PEssoas chegaram a usar · 18/05/2020 - 17h30

Álcool em gel é uma boa opção para higienizar cães e gatos na pandemia?


Compartilhar Tweet 1



Não, eles não transmitem a covid-19 para você. Segundo especialistas, o tipo de coronavírus que cães e gatos podem “pegar” não é o mesmo que vem afetando os seres humanos nessa pandemia. Mas os pets – assim como suas mãos, se não forem lavadas corretamente – têm superfícies em que o vírus pode ser transportado. A reportagem é do O Livre

E se a solução para as mãos e para objetos do dia a dia é o álcool gel, para os pets também, certo? Errado! “No caso deles, ao invés de evitar um problema, pode-se acabar gerando um outro maior”, sustenta o blog PetLove.

Cães e gatos têm uma pele mais sensível que os humanos. Não à toa, existem produtos de limpeza específicos para eles. O álcool em gel, por sua vez, pode causar ressecamento e até lesões na pele.

Segundo o PetLove, a melhor maneira de higienizar os animais de estimação – depois de um passeio, por exemplo – é com lenços umedecidos. Existem produtos especialmente produzidos para eles.

A dica que vale tanto para os humanos quantos os pets é a velha e boa água com sabão neutro. Mas, nesse caso, é preciso ter cuidado com na hora de secar. Se algo ficar úmido, o cão ou gato pode acabar com uma proliferação e fungos.

E isso não quer dizer que os banhos tenham que ser mais frequentes. Você pode apenas limpar as patinhas e o pelo superficialmente. Banhos demais também causam ressecamento na pele.

Outra atitude que não se justifica é o abandono. Você não vai cortar as próprias mãos ou jogar o celular fora por causa do coronavírus, vai?


Comentários