Empresas da Bahia assumirão · 22/10/2021 - 20h28 | Última atualização em 22/10/2021 - 21h35

Prefeitura de Teresina já tem plano 'B' para os problemas no transporte público


Compartilhar Tweet 1



O problema do transporte público em Teresina parece não ter fim, com os ônibus parados a Strans já cadastrou 300 veículos para atender a população. Segundo informações da TV Meio Norte as manifestações continuam por que os trabalhadores não foram procurados pelo Setut. Eles querem a assinatura da convenção coletiva de trabalho, além de outras reivindicações como a manutenção do salário integral de R$ 2.039,00.

A prefeitura de Teresina já tem um plano ‘B’ caso a greve seja confirmada que é entrar na justiça para cancelar o atual contrato e dar inicio a um contrato de emergência com dispensa de licitação, com empresas de fora do estado assumindo o contrato.

“Já fizemos contato com várias empresas de fora do Piauí, principalmente com empresas da Bahia e estão prontas para assumir o transporte público. Caso os motoristas e cobradores não se entenderem com os empresários aí nos vamos para o plano 'B' que é trazer empresas de fora e quando essas empresas vierem nós queremos tudo novo inclusive motoristas e cobradores”, disse Robert Rios.

    Reprodução

O Setut argumenta que a divida com os trabalhadores já foi paga. “os empresários do transporte coletivo de Teresina já fizeram o pagamento da parcela de R$ 721.000,00 devida aos trabalhadores em relação ao acordo extrajudicial homologado do exercício de 2020 que está sendo pago pela prefeitura de Teresina”, disse a consultora jurídica do Setut.

Dr Pessoa disse que o dinheiro já foi repassado para as empresas e que a prefeitura cumpriu as tratativas e não descarta um rompimento.

    Reprodução

“Eu só não tenho um infarto do miocárdio porque sou forte, Deus me deu essa fortaleza de reagir a momentos diferentes, inclusive de pessoas desordeiras de pessoas que não querem ver Teresina caminhar em paz. Fomos tolerantes, estamos cumprindo a risca as tratativas, mas se não querem o plano ‘B’ vai funcionar.

 

Comentários