públicas estaduais com, aproximadamente, 77.834 alunos do ensino Médio e Fundamental. Do total de escolas inscritas, foram selecionados 19 projetos na primeira etapa do concurso, mobilizando cerca de 6.602 alunos. Na penúltima etapa, em novembro do ano passado, foram selecionados dez projetos para concorrem à premiação final. 
 

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco