Atividades pedagógicas · 29/11/2021 - 15h35

Creche da Nova Ceasa auxilia no desenvolvimento educacional e social dos filhos de feirantes


Compartilhar Tweet 1



Além de reforço educacional, o centro infantil oferece espaço para repouso e lanche a base de frutas frescas, das mesmas que são comercializadas na Nova Ceasa, e também da pequena horta da creche cuidada pelas próprias crianças acompanhadas pela pedagoga.

O Centro de Recreação e Reforço Infantil da Nova Ceasa é um espaço que atende filhos e netos de feirantes da central de abastecimento. O local oferece todo o apoio às crianças enquanto seus pais trabalham, como reforço escolar, lanche, brincadeiras, leitura, entre outras atividades pedagógicas. Os pequenos recebem também acompanhamento nutricional, com alimentação a base de frutas e sucos, verduras e legumes plantados e colhidos na horta, e de saúde, com acompanhamento do cartão de vacina.

Para o diretor-presidente da concessionária, James Andrade, dar esse suporte às famílias que fazem a Nova Ceasa contribui para a tranquilidade e trabalho dos permissionários e ainda mais para o futuro das crianças. “Nós tivemos a possibilidade de resgatar a autoestima dos comerciantes que fazem a Ceasa. A PPP não é só sobre as melhorias estruturais, limpeza e segurança do entreposto, mas é também sobre responsabilidade social, oferecendo segurança alimentar para quem mais precisa e dando apoio às famílias trabalhadoras da Ceasa que podem deixar seus filhos e netos a partir da 5h da manhã e lá eles vão receber toda a atenção, apoio escolar e realizar atividades educacionais”, explica James.

As atividades começam com o reforço escolar. Sandra Oliveira, pedagoga que coordena a creche da Ceasa, afirma que acompanha as atividades escolares das crianças para oferecer o reforço de forma apropriada e consistente. “Nós visitamos as escolas deles para ver quais os livros que eles usam, como é a plataforma, a didática dos materiais. Tudo isso melhora o aprendizado dessas crianças”, afirma.

Os espaços para as crianças são amplos e bem coloridos. O centro também conta com uma área de repouso, com camas e cobertores confortáveis, e até bichinhos de pelúcia, para as crianças que chegam em horários muito cedo, como às 5h da manhã, que é quando a maioria dos feirantes abrem suas barracas. “Os familiares não têm com quem deixar essas crianças, por conta desses horários diferenciados. Não tem babá para chegar na sua casa às 3h da madrugada. Então quando os pequenos vêm nesses horários bem cedo, temos aqui um quarto onde eles dormem antes de ir para as atividades”, explica Sandra.

A creche atende cerca de 20 crianças e também é aprovada pelas mesmas, que se sentem mais seguras no espaço. “Antes eu ficava sozinha em casa, mas minha mãe tinha muito medo. Ela falou com a tia Sandra, que nos recebeu aqui e agora está bem melhor”, afirma a pequena Maria Júlia.


Fonte: Governo do Piauí

Comentários