Durante a pandemia · 11/05/2020 - 08h45

Fábrica de colas e adesivos doa 130 mil refeições a pessoas carentes


Compartilhar Tweet 1



As marcas de adesivos e colas Loctite Super Bonder, Pritt e Cascola, propriedades da empresa Henkel, criaram uma campanha para a doação de comida para pessoas em situação de vulnerabilidade (pessoas carentes) durante a pandemia de covid-19. A reportagem é do R7.

Juntas, as três marcas doaram 30 mil refeições e a Fundação Fritz Henkel doou o equivalente a 100 mil pratos de comida, como parte do Programa Global de Solidariedade anunciado pela companhia em março, totalizando 130 mil refeições, no qual cada prato de comida equivale a R$ 1 doado.

A iniciativa, chamada de #ColaNessaCausa, foi criada pela multinacional Henkel, dona das três marcas de cola. O objetivo é combater a fome das pessoas que realmente precisam.

A ação, iniciada na última quinta-feira (7), mira a doação de pratos de comida via distribuição de cestas básicas com 12 itens de alimentos e higiene, composta por arroz (3kg), feijão (3kg), farinha (1kg), açúcar (1kg), macarrão (1kg), óleo (1 litro) e dois sabonetes em barra. Cada cesta básica equivale a 45 refeições e será distribuída em todo o país.

A ação tem como parceiro o Ação da Cidadania, uma instituição criada em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho.

Participação do público

As pessoas físicas também podem participar com doações, por meio do link: www.colanessacausa.com.br. O doador acessa a página do projeto na Benfeitoria, em que faz a doação (o valor mínimo é de R$ 10) e ainda acompanha o progresso das arrecadações.

Os parceiros da Henkel, que tiverem interesse em participar da causa, poderão entrar em contato via SAC (0800-704-2334) ou por meio do site do link Cola Nessa Parceria (http://www.colanessacausa.com.br/).

O valor doado por pessoas físicas será dobrado pela Henkel até o projeto atingir a meta total de R$ 230 mil, que corresponde a 230 mil pratos de comida. Após alcançar este teto, os cidadãos podem continuar doando até o término da campanha, que acabará no final de junho.


Comentários