Câmera iniciou processo · 11/08/2020 - 14h37

Vereador de cidade do Piauí é acusado e estelionato contra gari


Compartilhar Tweet 1



A Câmara Municipal dos Vereadores de Bom Princípio, no Norte do Piauí, em sessão ordinária, colocou em pauta na noite desta segunda-feira (10/08), a representação do processo disciplinar, por Quebra de Decoro Parlamentar, e formar uma comissão que deverá analisar o pedido de cassação do mandato do vereador Genycleson de Sousa Galeno (PT) acusado de estelionato. As informações são do Portal do Rurik.

Vereador investigado
Vereador investigado 

O vereador Genycleson, que é pré-candidato a prefeito, é acusado de apropriar-se de cartões magnéticos, senhas, falsificar assinaturas em talões de cheques e, realizar diversos empréstimos de CDC’s em terminais de caixas eletrônicos do Banco do Brasil, em nome de um servidor municipal do município de Bom Princípio, o gari Fernando do Nascimento. O caso foi registrado na Delegacia da Policia Civil em Parnaíba como estelionato e a denúncia está sendo apurada. Se julgado e condenado, ele poderá ter seus direitos políticos cassados e perder seu mandado como vereador e não disputar as próximas eleições.        

Durante a sessão ordinária, por seis votos à 1 um, os vereadores presentes votaram a favor da instalação de uma comissão para analisar e julgar o caso. O vereador que poderá ter seu mandato cassado por quebra de decoro parlamentar, não compareceu à sessão presidida pelo vereador Jacinto Costa Moraes (atual presidente da câmara). A comissão processual formada por três vereadores, Pedro Neto (presidente), Iracema (membro) e o relator o vereador Padinha, terão um prazo de 30 dias para apresentar um parecer final sobre a denuncia e a cassação do mandato de vereador do denunciado. 

A reportagem do Portal do Rurik, tentou entrar em contato com o vereador mencionado, mas não obtive êxito. O espaço está aberto para manifestação.

Comentários