Usuários estão revoltados · 23/03/2017 - 08h27

Após audiência pública em Teresina, serviço do UBER deve ser suspenso

Após audiência pública em Teresina, serviço do UBER deve ser suspenso


Compartilhar Tweet 1



Em audiência pública realizada nesta quarta-feira (22/03) na Câmara Municipal de Teresina, ficou decidido que um funcionamento do aplicativo Uber na capital deve ser suspenso até que o serviço seja regularizado no município.

A audiência contou com a participação de taxistas, mototaxistas, do assessor jurídico da Associação de Motoristas Autônomos e Transporte Individual de Passageiros do Piauí (Amatepi), representantes da Ordem dos Advogados do Brasil no Piauí (OAB-PI) e do Ministério Público, e foi proposta pelo vereador Deolindo Moura, para discutir com as entidades a questão.

Taxistas e mototaxistas lotaram o plenário da Câmara e fizeram muito barulho contra o funcionamento do aplicativo. Enquanto eles insistem na ilegalidade do serviço, a própria OAB-PI se manifestou contra a lei que proíbe seu funcionamento na capital.

O próprio prefeito Firmino Filho se manifestou contra o Uber e disse que se trata de um monopólio. O vereador Dudu (PT) pensa igual o prefeito, os dois estão juntos na batalha pela suspensão do serviço.

O Uber irrita muita gente mesmo. Primeiro que é um serviço bom para população, com preço em conta, que incomoda o poder público, que não está nem ai para o povo.

Irrita os gestores dos transportes tradicionais, que em Teresina são de péssima qualidade. Além disso, o Uber não faz doações para campanhas eleitorais, por isso não há nenhum político que defenda algo que beneficie os teresinenses.

Veja também:
180 testou Uber, táxi e mototáxi: qual desses três é mais rápido e 'barato'?

- Fotos: reprodução Facebook do vereador Deolindo Moura