Gera 13 mil empregos no Piauí · 01/04/2020 - 13h29 | Última atualização em 01/04/2020 - 13h38

Ambev se manifesta sobre fechamento de fábrica em Teresina: abastecimento prejudicado


Compartilhar Tweet 1



A fábrica da Ambev em Teresina voltou a ser fechada nesta quarta-feira (1º/04) com base no novo decreto municipal, que determina paralisação de atividades produtivas ligadas a itens não essenciais.

Ao 180, a assessoria da fábrica informou que desde o início da pandemia a Ambev voltou parte de sua capacidade para conseguir produzir diariamente até 1.000 litros de álcool líquido 70%. Na última semana mais de 1.000 litros foram distribuídos e doados aos hospitais públicos de Teresina, além de abastecer a produção de álcool em gel da empresa Botica.

Além disso, 30% da produção da fábrica é de refrigerante, água, água de coco e isotônico, e abastece outros 6 estados além do Piauí. "A paralisação da fábrica pode inclusive prejudicar o abastecimento de todo o comércio local que está operando em delivery", informou a empresa.

Segundo a Ambev, são mais de 13 mil empregos diretos e indiretos no estado, mas, por enquanto, não há qualquer previsão de corte de colaboradores na empresa como um todo.

Fechamento da fábrica
A Guarda Municipal fechou, no fim da manhã desta quarta-feira (1º/04), a fábrica da Ambev, localizada na zona sul de Teresina. O gerente do fábrica foi conduzido à Central de Flagrantes para registro da ocorrência.

“Descumprir o decreto de isolamento social é incorrer no artigo 268 do Código Penal. Estamos numa nova fase de endurecimento das ações de combate ao coronavírus, reforçando o isolamento social e pedimos que a população permaneça em casa”, destaca o secretário Samuel Silveira, da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas.

O artigo determina penalidade de prisão e pagamento de multa para quem infringe determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. Desde a assinatura do decreto que estabelece a quarentena até segunda-feira (30), a Guarda Municipal já fechou 1.643 estabelecimentos comerciais que não deveriam estar funcionando. Na manhã de ontem (31), três filiais das lojas Americanas foram interditadas.

Hoje, o prefeito Firmino Filho assinou a convocação de 261 novos guardas municipais para que possam reforçar esse trabalho de fiscalização.

O cidadão pode denunciar estabelecimentos que estejam funcionando irregularmente através dos números 153, (86) 3215-9317 ou falar diretamente com o WhatsApp da Guarda Municipal, por meio do número (86) 99438-0254. Além disso, o cidadão pode também acessar o Colab para denunciar.


Comentários