Tirada da mãe aos 4 anos · 21/09/2019 - 11h18 | Última atualização em 21/09/2019 - 11h24

Após 24 anos, mãe reencontra filha sequestrada por facção criminosa


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução

Uma argentina levou 24 anos para reencontrar sua filha, sequestrada quando ainda era criança por traficantes. A menina foi tirada da mãe aos 4 anos de idade, em fevereiro de 1995, em decorrência de um acerto de contas envolvendo o avô da garota e a facção criminosa. O reencontro se deu após mobilização nas redes sociais.As informações são do Metrópoles.

Em fevereiro, Mariana Beatriz Aragunde postou em sua conta do Facebook imagens da criança na tentativa de, enfim, localizá-la. Na mensagem, a argentina disse que a filha se parecia muito com ela e era chamada, quando pequena, de Culi, sendo seu nome verdadeiro Maria Fernanda Aragunde. “Peço a Deus que esteja me procurando e tenha lembranças, porque é impossível que você esqueça. Você era muito atenta e com boa memória”, desabou na publicação.

As fotos rodaram o mundo até chegar na jovem que não via sua mãe desde que tinha apenas quatro anos. Ela se reconheceu nas imagens de imediato e entrou em contato com Mariana Beatriz. No entanto, as duas só foram se encontrar três meses depois da primeira troca de mensagens, em abril.

Apesar do reencontro, mãe e filha passaram a ser ameaçadas pela mesma facção responsável por separá-las. “Estou com medo. Muito. Mas o medo não vai me parar”, afirmou Mariana.

    REPRODUÇÃO/FACEBOOK

 


Fonte: Metrópoles

Comentários