“Eu não devo nenhuma explicação -

Gracinha Mão Santa rebate críticas sobre o uso da tribuna durante as sessões

A deputada Gracinha Mão Santa, durante a sessão plenária dessa quarta-feira (24), defendeu que a tribuna da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) deve ser usada pelos deputados interessados e que críticas ao uso desse espaço são descabidas.

Foto: AscomGracinha Mão Santa
Gracinha Mão Santa

“Eu não devo nenhuma explicação de como ou de quando eu devo usar a tribuna. Eu devo ao regimento interno o tempo e vou usar da forma que a lei e a liberdade de expressão nos permitem”, afirmou.

A parlamentar disse que tem ouvido nos corredores da Assembleia julgamentos sobre o uso do momento, que, conforme o regimento da Casa, permite que o primeiro orador fale por até 30 minutos e os demais por até 15.

“Aqueles que estão nos corredores, sendo além de inapropriados, equivocados, muitas vezes falando até de uma ex-deputada, que teve apenas um mandato, e que usou a tribuna, eu diria que a gente está aqui para quebrar tabu mesmo. E a mim vai uma homenagem a uma grande mulher, Teresa Britto, que em um só mandato fez mais do que muitos homens. E dizer a todos vocês, como resposta, que se estão incomodados, algo de errado está acontecendo”, enfatizou Gracinha Mão Santa.

A deputada disse, ainda, que Teresa Britto foi uma brilhante deputada e a que mais trabalhou buscando soluções para a saúde pública. “Acho que ela usou pouco a tribuna, devia ter usado mais e replicado mais, pro povo saber que enquanto ela cobrava, uns debochavam”, declarou.

Ela questionou por que há incomodo com os discursos dela, pois “eu vejo tantos deputados falando na tribuna, quase que diariamente, até mais do que eu”. “A democracia nos colocou aqui para falarmos, e a TV Assembleia é exatamente o momento em que a gente tem que chegar às casas daqueles que nos elegeram de forma democrática”, argumentou.

MIGUEL ALVES - Gracinha Mão Santa também parabenizou a cidade de Miguel Alves pelo seu aniversário e pediu que o governador Rafael Fonteles (PT) dê, de presente à população, a reconstrução da PI-110, que liga a cidade de Barras a Miguel Alves.

Fonte: ALEPI

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco