Reconhecendo o trabalho · 06/12/2019 - 16h03 | Última atualização em 06/12/2019 - 16h04

Delegados do Piauí são destaque entre os 'Melhores Delegados de Polícia do Brasil'


Compartilhar Tweet 1



Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social divulgou a escolha dos "Melhores Delegados de Polícia do Brasil", com a finalidade de diferenciar e reconhecer, ano após ano, os delegados que se destacaram nas atividades jurídica, investigativa, DEAM, parlamentar e de gestão, através dos serviços prestados.

Seis delegados que atuam, ou atuaram, no Piauí, estão na lista de indicados. Na categoria investigação estão os delegados Alfredo Cadena e Tales Gomes.

Confira as categorias e a descrição de cada delegado.

ANAMELKA ALBUQUERQUER CADENA possui graduação em Bacharelado em Direitos pelo Instituto Camilo Filho (2009).  Delegada de Polícia Civil no Piauí. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, com pós graduação em Direito Penal e Direito Processual Penal. É a atual subsecretária de estado da segurança pública do Estado do Piauí
ANAMELKA ALBUQUERQUER CADENA possui graduação em Bacharelado em Direitos pelo Instituto Camilo Filho (2009). Delegada de Polícia Civil no Piauí. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, com pós graduação em Direito Penal e Direito Processual Penal. É a atual subsecretária de estado da segurança pública do Estado do Piauí 

Anamelka Cadena entra de novo para a lista dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão

ALESANDRO GONÇALVES BARRETO é Delegado de Polícia Civil no Piauí. Graduado pela Universidade Regional do Cariri (1998). Pós-graduado em Direito pela Universidade Federal do Piauí. Diretor da Unidade do Subsistema de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí de 2005 até 2016. Integrou o Grupo de Trabalho que revisou a Doutrina Nacional de Inteligência de Segurança Pública. Professor de Cursos de Inteligência Cibernética pela SENASP e SEOPI, professor na Academia de Polícia Civil das Disciplinas Inteligência de Segurança Pública e Investigação Policial. Professor convidado da UNAULA (Universidade Autônoma Latino Americana de Medellín - Colômbia) e nas Escolas de Magistratura do Mato Grosso, Paraíba e Bahia. Colaborador eventual da SESGE-MJ e Coordenador do NUFA - Núcleo de Fontes Abertas - da Secretaria Extraordinária para Segurança de Grandes Eventos do Ministério da Justiça durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Coordenador Geral de Contrainteligência da Diretoria de Inteligência e posteriormente colaborador eventual da Secretaria Nacional de Segurança Pública. Coordenador-Geral Substituto da Polícia Judiciária e Perícia da Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública da Secretaria Nacional de Segurança Pública. Servidor mobilizado na Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Autos de diversos livros jurídicos sobre crimes cibernéticos. Co-autor dos livros: Cybercards, Manual de Investigação Cibernética, Investigação Digital em Fontes Abertas; Vingança Digital, Deep Web. Clique AQUI e veja as publicações jurídicas do delegado Alesandro Barreto.
ALESANDRO GONÇALVES BARRETO é Delegado de Polícia Civil no Piauí. Graduado pela Universidade Regional do Cariri (1998). Pós-graduado em Direito pela Universidade Federal do Piauí. Diretor da Unidade do Subsistema de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí de 2005 até 2016. Integrou o Grupo de Trabalho que revisou a Doutrina Nacional de Inteligência de Segurança Pública. Professor de Cursos de Inteligência Cibernética pela SENASP e SEOPI, professor na Academia de Polícia Civil das Disciplinas Inteligência de Segurança Pública e Investigação Policial. Professor convidado da UNAULA (Universidade Autônoma Latino Americana de Medellín - Colômbia) e nas Escolas de Magistratura do Mato Grosso, Paraíba e Bahia. Colaborador eventual da SESGE-MJ e Coordenador do NUFA - Núcleo de Fontes Abertas - da Secretaria Extraordinária para Segurança de Grandes Eventos do Ministério da Justiça durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Coordenador Geral de Contrainteligência da Diretoria de Inteligência e posteriormente colaborador eventual da Secretaria Nacional de Segurança Pública. Coordenador-Geral Substituto da Polícia Judiciária e Perícia da Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública da Secretaria Nacional de Segurança Pública. Servidor mobilizado na Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Autos de diversos livros jurídicos sobre crimes cibernéticos. Co-autor dos livros: Cybercards, Manual de Investigação Cibernética, Investigação Digital em Fontes Abertas; Vingança Digital, Deep Web. Clique AQUI e veja as publicações jurídicas do delegado Alesandro Barreto. 

Alesandro Barreto é, pela terceira vez, um dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Jurídica.

FRANCISCO SAMUEL LIMA SILVEIRA é formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará em, pós-graduado em Direito Processual pela Universidade Da Amazônia em Fortaleza. Servidor Público Estadual sendo delegado da Policia Civil, onde atuou na Delegacia Especializada em Repressão e Prevenção A Entorpecentes; Delegacia Especializada de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e de Relações de Consumo e delegado do 11° Distrito Policial. Possui diversos títulos, prêmios de honra e reconhecimento como: Medalha Do Mérito Policial; Troféu Professor Cordão De Destaque Profissional Concedido Pelo Rotary Club; Diploma De Honra ao Mérito concedido pelo relevante trabalho desenvolvido na área de repressão, prevenção e tratamento aos usuários de álcool, crack e outras drogas. Concorreu às eleições de 2012 para vereador em Teresina, onde foi 1º suplente, exercendo mandato de vereador entre janeiro de 2013 a dezembro de 2014. Foi coordenador do grupo de trabalho para a formação da guarda municipal de Teresina em 2015. Eleito para o mandato de vereador nas eleições 2016. Atualmente Secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas de Teresina, sendo um gestor de sistema articulador e provedor de ações de proteção social, tendo como papel central o atendimento a população em situação de vulnerabilidade social, desde Janeiro de 2017.
FRANCISCO SAMUEL LIMA SILVEIRA é formado em Direito pela Universidade Federal do Ceará em, pós-graduado em Direito Processual pela Universidade Da Amazônia em Fortaleza. Servidor Público Estadual sendo delegado da Policia Civil, onde atuou na Delegacia Especializada em Repressão e Prevenção A Entorpecentes; Delegacia Especializada de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e de Relações de Consumo e delegado do 11° Distrito Policial. Possui diversos títulos, prêmios de honra e reconhecimento como: Medalha Do Mérito Policial; Troféu Professor Cordão De Destaque Profissional Concedido Pelo Rotary Club; Diploma De Honra ao Mérito concedido pelo relevante trabalho desenvolvido na área de repressão, prevenção e tratamento aos usuários de álcool, crack e outras drogas. Concorreu às eleições de 2012 para vereador em Teresina, onde foi 1º suplente, exercendo mandato de vereador entre janeiro de 2013 a dezembro de 2014. Foi coordenador do grupo de trabalho para a formação da guarda municipal de Teresina em 2015. Eleito para o mandato de vereador nas eleições 2016. Atualmente Secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas de Teresina, sendo um gestor de sistema articulador e provedor de ações de proteção social, tendo como papel central o atendimento a população em situação de vulnerabilidade social, desde Janeiro de 2017. 

Samuel Silveira entra para a seleção dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão.

HIGGO MARTINS MOURA é o atual presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Piauí, no triênio 2018/2021. Ele ingressou no quadro da Polícia Civil do Estado do Piauí no ano de 2008, após obter o primeiro lugar no curso de formação de Delegados de Polícia. Desde então, esteve à frente dos principais distritos policiais e foi convidado a participar da Comissão Investigadora do Crime Organizado, na época coordenada pelo Delegado de Polícia Bonfim Filho e, logo depois, fez parte da equipe de delegados de polícia que iniciou os trabalhos investigativos da Delegacia de Homicídios (hoje DHPP), sob a coordenação do Delegado Francisco Costa- Barêtta. Durante sua trajetória na Polícia Civil, esteve à frente de várias investigações que tiveram grande notoriedade, com soluções de crimes complexos que resultaram em várias prisões. É a sua segunda aprovação para a lista dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil, nos anos de 2018 e 2019, na Categoria Gestão.
HIGGO MARTINS MOURA é o atual presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Piauí, no triênio 2018/2021. Ele ingressou no quadro da Polícia Civil do Estado do Piauí no ano de 2008, após obter o primeiro lugar no curso de formação de Delegados de Polícia. Desde então, esteve à frente dos principais distritos policiais e foi convidado a participar da Comissão Investigadora do Crime Organizado, na época coordenada pelo Delegado de Polícia Bonfim Filho e, logo depois, fez parte da equipe de delegados de polícia que iniciou os trabalhos investigativos da Delegacia de Homicídios (hoje DHPP), sob a coordenação do Delegado Francisco Costa- Barêtta. Durante sua trajetória na Polícia Civil, esteve à frente de várias investigações que tiveram grande notoriedade, com soluções de crimes complexos que resultaram em várias prisões. É a sua segunda aprovação para a lista dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil, nos anos de 2018 e 2019, na Categoria Gestão. 

Higgo Martins continua na história dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Gestão

Cadena Júnior mantém título no Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Investigação

TALES DE MOURA GOMES é o atual Coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado - GRECO no Estado do Piauí. Atuou no combate ao crime organizado, com 17 anos de atuação na área policial. Possui graduação em Direito e especialização em Direito Penal pela ESAPI - OAB. É pós-graduando em Segurança Pública e Atividade Policial pela SUPREMO (MG). É graduado em processamento de dados e cursou Engenharia Civil e Matemática na Universidade Federal do Piauí. Atualmente dedica-se ao campo da investigação e combate ao crime organizado no Estado do Piauí. Foi aprovado por duas vezes, em 2018 e 2019, como Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Investigação e agora com dupla aprovação, também, na Categoria Gestão.
TALES DE MOURA GOMES é o atual Coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado - GRECO no Estado do Piauí. Atuou no combate ao crime organizado, com 17 anos de atuação na área policial. Possui graduação em Direito e especialização em Direito Penal pela ESAPI - OAB. É pós-graduando em Segurança Pública e Atividade Policial pela SUPREMO (MG). É graduado em processamento de dados e cursou Engenharia Civil e Matemática na Universidade Federal do Piauí. Atualmente dedica-se ao campo da investigação e combate ao crime organizado no Estado do Piauí. Foi aprovado por duas vezes, em 2018 e 2019, como Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Investigação e agora com dupla aprovação, também, na Categoria Gestão. 

Tales Gomes continua como um dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil, na Categoria Investigação

Sobre o Concurso

A verificação do histórico do delegado de polícia é uma forma de valorizar ainda mais seu empenho. A sociedade deseja conhecer os delegados que são dedicados à busca de melhoria da atividade jurídica e funcional, amparo imprescindível para minimizar os danos causados pelo alto índice de criminalidade que atinge o Brasil. 

Votação 

Centenas de milhares de usuários e colaboradores que visitam o Portal Nacional dos Delegados e suas redes sociais avaliaram delegados que farão parte do Hall dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil deste ano. Foram 2.037 delegados de polícia indicados, habilitados e analisados em todo o Brasil, mas apenas algumas dezenas foram aprovados. Todo ano haverá essa escolha, como forma de demonstrar para sociedade quem são os delegados de polícia que se destacam em seus trabalhos.

Metodologia de escolha 

A metodologia aplicada para seleção incidirá em estudos nas mídias sociais, apontamentos de URLs, reputação, repercussão e resultados satisfatórios de serviços, votos coletivos, histórico de atividades positivas, produções funcionais, habilitações e qualificações oriundas de análises curriculares.

Além do acesso via Portal Delegados, ao digitar no GOOGLE a frase "melhores delegados", você visualizará a página do Portal Delegados com a lista dos melhores delegados, o que denota o sucesso e grande audiência e receptividade da campanha pela sociedade.


Comentários