Avalista do acordo · 17/01/2022 - 18h46 | Última atualização em 17/01/2022 - 18h49

Olhe para 2022: os propósitos 'implícitos' do pronunciamento de Ciro Nogueira


Compartilhar Tweet 1



O jornal O Globo publicou um artigo de autoria do ministro da Casa Civil, Senador Ciro Nogueira (PP), intitulado “Na eleição, olhe para cima: pense no dia seguinte”.

Segundo o programa Bancada Piauí, da TV Antena 10, o texto provocou reações não apenas nos diversos grupos políticos à esquerda e à direita no cenário nacional, mas também nos meios jornalísticos de opinião, decerto, por ter um teor abertamente governista e contrário às políticas estatistas praticadas pelos governos Lula e Dilma.

O primeiro é elogiar a política econômica do Ministro da Economia, Paulo Guedes. Ciro, num gesto retórico, assegura para Guedes e para o governo Bolsonaro como um todo, que o Centrão é favorável às políticas de desestatização e parcerias público-privadas (PPP) postas em prática pelo Ministro da Economia.

O segundo propósito de Ciro é deixar claro em alto e bom som que ele é o avalista desse acordo entre o Presidente Bolsonaro, o Ministro Paulo Guedes e a cúpula do Centrão. Portanto, o discurso de Ciro deixa subentendido que não houve ruptura entre os interesses do Centrão e os projetos liberalizantes de Paulo Guedes.

O terceiro propósito implícito do artigo reside nas consequências eleitorais de seu conteúdo antipetista no âmbito local. Nogueira presume (é o que supomos) que a articulação de forças políticas nestas eleições estaduais desenha um cenário auspicioso para a vitória da chapa Sílvio/Iracema. Portanto, a oposição estaria, pela primeira vez em vinte anos, diante de uma oportunidade única de vencer o grupo do governador Wellington Dias (PT) no Piauí. 

Comentários