Registrou um aumento de 68% -

Bolsonaro condena silêncio da mídia diante do alarmante desmatamento no Cerrado

O ex-presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, usou suas redes sociais para expressar sua crítica ao aumento do desmatamento no Cerrado, destacando a falta de posicionamento de artistas e veículos de comunicação sobre o tema. O desmatamento na região registrou um aumento de 68% em relação ao ano anterior, totalizando 1.110.326 hectares devastados em 2023, conforme revelado pelo Relatório Anual do Desmatamento no Brasil divulgado pelo MapBiomas nesta terça-feira (28/5).

Bolsonaro lamentou o que considera como um silêncio total por parte de artistas, programas jornalísticos e veículos de comunicação sobre a questão ambiental, especialmente em relação ao desmatamento no Cerrado. Em sua postagem, o ex-presidente destacou a mudança de postura desses grupos, que antes cobravam diretamente o governo sobre situações de desastres ambientais, mas, segundo ele, agora permanecem silentes.

"Artistas, JN, Fantástico, Ruffles, entre outros: o silêncio é total e a preocupação não é com o meio ambiente, mas impedir o desenvolvimento de países com potencial! Lula abraça essa causa ficando de cócoras para os 'líderes progressistas' dos chamados 'países imperialistas'", afirmou Bolsonaro.

Foto: Reprodução/ X

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco