Em defesa de deputada · 15/04/2019 - 09h40 | Última atualização em 15/04/2019 - 09h41

No Twitter, Janaína Paschoal pede que Bolsonaro demita ministro do Turismo


Compartilhar Tweet 1



A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) se manifestou pelo Twitter, no último sábado (13), pedindo a demissão do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio. 

O pedido, seria em defesa da deputada federal Alê Silva (PSL-MG), que havia acusado o ministro de ameaçá-la de morte.

Na publicação, Janaina disse que telefonou para a deputada, e durante a conversa, a companheira de partido, relata, não parava de chorar.

    Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

"Telefonei para a Deputada, que não para de chorar! Como é que pode uma situação dessas e o Presidente não tomar providências? Não pode! O afastamento do Ministro não implicará atribuição de culpa, apenas um sinal de que o Presidente se importa com as mulheres de seu partido [sic]", disse.

A parlamentar logo em seguida, demonstrou seu apoio à deputada federal e exigiu ao presidente a demissão do ministro. 

"Todo meu apoio à Deputada Federal Alê Silva. E agora, Presidente? O Ministro do Turismo fica? A Deputada Federal eleita também estaria mentindo? Exijo a demissão do Ministro! Não tem que esperar conclusão de inquérito nenhum!", publicou Janaína.

 



Entenda a denúncia 

A deputada federal Alê Silva (PSL-MG) chegou a solicitar proteção policial. De acordo com ela, o ministro do Turismo a teria ameaçado de morte. Ele nega as acusações. No entanto, por meio da rede social, Janaína questionou quem estaria certo e quem estaria mentindo. 

De acordo com uma matéria do site da revista Exame, a ameaça de morte à deputada Alê Silva teria ocorrido em uma reunião do ministro com correligionários em março, em Belo Horizonte.

A parlamentar, inclusive, prestou depoimento espontâneo na última quarta-feira (10) à Polícia Federal relatando esquema de candidaturas de laranjas no PSL, comandado por Álvaro Antônio. 


Fonte: 1News

Comentários