Ordem de 328 mil reais · 26/09/2020 - 11h25

Governo autoriza reformas em regionais do Emater


Compartilhar Tweet 1



Durante esta semana, o diretor-geral do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (Emater-PI), Francisco Guedes, percorreu os municípios de Valença, Oeiras e Floriano, para assinar ordens de serviço para iniciar as reformas nas sedes da regionais do instituto Emater. 

O investimento nas reformas desta três regionais é da ordem de 328 mil reais. O recurso é oriundo do programa PRO Piauí modernização administrativa, coordenado pelo secretário Rafael Fonteles, que contempla no total a reforma das 17 regionais e mais 50 escritórios municipais do Emater no âmbito dos Centros Integrados de Administração (CIACs), coordenados pela SeadPrev.

O diretor-geral do Emater, Francisco Guedes, que esteve pessoalmente em cada uma das regionais, falou sobre a importância das reformas. “Nosso compromisso é proporcionar as condições aos extensionistas para um melhor desenvolvimento do trabalho junto às famílias agricultoras. O governador Wellington Dias abraçou a nossa causa e buscamos viabilizar o quanto antes as reformas. Na próxima semana anunciaremos o início das atividades das reformas das demais regionais. É importante destacar que inclusas no PRO Piauí, as sedes também serão beneficiadas com a aquisição de computadores e melhorias na rede de internet. Os nossos técnicos e extensionistas fazem muito pelo Piauí e queremos atender mais e melhor a nossa população, essas foram as primeiras regionais, onde identificamos maior necessidade, mas todas passaram pelo mesmo processo”, afirmou.

Ainda em 2019, a diretoria do Emater percorreu as 17 regionais do Instituto para construir um relatório de necessidades de melhoria, onde diretores e coordenadores ouviram os extensionistas e técnicos administrativos do Instituto. A licitação que trata das reformas já havia sido autorizada e foi retomada com o retorno das atividades no Estado. Agora, os vencedores do processo licitatório devem, nas próximas duas semanas, dar início as obras.


Fonte: Com informações da CCOM

Comentários