Barrar possível impeachment · 29/05/2020 - 09h55 | Última atualização em 29/05/2020 - 11h42

Bolsonaro admite negociar cargos com o Centrão, mas “de terceiro escalão”


Compartilhar Tweet 1



Jair Bolsonaro admitiu em live nesta quinta (28/05) que está negociando cargos com o chamado Centrão em troca de apoio no Congresso Nacional. O presidente, no entanto, alegou que vem entregando apenas cargos de “segundo e terceiro escalão”, não “ministérios, estatais ou bancos oficiais”. As informações são do Metrópoles.

O Centrão reúne parlamentares de legendas de centro e centro-direita. A aproximação de Bolsonaro do bloco é uma tentativa do Executivo para barrar a abertura de um eventual processo de impeachment, além de formar uma base estável para aprovar projetos de interesse do governo e barrar eventuais denúncias no Congresso.

“O que eu fiz de dois meses pra cá: ‘Olha, temos que ter uma agenda positiva para o Brasil. Vou começar a conversar com os partidos de centro também’. Eu conduzi as conversas nos últimos dois meses e conversei com os líderes e presidentes de partidos. Sim, alguns querem cargos. Não vou negar isso daí. Alguns, não são todos. Agora, em nenhum momento nós oferecemos ou eles pediram ministérios, estatais ou bancos oficiais”, disse o presidente durante transmissão ao vivo nas redes sociais.


Comentários