'Houve um avanço', diz · 11/06/2019 - 14h07 | Última atualização em 11/06/2019 - 16h13

Após encontro dos governadores, W.Dias diz que o 'bode foi tirado da sala'


Compartilhar Tweet 1



O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta terça-feira(11) que o "bode foi tirado da sala". A afirmação foi dada pelo governador após a reunião do Fórum dos Governadores na manhã de hoje, em Brasília.

De acordo com Dias, houve um 'avanço' no encontro, pois o relator da reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), teve um compromisso em retirar pontos da proposta do governo solicitados pelos governadores.

    Foto: AsCom

"Avançamos hoje aqui, eu diria numa linguagem sintética que o bode foi tirado da sala. O compromisso com o relator de retirar o Benefício de Prestação Continuada (BPC) de rurais, e a garantia da parte do relator e o presidente da Câmara de dialogar com os líderes e parlamentares, incluindo os governadores, para retirada da parte do texto que está na parte da capitalização, ou seja, a obrigação daquilo que vai ser lá na frente a aposentadoria. A necessidade de ter a partilha e uma segurança maior para alcançar um benefício definido e ao mesmo tempo, a desconstitucionalização para garantir na constituição aquilo que são os eixos e as colunas principais da reforma", afirmou Dias.

Wellington disse que o próximo passo após os pedidos dos governadores, de fato, serem atendidos, será a elaboração de um texto para 'alcançar' uma quantidade maior de votos necessários para a aprovação da reforma da Previdência.

"Diante dessa posição, alcançando esse objetivo, repito, retirando os bodes da sala, os governadores todos aqui nos comprometemos a dialogar com nossas bancadas e agora, trabalhar juntos com os parlamentares um texto que possa alcançar a maioria, para que a gente possa ter um número maior de votos necessários para a aprovação. E é claro, mantendo a União, os estados e municípios nas mudanças que possam acontecer", declarou.

 


Fonte: Divulgação CCom

Comentários