Presidente do Cidadania no Piauí -

Mário Rogério rebate críticas do PSDB e defende aliança com Fábio Novo em Teresina

O presidente do Cidadania no Piauí, o jornalista Mário Rogério, respondeu às declarações do dirigente do PSDB em Teresina, vereador Edson Melo, e do presidente da Federação PSDB e Cidadania na capital, advogado Jorge Lopes, que o criticaram por apoiar o deputado estadual Fábio Novo, do Partido dos Trabalhadores, como pré-candidato ao Executivo Teresinense.

Foto: ReproduçãoReprodução
Reprodução

Mário foi enfático e atribuiu ao Cidadania a continuidade da federação, afirmando que Jorge nunca teve relevância política. Quanto ao dirigente tucano, o presidente do Cidadania afirmou que Edson Melo sempre desejou direcionar a Federação para apoiar outro pré-candidato a prefeito, o médico Sílvio Mendes (União Brasil).

Após anunciar publicamente a saída do Cidadania da oposição para apoiar Fábio Novo, Mário Rogério passou a ser alvo de críticas. Jorge afirmou que Mário violou o estatuto da Federação e que os pré-candidatos a vereador do Cidadania que decidirem seguir na base do PT terão “prejuízos irremediáveis”.

Edson Melo foi categórico ao declarar que o PSDB jamais aprovará apoio ao PT. Segundo ele, a tendência natural é que o grupo formalize aliança com o pré-candidato Sílvio Mendes, do União Brasil.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco