Seu segundo depoimento · 22/05/2020 - 09h54

Paulo Marinho pede investigação de devassas em suas contas bancárias


Compartilhar Tweet 1



Após as afirmações que fez envolvendo o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), de quem é suplente, o empresário Paulo Marinho esteve no Ministério Público Federal, nesta quinta-feira (21/05), onde prestou seu segundo depoimento em dois dias. As informações são de R7.

A novidade, segundo relatou Marinho após o depoimento, foi o pedido de investigação a supostas devassas feitas em suas contas bancárias.

Ele e sua defesa não deram detalhes sobre o que seria a suposta devassa nas suas contas bancárias.

O suplente do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) se disse perplexo ao ler uma notícia de que estavam demandando informalmente informações sobre suas contas.

“Por conta dessa notícia, aproveitei o depoimento que dei agora e solicitei ao procurador que tomasse providências relacionadas a esta notícia e apurasse a veracidade da informação”, afirmou.

Ontem, Marinho havia passado cinco horas na superintendência da Polícia Federal para prestar seu primeiro depoimento. De diferença, segundo o empresário, as falas de hoje foram mais detalhadas: “[O que mudou foi] a riqueza de detalhes e a noção de tempo em que os fatos ocorreram. Além do pedido que deixei aqui, com meu advogado, para que ele desse sequência a essa solicitação minha”.


Comentários