Aceleração da educação -

Washington Bandeira discute oferta da educação do campo com representantes do MST

Visando contribuir na construção de projetos educativos que dialoguem e valorizem os saberes da educação do campo, o secretário de Estado da Educação (Seduc), Washington Bandeira, esteve reunido, na última terça-feira (14/03), com representantes do Movimento Sem-Terra no Piauí.

No encontro foram debatidos temas importantes quanto ao desenvolvimento nas áreas rurais do estado com foco na educação contextualizada e a ampliação das unidades de Escolas Família Agrícola e do Centro de Educação Profissional Rural.

Foto: AscomWashington Bandeira
Washington Bandeira

O secretário Washington Bandeira afirmou que continuará com a parceria com o MST para acelerar a educação. “O ensino em parceria com os movimentos sociais será fortalecido com a oferta da Educação Profissional e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) nas escolas. A promoção de uma educação que desenvolva os potenciais produtivos levará em consideração todas as características das escolas que estão nos assentamentos e que são voltadas para a educação no campo”, ressaltou.

A oferta do ensino nos Assentamentos é oportunizada a partir de uma demanda da comunidade e de outros atores, como o MST. Segundo o diretor estadual do Movimento Sem-Terra (MST), Germano Carvalho de Sousa, o encontro avança no sentido de qualificar os espaços escolares e garantir a permanência dos jovens no meio rural. “A experiência da modalidade do campo tem sido muito rica em todas as nossas nove escolas que têm parceria com a Seduc e discutimos neste encontro a continuidade dos projetos. A oferta do ensino vai além do público do assentamento e envolve as pessoas de toda a comunidade, pois a educação de qualidade influencia diretamente na vida cotidiana destas pessoas”, pontuou.

Participaram também da reunião, o superintendente de Educação Técnica e Profissional e Educação de Jovens e Adultos (Suetpeja), Paulo Henrique Pinheiro; a superintendente de Ensino Superior, Viviane Carvalhedo; e a diretora da Unidade Ensino e Aprendizagem (Unea), Maria José Mendes Neta.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco