Cursava o oitavo período · 25/11/2018 - 16h32 | Última atualização em 25/11/2018 - 16h48

"Era um excelente aluno", diz reitor da UFPI sobre estudante morto em assalto


Compartilhar Tweet 1



O reitor da Universidade Federal do Piauí, José Arimatéia Lopes, esteve no Instituto Médico Legal de Teresina na manhã deste domingo (25/11), para manifestar apoio à família de Antônio Rayron Soares de Holanda, estudante de Medicina, morto nas primeiras horas do dia durante um assalto na Avenida Miguel Rosa.

Rayron era estudante do 8º Período, bem próximo da conclusão do curso. Residente do HUT, ele foi surpreendido por um assaltante quando esperava pelo ônibus em um dos terminais do Inthegra, na zona Sul da capital.

"Era um excelente aluno, futuro promissor como médico, já estava próximo de concluir seu curso, e fomos surpreendidos com esse evento de hoje, com esse fato lamentável que mostra em que nível está a insegurança em nosso estado e em nosso país", lamentou o reitor.

Na rápida conversa que teve com o 180, Arimatéia Lopes pediu ainda uma ação enérgica das autoridades.

"Precisamos ter uma ação das autoridades que possamos reverter essa situação, ele foi mais um caso e se não tivermos uma providência enérgica, muitos outros acontecerão, infelizmente. Mas quero aqui representar os nossos sentimentos à família e dizer que no que depender da UFPI, estaremos dando todos apoio à família", disse.

Suspeito preso
Poucas horas após o crime contra o estudante, a polícia conseguiu localizar um adolescente de 15 anos, suspeito de ter atirado e matado Rayron. A polícia contou que o menor tentou se esconder da polícia no telhado de casa, mas foi encontrado e apreendido. Joatan Gonçalves, investigador do 6° Distrito Policial, informou que este não é o primeiro homicídio do qual o adolescente é suspeito de envolvimento. O primeiro teria ocorrido há cerca de um mês, e o outro há 15 dias, quando o menor relatou ter tido o apoio da namorada para apreender fuga.

 


Comentários