Seja cuidadoso · 22/05/2020 - 10h20 | Última atualização em 01/06/2020 - 01h38

Coronavírus: saiba quais erros você pode estar cometendo na quarentena


Compartilhar Tweet 1



Ficar em casa, usar máscaras ao sair na rua e lavar bem as mãos. As regras parecem simples, mas ainda levantam dúvidas. Diante das mudanças radicais no dia a dia ocasionadas pela pandemia do novo coronavírus, o brasileiro em isolamento até tenta, mas tropeça na hora de seguir à risca as recomendações da OMS. A reportagem é do R7.

Ainda que permanecer em casa e evitar aglomerações seja a recomendação máxima para brecar a contaminação pelo vírus, vale prestar atenção em outros cuidados. Veja a seguir os erros frequentes de quem está em isolamento social. 

Fazer/ receber uma visita

Quando a saudade aperta dentro de casa, tem quem não consiga enxergar mal em visitar ou receber visitas dos parentes. No entanto, a infectologista Raquel Muarrek, da Rede D'or explica que, mesmo permanecendo em casa, o risco de se contaminar nesta situação ainda deve ser levado em conta. 

" A visita que chega na sua casa não vai trocar de roupa. Então, toda questão da higienização precisa partir dos dois lados e, acima de tudo, temos que lembrar que faz parte o distanciamento social e, muitas vezes, as pessoas esquecem e não levam em consideração, na própria residência."

Usar a máscara de forma errada 

Sair de máscara pode não adiantar muito se a manipulação do acessório não foi feita corretamente. Colocar as mãos no tecido, reaproveitar máscaras descartáveis ou ultrapassar duas a quatro horas de uso, dependendo da máscara, estão entre os principais erros cometidos por que utiliza esta proteção individual. 

Esquecer de higienizar os animais de estimação

Sair para passear com os pets na rua está entre as atividades difíceis de se evitar. Embora o bichinho de estimação não contraia a doença, a infectologista explica que ele pode "carregar o vírus para dentro de casa, através do pelo, patas ou focinho." Segundo Muarrek, o mais recomendável é lavar as patas do bicho com água e sabão ao chegar em casa. 

Caminhar/ correr muito próximo em exercícios ao ar livre 

Embora a prática de exercícios ao ar livre não esteja proibida, ela ainda divide a classe médica, uma vez que a propagação de gotículas pode aumentar conforme o esforço físico e as condições climáticas. 

"Novos trabalhos demonstram que o vírus pode circular em um ambiente aberto, por até 20 metros", explica Muarrek.  "Essa propagação do vírus pode variar entre as pessoas que estão correndo e até mesmo pelo vento."

Não trocar de roupa ao chegar em casa 

Não é só lavar as mãos após voltar do trabalho, supermercado ou farmácia. A infectologista Raquel Muarrek, também, aponta que, da mesma maneira que acontece com os pets, o vírus também pode permanecer nas roupas. Daí, a importância de se trocar e tirar os sapatos ao chegar em casa. 


Comentários