'Para de Me Iludir' · 17/08/2022 - 16h45 | Última atualização em 17/08/2022 - 16h48

Xand Avião canta música nova surpreende público durante show em Teresina


Compartilhar Tweet 1



Xand Avião cantou uma música nova pela primeira vez durante show em Teresina, na última segunda-feira (15/08). O nome da canção que ainda não foi lançada oficialmente é “Para de Me Iludir”. 

    Nara Fassi/Divulgação

O artista compartilhou a novidade com seus seguidores no Instagram. “A cara de quem lançou e gravou nova música hoje em Teresina!. PARA DE ME ILUDIR nasceu grande! Obrigado Meu Deus”, postou.

    Reprodução / Instagram

Xand ainda mostrou suas reações de satisfação ao ver que o público já havia aprendido a nova letra e cantou tudo. “Eu vendo Teresina cantar tudo sem errar. Esse Piauí tem que ser estudado.”, brincou.

Teresina é a terceira capital que o forrozeiro já gravou um clipe durante sua apresentação. 

Vídeo:

Receba notícias do 180graus no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: t.me/noticias180graus.

PostMídia: (86) 9 98101-7440

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A poucos dias de voltar aos palcos em nova turnê após três anos ausente, a cantora Sandy, 39, anunciou nesta terça-feira (16) parcerias com Vitor Kley, a funkeira Ludmilla, o duo OutroEu e o pianista de jazz Amaro Freitas na segunda edição do projeto "Nós, Voz, Eles". Todas as canções têm vídeos dos bastidores da gravação no canal da cantora no YouTube.

Sandy disse que convidou os artistas para os feats porque queria mais pluralidade em seu novo projeto e admitiu que a escolha de alguns deles teve influência do marido, Lucas Lima -que faz a direção musical do projeto-, como a participação do pianista Amaro Freitas. Vitor Kley conheceu quando ele esteve no estúdio do marido para gravar. Antes deles, ela gravou com Wanessa e Agnes Nunes.

A cantora revelou que também tentou despistar os fãs para que não descobrissem quais seriam as próximas parcerias musicais. "Eu não segui a Ludmilla no Instagram para não dar spoiler, porque eu começava a seguir qualquer pessoa e gerava especulações. Eu tenho que lembrar que agora posso seguir ela", disse rindo.

Sandy falou que o lançamento da música "Leve", em parceria com Wanessa, foi uma oportunidade de mostrar para as pessoas que elas não são rivais e que isso foi uma falsa rixa criada pela mídia e os fãs. "Eu fiquei de olho no que iriam comentar [quando lancei a música]", disse a cantora, que conhece Wanessa desde criança. "Foi um encontro super feliz. Eu não faço se não for verdadeiro", acrescentou Sandy.

Já a música "De Cada Vez", escrita por Edu Tedeschi e lançada em parceria com Agnes Nunes, é uma canção muito especial para a cantora. Sandy afirma que sente como se fosse autobiográfica porque acredita em tudo o que está cantando. Ela revelou foi a última que mostrou para a amiga e madrinha do seu filho, a produtora e empresária Patrícia Perissinotto Kisser, esposa do músico Andreas Kisser, que morreu em julho em decorrência de um câncer.

"Todas as vezes que eu canto me emociono muito, porque eu estava passando por esse processo de me despedir dela enquanto eu estava gravando. Às vezes as coisas boas e as coisas ruins vem como que com a mesma intensidade, no mesmo momento, e a gente fica até confusa sem entender o que a vida está entregando ali para a gente."

Sobre a volta dos shows, ela admitiu que estava com muita saudade de fazer, mas preferiu esperar um momento mais seguro por ter medo de expor as pessoas ao coronavírus. "Quando fiz a pré-estreia e pisei no palco eu chorei porque não acreditava que estava acontecendo", disse a cantora.

Questionada se pretende estender a turnê que passará por 13 cidades, Sandy disse não mesmo com cidades com ingressos esgotados, como a estreia no Espaço Unimed, em São Paulo, no dia 18 de agosto. Ela falou que deseja preservar os momentos em família e ficar mais tempo com o filho. "Por isso eu tenho esse ritmo um pouco mais lento de trabalhar um pouco menos. Eu estou meio cansada [depois de 32 anos de carreira]."

Comentar
Hit 'Coração Cigano' · 10/08/2022 - 09h00

Vídeo: Luísa Sonza grava 1ª música sertaneja com Luan Santana


Compartilhar Tweet 1



A cantora Luísa Sonza faz sua estreia no sertanejo com um feat na música 'Coração Cigano', do cantor Luan Santana, gravada ao vivo em show na Vila Itororó, em São Paulo, no final do passado. A canção faz parte do álbum e DVD "Luan City" lançado nesta terça-feira (9) em comemoração aos 15 anos de carreira do cantor.

Luan conta que compôs a canção há dois anos na beira da piscina ao lado da família, que estava cobrando o lançamento. "Fiz uma sequência de notas, comecei a cantarolar e foi nascendo muito rápido. Mostrei para o meu pai e minha mãe no violão antes de ser gravada", disse o cantor.

    Reprodução / Instagram

Para o cantor, Luísa soma muito pessoalmente e profissionalmente para o projeto musical com suas referências do pop mundial e funk. "'Coração Cigano' combina com a Luísa porque tem uma melodia quente, romântica e, ao mesmo tempo, namora com o pop e o sertanejo", disse o cantor, que imaginava o feat com a artista desde uma live que fizeram com a cantora Giulia Be, em 2020.

A cantora falou que gosta de passear por vários gêneros musicais e que isso está relacionado a sua própria história na música -ela começou cantando em banda de baile. Ela afirmou que prefere não ter limitações e gosta de fazer músicas bem diferentes porque para ela "errar é repetir a fórmula". "Onde eu sentir que devo estar, eu vou."

Luísa afirmou ainda que é muito significativo fazer uma música dentro do trabalho de Luan, que ela chegou a gravar cover em seu canal no YouTube. Ela lembrou que tem apenas cinco anos de carreira e receber o apoio do cantor com tantos anos na indústria musical teve um peso emocional grande na sua carreira.

"Luan é o primeiro artista que me abraçou de todas as maneiras em todos momentos da minha vida. Ele sabia o quanto eu amava esse tipo de música", disse Luísa, que acredita estar abrindo uma nova porta na carreira. "Me leva para um lugar de respeito, 'ela já pode fazer [sertanejo], já fez com o Luan'", acrescentou.

 

Comentar
Aprovada pelos internautas · 04/08/2022 - 12h59

Vídeo: banda islandesa de rock canta Ilariê, hit de Xuxa, e viraliza


Compartilhar Tweet 1



Ilariê, um dos maiores sucessos de Xuxa Meneghel, ganhou uma curiosa e divertida versão em islandês. Um trecho da apresentação da banda Studla Bandid viralizou nas redes sociais nas últimas horas e conquistou os brasileiros. As informações são do Metrópoles.

    Reprodução

Não é preciso saber falar islandês para reconhecer o refrão icônico: “Ilari lari lari ê, ô ô ô”. Também chamou a atenção dos brasileiros a euforia do público local durante a execução da música.

Lançada no álbum Xou da Xuxa 3, o mais vendido da apresentadora (quase 4 milhões de cópias), Ilariê já foi traduzida para inglês, espanhol e até chinês. A canção foi a mais executada nas rádios em 1988.

Roqueiros famosos como Lucas Silveira, da banda Fresno, elogiaram a versão. Confira a repercussão:

Receba notícias do 180graus no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: t.me/noticias180graus.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentar
Nattan levanta multidão · 27/07/2022 - 07h35

'Tem Cabaré Essa Noite' é a música do Fortal 2022


Compartilhar Tweet 1



Tem cabaré essa noite? A pergunta que não quer calar foi respondida durante as quatro noites do Fortal 2022. Quem curtiu a micareta, em Fortaleza (CE), de quinta-feira (21/07) ao domingo (24/07), certamente ouviu a canção inúmeras vezes. As informações são do iG Gente.

Nattan no Fortal 2022
Nattan no Fortal 2022    JL Rosa/Divulgação

O hit "Tem Cabaré Essa Noite" de Nattan, também conhecido como Nattanzinho, em parceria com Nivaldo Marques, foi a música do Fortal 2022. Do alto dos trios ou até mesmo do palco no "Camarote Mucuripe", os artistas incluíram no repertório a faixa que também dominou as praias, hotéis e festas fora da Cidade Fortal. Claudia Leitte, Ivete Sangalo e Zé Felipe foram alguns dos artistas que colocaram a música no repertório para embalar os foliões.

A consagração da música aponta para a estratégia bem feita de Nattan, que estreou no Fortal com o "Bloco Hype", na sexta-feira (22/07), com o sonho de levar a faixa para o primeiro lugar do Spotify no Brasil. E está quase lá. No primeiro dia de "Fortal", a música de Nattan aparecia em 24º lugar na plataforma, com 410 mil streams.

No sábado (23/07), após a apresentação de Nattan na sexta-feira, a faixa subiu para o 11º lugar, com 775 mil streams. No domingo, "Tem Cabaré Essa Noite" entrou no top 10 ao conquistar a sétima colocação no Spotify.

Além de entregar a música da micareta e comandar a animação no trio, o cantor também chamou a atenção durante o desfile por subir em um foguete cenográfico, que ficou montado em uma estrutura em frente ao trio. “Sem palavras para descrever a sensação que senti puxando, pela primeira vez, um trio no Corredor da Folia do Fortal. Mais um sonho que se torna real. Agora, até 2023, né?”, afirma Nattan, que tem o desejo de retornar para a micareta.

Nattan no Fortal 2022
Nattan no Fortal 2022    JL Rosa/Divulgação

Receba notícias do 180graus no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: t.me/noticias180graus.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentar
Cantor estava fazendo um show · 25/07/2022 - 16h34

MC Cabelinho desmaia ao pular sobre o público e cai em cima de criança


Compartilhar Tweet 1



MC Cabelinho passou por um verdadeiro perrengue durante um show na The Choice, realizado no último domingo (24/07). Isso porque, após cantar uma música, o cantor aproveitou para se jogar na galera, uma cena que é comum em alguns shows. O que ele não esperava é que aquele movimento brusco o faria desmaiar. As informações são do Metrópoles.

    Reprodução/Instagram

O momento, que foi publicado nas redes sociais, mostra o instante em que ele pula na galera e é engolido pela multidão. Os seguranças da apresentação vão atrás de cabelinho e o retiram dali. O músico, entretanto, aparece desacordado. O cantor, pouco mais tarde, relembrou as cenas de terror e relevou que caiu em cima de uma criança.

Confira:

Já no camarim, o Cabelinho acalmou os fãs. “Só para falar que eu estou bem. Mano, vocês não sabem o que aconteceu. Eu estava fazendo o meu show na The Choice, eu inventei de pular no público. Como geral fala, como já fiz outras vezes, mas dessa vez deu ruim de verdade, mano”, explicou.

O artista também relembrou o momento: “Veio uma multidão de crianças em cima de mim. Quando eu menos esperei, já tinha criança debaixo de mim. Uma multidão ali, e eu não estava conseguindo subir de jeito nenhum. E tinha criança debaixo de mim pedindo socorro”.

“Mano, foi cena de terror ali. Com todo respeito, fiquei com falta de ar, tá ligado? Desmaiei, tá ligado? Cheguei no camarim já zonzo com a equipe de bombeiro lá me ajudando”, pontuou Cabelinho.

MC Cabelinho, então, enviou uma mensagem aos seus fãs e se desculpou. “Peço desculpa, porque na hora do show é foda. O público estava lindo, a gente fica empolgado. Os seguranças vieram rápido para me ajudar ali. O bagulho é sério”, finalizou.

Receba notícias do 180graus no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: t.me/noticias180graus.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O lançamento do novo álbum da cantora e compositora Marília Mendonça (1995-2021), "Decretos Reais Vol. 1", causou instabilidade em uma das principais plataformas de streaming do país. Internautas relataram que o Spotify apresentou travamentos e problemas para reproduzir o álbum.

A DJ e advogada Dra. Deolane Bezerra escreveu: "A Marília conseguiu travar o Spotify, essa mulher sempre será a maior". Os números no YouTube também impressionam. Nos primeiros minutos de lançamento, os vídeos chegaram a 100 mil visualizações.

    Reprodução

Lançado na véspera da data em que Mendonça celebraria 27 anos de idade, o EP "Decretos Reais Vol. 1" é o primeiro trabalho póstumo da carreira da artista e apresenta o registro de cinco canções interpretadas durante uma das lives feitas pela cantora ao longo do período de isolamento durante a pandemia.

Intitulada "Serenata", a live realizada em 15 de maio de 2021 apresentou repertório eclético com sucessos de nomes como Leonardo, Zezé Di Camargo &

Luciano, Genival Santos (1943-2014), Dalto e Ovelha.

Para o álbum, foram pescadas canções como "Te Amo Demais" (César Lemos/ Karla Aponte, 2002), "Não Era pra Ser Assim" (Cláudio Noam/ Lucas Robles, 2003), "Sendo Assim" (Jacinto José, 1976), "Muito Estranho (Cuida Bem de Mim)" (Dalto/ Cláudio Rabello, 1982) e "Te Amo, que Mais Posso Dizer? (More Than I Can Say)" (Sonny Curtis/ Jerry Allison, 160/ versão em português: J. Oliveira, 1981).

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O show da dupla sertaneja Henrique & Juliano no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), no último domingo (05/06) foi marcado por furtos, tiros e cenas de sexo. Enquanto no palco, a dupla cantava sucessos da carreira, com direito à participação da mãe de Marília Mendonça, registros da plateia, que viralizaram nas redes sociais, mostram o caos que a apresentação se tornou para quem a assistia. As informações são do Metrópoles.

    Reprodução

Um dos vídeos mais comentados é do momento em que Francis Junio Ribeiro, de 27 anos, é baleado no abdômen. Segundo reportagem da TV Anhanguera, o tiro foi disparado por um policial militar. Em depoimento, o servidor alegou que alguém reagiu ao sentir que alguém tentou pegar sua arma. Ele não teria percebido que atingiu alguém.

O rapaz atingido foi levado às pressas para o Hospital de Urgências de Goiás (Hugo), onde está internado em estado grave. De acordo com o hospital, Francis passou por cirurgia no tórax e na mão esquerda e segue na unidade de terapia intensiva (UTI), consciente e respira espontaneamente com ajuda de oxigênio.

Além do tiros, várias ocorrências de furtos foram contabilizadas no evento. Outro vídeo que circula nas redes sociais e em aplicativos de mensagem mostram o momento que um grupo de homens se aproxima de um rapaz e puxa o cordão de seu pescoço. A vítima chega a questionar o bando, que deixa o local como se nada tivesse acontecido.

 

Cenas de um casal fazendo sexo no meio de uma plateia também foram vinculadas ao show. As imagens geraram revolta por expor o rosto da mulher.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Em meio à polêmica dos shows sertanejos pagos por prefeituras brasileiras, um post antigo feito por Marília Mendonça nas redes sociais tem viralizado nas redes sociais. Nele, a eterna Rainha da Sofrência lamentava a resistência das administrações municipais e estaduais de receberem o projeto Todos os Cantos, gratuitamente. As informações são do Metrópoles.

    Reprodução/Instagram

“O projeto ‘Todos os Cantos’ é feito de boas intenções, pena que não é valorizado por quem mais deveria valorizar: os próprios líderes da cidade e do estados, que tem sua casa exposta e valorizada por todo mundo e sem ‘incentivozinho’, hein? Difícil”, diz um trecho do post.

“Se estivéssemos pedindo dinheiro, eu entenderia. Agora: ‘ei, quero valorizar o turismo na sua cidade, trazendo um show grátis para sua população, posso?’ Porta na cara. Não fazem e não deixam que façam! Ok… aqui a luta não para!”, completou a sertaneja.

De acordo com o colunista Lucas Pasin, do Splash, do UOL, o desabafo de Marília foi feito após um show não liberado em Vitória, no Espírito Santo, no dia 19 de outubro de 2019. Sem conseguir levar o projeto, que passou por várias cidades brasileiras, para a capital capixaba, Marília optou por gravar um clipe da música Tentativas com imagens feitas no Parque da Fonte Grande, em Vitória, e na Praia da Boca da Baleia, em Anchieta.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentar
Na massão Bliss · 17/05/2022 - 15h50

Cojobas comemora 20 anos com show de reencontro da banda


Compartilhar Tweet 1



Notícia da Manhã - A banda Cojobas é uma banda de Teresina,completa 20 anos agora em 2022, e para aproveitar essa data marcante de duas décadas, estará reunido novamente o grupo após três anos sem subir aos palcos. O show está marcado vai ser no dia 28 de Maio, e os ensaios já começaram.

    Reprodução

Da união de um grupo de amigos, surgiu uma das bandas mais respeitadas do cenário musical piauiense.

    Reprodução

"Esses 20 anos a gente começou na verdade com três primos, e a patir daí a gente ficamos amigos e começou como uma diversão", disse um integrante da banda.

Formada por oito músicos apaixonados por Rock, o Cojobas tem uma trajetória marcada por grandes produções. No repertório os clássicos da música internacional não podem faltar, mas também há espaço para os sons autorais. 

    Reprodução

"A cada produção que a gente faz eu chamo de loucura, cada Loucura dos Cojobas a gente tem a graça do povo embarcar com a gente, ao ponto de ponto não só uma produção, um show dos Cojobas, mas também encontro desses amigos que têm sempre a qualidade de estarem juntos", disse Ostiga Junior.

O show também marca um encontro com os fãs o que não acontecia desde 2019.

"Quando a gente voltou agora foi muito emocionante, inclusive revisitar esses 20 anos de banda e essa emoção toda a gente está transformando em performance para entregar para o público agora no dia 28", finaliza Ostiga Junior.

    Reprodução

O show do dia 28 vai revisitar toda a trajetória da banda, desde as primeiras apresentações, a participação em grandes festivais como o Piauí Pop e a era das redes sociais. E como já é tradição, o público também vai conferir um espetáculo musical com padrão Cojobas.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Acontece neste domingo (03/04) a principal cerimônia de premiação da música internacional, o Grammy. Marcada para acontecer no MGM Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos, a celebração contará com shows de artistas como Justin Bieber, Billie Eilish, Lady Gaga e Olivia Rodrigo – a única que concorre nas quatro categorias principais. As informações são do Metrópoles

Aos 18 anos, a artista norte-americana está cotada ao prêmio de melhor álbum, por Sour; ao de canção do ano, por Drivers License, obra que também concorre a melhor gravação; e na categoria artista revelação.

Outros destaques do Grammy ficam por conta do pianista Jon Batiste, indicado a 11 categorias, além de Finneas Eilish, que colaborou com o álbum da irmã, Billie, e também concorre direta ou indiretamente nas quatro categorias principais.

Justin Bieber, Doja Cat e H.E.R. concorrem em oito categorias. A pianista brasileira Eliane Elias foi indicada ao prêmio de melhor álbum latino por Mirror Mirror e pode faturar o segundo Grammy da carreira.

Mudanças

Para este ano, a Academia de Gravação dos EUA mudou o sistema de indicações. Os artistas indicados foram votados pelos 11 mil membros da instituição e não mais por um grupo seleto de 15 a 30 especialistas. Outra mudanças diz respeito à quantidade de indicados nas categorias principais: de 8 para 10 selecionados.

Confira abaixo as indicações das principais categorias:

Álbum do ano

“We Are” – Jon Batiste

“Love For Sale” – Tony Bennett & Lady Gaga

“Justice (Triple Chucks Deluxe)” – Justin Bieber

“Planet Her (Deluxe)” – Doja Cat

“Happier Than Ever” – Billie Eilish

“Back Of My Mind” – H.E.R.

“Montero” – Lil Nas X

“Sour” – Olivia Rodrigo

“Evermore” – Taylor Swift

“Donda” – Kanye West

Canção do ano

“Bad Habits” – Ed Sheeran

“A Beautiful Noise” – Alicia Keys & Brandi Carlile

“Drivers license” – Olivia Rodrigo

“Fight For You” – H.E.R.

“Happier Than Ever” – Billie Eilish

“Kiss Me More” – Doja Cat e SZA

“Leave The Door Open” – Silk Sonic

“Montero (Call Me By Your Name)” – Lil Nas X

“Peaches” – Justin Bieber com Daniel Caesar & Giveon

“Right On Time” – Brandi Carlile

Gravação do ano

‘”I Still Have Faith In You” – ABBA

“Freedom” – Jon Batiste

“I Get A Kick Out Of You” – Tony Bennett & Lady Gaga

“Peaches” – Justin Bieber com Daniel Caesar & Giveon

“Right On Time” – Brandi Carlile

“Kiss Me More” – Doja Cat e SZA

“Happier Than Ever” – Billie Eilish

“Montero (Call Me By Your Name)” – Lil Nas X

“Drivers license” – Olivia Rodrigo

“Leave The Door Open” – Silk Sonic

Artista revelação

Arooj Aftab

Jimmie Allen

Baby Keem

FINNEAS

Glass Animals

Japanese Breakfast

The Kid LAROI

Arlo Parks

Olivia Rodrigo

Saweetie

Melhor performance solo pop

Anyone – Justin Bieber

Right On Time – Brandi Carlile

Happier Than Ever – Billie Eilish

Positions – Ariana Grande

drivers license – Olivia Rodrigo

Melhor performance em grupo ou dupla de pop

I Get A Kick Out Of You – Tony Bennett & Lady Gaga

Lonely – Justin Bieber & benny blanco

Butter – BTS

Higher Power – Coldplay

Kiss Me More – Doja Cat Featuring SZA

Melhor álbum vocal de pop

Justice (Triple Chucks Deluxe) – Justin Bieber

Planet Her (Deluxe) – Doja Cat

Happier Than Ever – Billie Eilish

Positions – Ariana Grande

Sour – Olivia Rodrigo

Melhor álbum vocal tradicional de pop

Love For Sale – Tony Bennett & Lady Gaga

Til We Meet Again (Live) – Norah Jones

A Tori Kelly Christmas – Tori Kelly

Ledisi Sings Nina – Ledisi

That’s Life – Willie Nelson

A Holly Dolly Christmas – Dolly Parton

Melhor performance de rock

Shot In The Dark – AC/DC

Know You Better (Live From Capitol Studio A) – Black Pumas

Nothing Compares 2 U – Chris Cornell

Ohms – Deftones

Making A Fire – Foo Fighters

Melhor performance de heavy metal

Genesis – Deftones

The Alien – Dream Theater

Amazonia – Gojira

Pushing The Tides – Mastodon

The Triumph Of King Freak (A Crypt Of Preservation And Superstition) – Rob Zombie

Melhor música de rock

All My Favorite Songs – Weezer

The Bandit – Kings Of Leon

Distance – Mammoth WVH

Find My Way – Paul McCartney

Waiting On A War – Foo Fighters

Melhor álbum de rock

Power Up – AC/DC

Capitol Cuts – Live From Studio A – Black Pumas

No One Sings Like You Anymore Vol. 1 – Chris Cornell

Medicine At Midnight – Foo Fighters

McCartney III – Paul McCartney

Melhor álbum alternativo

Shore – Fleet Foxes

If I Can’t Have Love, I Want Power – Halsey

Jubilee – Japanese Breakfast

Collapsed In Sunbeams – Arlo Parks

Daddy’s Home – St. Vincent

Melhor performance de R&B

Lost You – Snoh Aalegra

Peaches – Justin Bieber Featuring Daniel Caesar & Giveon

Damage – H.E.R.

Leave The Door Open – Silk Sonic

Pick Up Your Feelings – Jazmine Sullivan

Melhor performance de R&B tradicional

I Need You – Jon Batiste

Bring It On Home To Me – BJ The Chicago Kid, PJ Morton & Kenyon Dixon Featuring Charlie Bereal

Born Again – Leon Bridges Featuring Robert Glasper

Fight For You – H.E.R.

How Much Can A Heart Take – Lucky Daye Featuring Yebba

Melhor música de R&B

Damage – H.E.R.

Good Days – SZA

Heartbreak Anniversary – Giveon

Leave The Door Open – Silk Sonic

Pick Up Your Feelings – Jazmine Sullivan

Melhor álbum de R&B progressivo

New Light – Eric Bellinger

Something To Say – Cory Henry

Mood Valiant – Hiatus Kaiyote

Table For Two – Lucky Daye

Dinner Party: Dessert – Terrace Martin, Robert Glasper, 9th Wonder & Kamasi Washington

Studying Abroad: Extended Stay – Masego

Melhor álbum de R&B

Temporary Highs In The Violet Skies – Snoh Aalegra

We Are – Jon Batiste

Gold-Diggers Sound – Leon Bridges

Back Of My Mind – H.E.R.

Heaux Tales – Jazmine Sullivan

Melhor álbum de rap

“The Off-Season” — J. Cole

“King’s Disease II” — Nas

“Call Me If You Get Lost” — Tyler, the Creator

“Donda” — Kanye West

Melhor música de rap

“Bath Salts” — DMX featuring JAY-Z and Nas

“Best Friend” — Saweetie featuring Doja Cat

“Family Ties” — Baby Keem featuring Kendrick Lamar

“Jail” — Kanye West featuring JAY-Z

“M Y .L I F E” — J. Cole featuring 21 Savage and Morray

Melhor performance de rap

“Family Ties” — Baby Keem featuring Kendrick Lamar

“Up” — Cardi B

“M Y .L I F E” — J. Cole featuring 21 Savage and Morray

“Thot Shit” — Megan Thee Stallion

Melhor performance de rap melódico

“P R I D E. I S. T H E. DEVIL” — J. Cole featuring Lil Baby

“Need to Know” — Doja Cat

“Industry Baby” — Lil Nas X featuring Jack Harlow

“WUSYANAM” — Tyler, the Creator featuring YoungBoy Never Broke Again and Ty Dolla $ign

“Hurricane” Kanye West featuring The Weekend and Lil Baby

Melhor gravação dance/eletrônica

“Hero” – Afrojack e David Guetta

“Loom” – Olafur Arnalds e Bonobo

“Before” – James Blake

“Heartreak” – Bonoro e Totally Extinct Dinossaurs

“You can do it” – Caribou

“Alive” – Rufus du Sol

“The Business” – Tiesto

Melhor álbum de dance/eletrônica

“Subconsciously” — Black Coffee

“Fallen Embers” — Illenium

“Music Is the Weapon (Reloaded)” — Major Lazer

“Shockwave” — Marshmello

“Free Love” — Sylvan Esso

“Judgement” — Ten City

Melhor álbum de folk

One Night Lonely (Live) — Mary Chapin Carpenter

Long Violent History — Tyler Childers

Wednesday (Extended Edition) — Madison Cunningham

They’re Calling Me Home — Rhiannon Giddens with Francesco Turrisi

Blue Heron Suite — Sarah Jaros

Melhor álbum de jazz latino

“Mirror mirror” – Eliane Elias com Chick Correa e Chucho Valdés

“The South Bronx Story” – Charles Henriquez

“Virtual Birdland” – Arturo O’Farril e Afro Latin Jazz Orchestra

“Transparency” – Dafnis Prieto Orchestra

“El arte del bolero” – Miguél Zeon e Luis Perdomo

Melhor álbum de pop latino

Vértigo – Pablo Alborán

Mis Amores – Paula Arenas

Hecho A La Antigua – Ricardo Arjona

Mis Manos – Camilo

Mendó – Alex Cuba

Revelación- Selena Gomez

Melhor álbum de música urbana

Afrodisíaco — Raw Alejandro

El Último Tour Del Mundo — Bad Bunny

Jose — J Balvin

KG0516 — Karol G

Mendó — Alex Cuba

Sin Miedo (Del Amor y Otros Demonios) 8 — Kali Uchis

Melhor álbum country

Skeletons — Brothers Osborne

Remember Her Name — Mickey Guyton

The Marfa Tapes — Miranda Lambert, Jon Randall, and Jack Ingram

The Ballad of Dood & Juanita — Sturgill Simpson

Starting Over — Christ Stapleton

Melhor música country

“Better Than We Found It” — Maren Morris

“Camera Roll” — Kacey Musgraves

“Cold” — Chris Stapleton

“Country Again” — Thomas Rhett

“Fancy Like” — Walker Hayes

“Remember Her Name” — Mickey Guyton

Produtor do ano, não clássico

Jack Antonoff

Hit-Boy

Ricky Reed

Mike Elizondo

Rogèt Chahayed

Melhor clipe

“Shot in the Dark” — AC/DC

“Freedom” — Jon Batiste

“I Get a Kick Out of You” — Tony Bennett and Lady Gaga

“Peaches” — Justin Bieber featuring Daniel Caesar

“Happier Than Ever” — Billie Eilish

“Montero (Call Me by Your Name)” — Lil Nas X

“Good 4u” – Olivia Rodrigo

Melhor filme musical

Insidie — Bo Burnham

David Byrne’s American Utopia — David Byrne

Happier Than Ever: A Love Letter to Los Angeles — Billie Eilish

Music, Money, Madness… Jimi Hendrix in Maui — Jimi Hendrix

Summer of Soul — Vários

Melhor trilha sonora

Bridgerton — Kris Bowers
Dune — Hans Zimmer
The Mandalorian: Season 2 — Vol. 2 (Chapters 13-16) — Ludwig Göransson
The Queen’s Gambit — Carlos Rafael Rivera
Soul — Jon Batiste, Trent Reznor, and Atticus Ross

(86) 98149-4646

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Já está disponível em todas plataformas digitais a música 'Aquele Frejo', do piauiense Valciãn Calixto, lançada nesta terça-feira (29/03). A faixa, mistura de reggae e ska, fala de um relacionamento que sequer existiu, mas que mesmo assim gerou sentimentos e tem ainda uma melodia que lembra antigos forrós românticos, que o músico cresceu ouvindo nas rádios.

“É um single curioso porque a melodia me traz uma memória afetiva de cantoras como Eliane, a rainha do Forró, de bandas como Baby Som, Calcinha Preta, Brucelose, Desejo de Menina, Líbanos, Tropykalia, muito embora a sonoridade e arranjos da música tenham sido profundamente inspirados por artistas como Jennifer Lara, da antiga; e Sevana, Jaz Elise e Lila Iké, da nova geração do reggae jamaicano”, comenta o artista.

Além da melodia, outra 'nordestinidade' é a própria palavra 'frejo', que aparece no título da canção. “Eu acho ótimo esse termo e me remete a algo da infância. As mães e as tias da gente quando reclamavam, sempre falavam alguma coisa como: parem com esse fole, deixem de frejo aí, se não vão tudin apanhar”, de modo que o verbete tem um significado de bagunça, folia, confusão, algo incerto, indefinido, exatamente o que conta a história dessa música, um amor morreu sem ver a vida”, explicou.

Aquele Frejo anuncia o disco 'Seus Olhos Viam Deusas', com previsão de lançamento para agosto, mesmo mês em que Valciãn lançou os trabalhos Nada Tem Sido Fácil Tampouco Impossível (2020) e Macumbeiro 2.0 (2021). O álbum desse ano terá participações piauienses,  está sendo mixado e masterizado inteiramente pelo produtor mineiro Fernando Bones e promete muita diversidade de ritmos, o que já é uma característica da busca sonora que Calixto vem propondo desde o FODA! (2016), seu disco de estreia.

Confira:

 

Comentar
Cantora norte-americana · 27/03/2022 - 11h06

Miley Cyrus se declara para Anitta após show no Lollapalooza


Compartilhar Tweet 1



A cantora norte-americana, Miley Cyrus, usou suas redes sociais nesta madrugada de domingo (27/03), para se declarar a carioca Anitta, que por ventura, se apresentou junto dela no Lollapalooza 2022. Sendo assim, a estrela pop internacional não poupou elogios a artista brasileira, exaltando a sua desenvoltura no palco. As informações são do Área Vip.

Anitta e Miley Cyrus
Anitta e Miley Cyrus     Reprodução/Instagram

Dessa forma, por meio de uma publicação no Instagram, Miley Cyrus não perdeu a oportunidade de agradecer o carinho e exaltar a cantora Anitta. “Te amo muito, Anitta! Obrigada por aparecer no meu set do Lollapalooza! Estou tão feliz por você e seu megassucesso!”, disse a norte-americana.

No entanto, ela ainda prosseguiu e confessou que a artista brasileira merece todo o sucesso conquistado até aqui. “Você merece isso! Você trabalha tão duro e é absolutamente a MAIS GENTIL! Mas, você me mostrou um tempo tão bom no Brasil! Amigas para sempre! Como todas as BFFs nós combinamos nossos looks!” escreveu Miley, junto a vídeos do show.

Mais sobre a matéria de Miley Cyrus e Anitta

Sendo assim, vale lembrar que, Miley e Anitta cantaram de óculos escuros e com produções com assinatura Gucci. No show do Lollapalooza as cantoras levaram milhares de fãs a loucura ao cantarem ‘Boys Don’t Cry’. O show, que aconteceu em São Paulo, conseguiu arrastar mais de 2 milhões de pessoas nos primeiros dias.

Além disso, nos comentários da publicação de Miley, diversos internautas elogiaram a apresentação das artistas no festival da música. “Encontro de milhões, amei demais”, disse uma. “Amoooo, já quero feat especial haha”, comentou mais uma. “Arrasaram, eu fui, eu tava”, destacou outra fã. “Showzão, amei do início ao fim, Anitta e Miley arrasaram demais”, pontuou outra seguidora.

(86) 9 8803-2794

Comentar

Compartilhar Tweet 1



MARTHA ALVES
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

A brasileira Gabriela Dalcin, 19, está bem próxima de realizar o sonho de ser uma artista internacional. Ela é uma das finalistas do concurso que vai eleger a nova integrante do grupo feminino de K-pop Blackswan, um dos mais famosos da Coreia do Sul. A data da final do concurso ainda não foi anunciada, mas a expectativa é que aconteça no meio deste ano.

Gabriela foi uma das escolhidas entre 4.000 candidatas ao posto de quinta integrante do grupo e, agora na final, disputa a vaga com a indiana Sriya Lanka, 18. A brasileira conta que ficou sabendo do concurso pelas redes sociais da DR Music, empresa responsável pelo grupo. "Como venho praticando minhas habilidades desde pequena, já estava preparada quando a audição foi anunciada, além de ter atualizado previamente o material para enviar."

Desde dezembro, a brasileira trocou a vida de estudante universitária em design gráfico, em Florianópolis, Santa Catarina, pela Coreia do Sul. No país asiático, ela divide o tempo entre aulas de coreano e treinamento de dança e canto, em uma rotina intensa que começa de manhã e termina à noite. "Os treinamentos estão sendo muito difíceis e cansativos, mas como este é o meu sonho e estou quase chegando a ele, tem realmente valido a pena."

A cantora diz que um dos maiores desafios que tem enfrentado é aprender coreano -ela precisa conseguir falar o básico do idioma até o meio do ano.

Gabriela garante que tem trabalhado duro para isso e já consegue falar e entender algumas palavras e frases. "Parte da empresa só fala coreano, porém há aqueles que falam inglês também. Nas primeiras semanas só falamos inglês, mas hoje em dia eu tento me comunicar em coreano sempre que possível."

Vivendo do outro lado do mundo, Gabriela afirma que sente muita falta da família, que vive em Florianópolis. Esta é a primeira vez que ela deixa a casa dos pais para morar longe e assume as responsabilidades de cozinhar e limpar. Ela divide a residência com dois funcionários da DR Music e a sua concorrente no concurso.

"Minha família sempre me apoiou muito para seguir meu sonho. Então, apesar de eles sentirem muito a minha falta, também estão me encorajando a continuar nesta batalha. Sou muito grata por tudo que fazem por mim", diz a cantora, que passou o Natal e Ano Novo longe da família.

A rotina de treinos não deixa tempo nem para Gabriela visitar os pontos turísticos locais. "Eu posso dizer que o que tenho mais desfrutado na Coreia até agora é a comida. Os pratos são muito saborosos, apesar de serem muito picantes."

O pouco tempo que sobra nos finais de semana ela utiliza para matar a saudade da família por meio de videochamada. Mas, caso seja escolhida para fazer parte do BlackSwan, a brasileira sabe que terá que se mudar de vez para a Coreia do Sul. "Acredito que estou preparada para essa mudança e, se possível, minha família certamente virá me visitar sempre que puder."

Gabriela conta que começou a se interessar por música aos nove anos quando iniciou as aulas de teatro musical e teve que cantar, dançar e atuar. "Depois de alguns anos da minha vida, notei que o que realmente me faz feliz é cantar."

O interesse pelo K-pop começou em 2016 quando foi apresentada por amigos ao gênero musical originado na Coreia do Sul -antes disso, seu foco estava na ópera e no pop. Segundo ela, foi incrível ver como os astros de K-pop cantam e dançam ao mesmo tempo, e sempre intensamente. "Então, eu decidi como artista que quero fazer o mesmo."

Desde então, Gabriela passou a seguir os grupos de K-pop administrados pela DR Music, entre eles, o Blackswan, criado em 2020. "Quando Blackswan estreou, comecei a gostar do grupo e adorei o lema deles: 'seja único'", diz a cantora. Mas ela admite que o seu grupo favorito de K-pop é o Twice, que não pertence a DR Music. "Eu tenho muito respeito por eles, pois é um grupo sênior de K-pop. Tenho como inspiração", diz a cantora que no Brasil chegou a participar de audições de programas de TV, filmes e fazer cover de k-pop.

Caso vença a disputa para ser a quinta integrante do Blackswan, Gabriela não será a única cantora brasileira de k-pop e nem integrante do grupo -formado por duas cantoras coreanas, uma senegalesa e uma brasileira, chamada Leia, com ascendência japonesa. A gaúcha Francinne é outra cantora brasileira sem ascendência asiática, assim com Gabriela, a virar estrela de K-pop na Coreia.

"Gostem ou não, elas abriram portas para que mais brasileiros participassem da indústria do K-pop."

Comentar
Segue fazendo enorme sucesso · 07/03/2022 - 10h32

Henrique & Juliano marcam números bilionários nas plataformas digitais


Compartilhar Tweet 1



A dupla Henrique & Juliano segue fazendo enorme sucesso com lançamentos recentes. Dos últimos três novos trabalhos da dupla, dois já ultrapassaram a marca de mais de 1 bilhão de reproduções no Spotify, sendo que o último lançamento, Manifesto Musical Vol.2, lançado no início de 2022, já conta com quase 500 milhões de acessos. As informações são da coluna do Léo Dias no Metrópoles.

    Reprodução

Além dos lançamentos originais da dupla, o projeto Todos Os Cantos Vol.1 da eterna Rainha da Sofrência, Marília Mendonça, que teve os dois como participantes especiais, também conta com a marca bilionária de reprodução.

O álbum Manifesto Musical Vol.1, de 2021, conta com mais de 1.1 bilhão de reproduções no Spotify, enquanto o trabalho Ao Vivo No Ibirapuera, de 2020, ultrapassou a marca de 1.07 bilhão de reproduções. Esquece o Mundo Lá Fora também alcançou a marca, com mais de 1.19 bilhão de plays. Todo esse sucesso se dá de maneira quase orgânica, já que a dupla não aderiu a utilização massiva de redes sociais como o Tik Tok e sem muitas aparições em programas de TV.

Comentar
Vai retomar agenda · 04/03/2022 - 14h00 | Última atualização em 04/03/2022 - 14h06

Calcinha Preta anuncia retorno aos palcos após morte de Paulinha Abelha


Compartilhar Tweet 1



A banda Calcinha Preta anunciou que vai retomar sua agenda de shows em 11 de março. O grupo de forró suspendeu as apresentações em 21 de fevereiro, quando a vocalista Paulinha Abelha estava em coma. Ela morreu na última quarta-feira (23/02). As informações são do Metrópoles.

    Reprodução/Instagram

O anúncio do retorno foi feito pela Faz Mídia, escritório responsável pela Calcinha Preta, no perfil oficial da banda.

“Embora estejamos profundamente entristecidos pela perda precoce da querida Paulinha Abelha, o grupo manterá os seus compromissos de trabalho, retomando a agenda de shows no próximo final de semana, dia 11/03, em Mata Roma (MA)”, diz o texto.

“Precisamos recomeçar, pelo amor que sempre vai existir em nosso coração e nas músicas que a Abelha eternizou”, completa o texto.

Para homenagear Paulinha Abelha, o grupo mudou a logomarca da banda, que agora conta com o desenho de uma abelha. Eles também revelaram que não vão substituir a vocalista: “A banda seguirá com Daniel Diau, Silvânia Aquino e Bell Oliver”.

 

Comentar
Música divulgada · 03/03/2022 - 14h00

Naiara Azevedo lança polêmico hit com Marília Mendonça


Compartilhar Tweet 1



O polêmico feat gravado por Naiara Azevedo com Marília Mendonça, antes da morte da cantora, em novembro do ano passado, será lançado nessa quinta-feira (03/03). Em janeiro, quando Naiara foi confirmada no BBB22, o irmão de Marília, Gustavo, fez duras críticas à sertaneja, por causa de rumores de que ela planejava aproveitar a participação para divulgar a parceria. Depois, pediu desculpas. As informações são do Metrópoles.

    Reprodução/Instagram

Dias depois, a família da Rainha da Sofrência autorizou o lançamento de 50%. Naiara, contudo, evitou comentar polêmica após sair do reality show, limitando-se a divulgar a música nas redes sociais.

“Muito feliz de poder apresentar para o mundo essa parceria. Gravar com a Marília sempre foi um sonho. Nos encontramos algumas vezes nos palcos da vida, mas nunca havia tido uma troca entre nós. Para mim, ela ter aceitado o convite foi uma realização pessoal e profissional”, declarou ela.

50% chega às plataformas nesta quinta-feira (03/03) às 21h. A parceria também chega com um videoclipe no Youtube, no mesmo horário.

Comentar
Bastante empolgado · 03/03/2022 - 08h14

Leo Santana lança feat com MC Don Juan e Mari Fernandez


Compartilhar Tweet 1



Totalmente antenado com o que está rolando no Brasil e no mundo, Léo, que não tem rótulos quando se trata de música, lança nesta quinta-feira, dia 3 de março, às 21h, em todas as plataformas digitais, o single Áudio que Te Entrega, parceria com MC Don Juan e Mari Fernandez. As informações são da coluna do Léo Dias no Metrópoles.

    Reprodução/Instagram

“Ter meu hermano MC Don Juan e minha amiga Mari Fernandez nesse trabalho realmente me deixou bastante empolgado. São duas pessoas por quem tenho grande admiração e que são máquinas de hit. Sinto que vai ser um sucesso… a música é boa demais e você não consegue ficar parado enquanto escuta. Acredito que a galera vai curtir muito”, promete o Gigante.

Don Juan também se demonstrou muito animado com a nova parceria:”Estou muito feliz e empolgado com esse lançamento. Além da música ser muito boa, é com duas pessoas que eu admiro demais. Primeira oportunidade de gravar com um cara gigante como Léo Santana e mais uma vez com minha parceira Mari Fernandez. Esse som tem tudo pra ser mais um hit!”, afirmou.

“Quando o Léo me mandou “Áudio que te entrega”, eu achei top. É uma música chiclete que fica na cabeça e tem um contexto diferente e legal demais. Eu falei para o Léo que era uma honra para mim gravar com ele, ainda mais com o Dom Juan junto!”, revelou Mari Fernandez.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Cledeilson Barreto, conhecido como Preto Kedé, lançará seu mais novo trabalho, o EP 'O chefe', em comemoração aos seus 22 anos de carreiras e desafiando mais uma vez com novos ritmos, em 10  faixas de músicas, que prometem agitar e lançar vários hits.

Ele começou sua carreira artística ainda criança na dança (hip-hop) com o tempo foi entrando no mundo da música aonde conheceu o Rap, já participou de vários grupos, festivais aonde viajou para vários estados do Brasil, protagonizou um curta metragem 'Deixa a chuva cair'.

Em 2019 começou com a sua carreira solo que desde então o cantor vem se desafiando, aprendendo e se modificando, misturando novos ritmos e aprimorando os seus conhecimentos na dança.

A produção do cantor iria lançar o EP em Fevereiro mais decidiram fazer mais uma surpresa para o público do cantor, em Março será o lançamento do EP e essa 'surpresa' , será o que vem por aí? Fiquem ligados nas redes sociais do @preto.kedé e acompanhe essas novidades!

Comentar
Nova música · 25/02/2022 - 14h29 | Última atualização em 25/02/2022 - 14h47

Matheus Fernandes e Xand Avião lançam novo trabalho juntos


Compartilhar Tweet 1



Depois de muita expectativa para o lançamento da parceria entre Matheus Fernandes e Xand Avião, finalmente vamos conhecer Balanço da Rede. A canção, que Matheus assina como um dos compositores, foi lançadas às 21h da última quinta-feira (24/02) e já está disponível em todas as plataformas digitais. As informações são da coluna do Léo Dias no Metrópoles.

    Reprodução/Instagram - montagem

A faixa chega aos aplicativos de música depois de duas semanas do anúncio da colaboração entre os artistas, que deram spoilers da gravação do videoclipe em suas redes sociais. A união de duas grandes vozes do forró, em uma faixa inédita e pra lá de animada, tem gerado grande expectativa entre os fãs dos cantores.

Produzida por Igow, Balanço da Rede é a nova música de trabalho de Matheus Fernandes que possui sete anos de carreira. O cantor comentou um pouco da expectativa para o lançamento com esta coluna: “Estou muito feliz por finalmente compartilhar essa música com todos vocês. Foi incrível compor, gravar a faixa e o videoclipe, mas acredito que vai ser ainda mais incrível ver todos vocês ouvindo, curtindo e balançando muito a rede”.

Dirigido por Pedro HD, o audiovisual da canção, que estará disponível no YouTube de Matheus nesta sexta-feira (25/2) às 11h, foi gravado no Porto das Dunas, em Aquiraz (CE), próximo de Fortaleza (CE), terra natal de Matheus Fernandes. No belíssimo e tranquilo cenário da praia, Matheus e Xand balançaram a rede e pretendem colocar os fãs para dançar com essa canção.

Xand Avião também relatou a felicidade em compartilhar este lançamento com Matheus Fernandes: “Eu tô muito feliz com a parceria com o MF! A música é uma paulada de boa, tenho certeza que em pouco tempo vai cair nas graças do povo. A rede vai balançar. Prepara o pézinho na parede. O clipe também ficou muito legal, um cenário paradisíaco no meu Ceará! Não percam”.

Matheus Fernandes, mais conhecido como MF, viu sua carreira decolar aos 23 anos de idade após o estouro de músicas como Mulherada na Lancha, Mete Ficha e Modo Avião. Hoje, aos 30 anos e com quase uma década de estrada, o cearense é considerado um dos grandes nomes atuais do forró, combinando ritmos como sertanejo, piseiro, arrocha, brega e batidas eletrônicas ao seu trabalho. MF também é dono do hit Baby Me Atende, canção composta por ele e com participação de Dilsinho, que se aproxima de 350 milhões de visualizações no YouTube. Sua parceria com Ávine Vinny em Coração Cachorro também é sucesso e tem 127 milhões de views.

 

Comentar
Um dos fenômenos do piseiro · 25/02/2022 - 09h01

Zé Vaqueiro abre o jogo sobre sucesso no piseiro e lança nova música


Compartilhar Tweet 1



Zé Vaqueiro foi um dos cantores que estourou no Brasil inteiro durante a pandemia. Com uma forte bandeira do piseiro, o artista trabalhou para chegar a todos os cantinhos de nosso país. Ao Metrópoles, o cantor demonstrou um imenso prazer em cantar e contou sobre o início de sua carreira. As informações são do Metrópoles.

    Reprodução/Instagram

Apesar de não trabalhar com a música desde cedo, Zé Vaqueiro buscou se manter neste mundo. “Eu sempre gostei muito de cantar e da música. Cantava em barzinhos, forrozinhos, risca-faca. Eu estava sempre lá fazendo uma participação e o pessoal sempre comentava positivamente”, começou contando.

Apesar disso, o artista buscou emprego em outras áreas e chegou a trabalhar em um lava-jato. “Depois desse período, eu resolvi seguir o meu sonho, o que estava no meu coração e me dedicar. Foi aí que eu bati o pé, me dediquei ao máximo e gravei o meu primeiro CD de estúdio. Eu distribuí na região e tudo foi acontecendo. Tocou demais lá na minha região e explodiu”, disse o cantor, acrescentando que lançou um outro álbum com as músicas que já tinha tocado bastante.

“Depois disso, a gente lançou um disco original, que foi onde bombou mesmo e que eu fiquei conhecido”, completa Zé Vaqueiro.

E foi somente de 2017 para 2018, quando Zé Vaqueiro começou a ficar conhecido, que ele decidiu viver da música. “Profissionalização mesmo foi em 2018, que o negócio já estava ficando pesado mesmo. A correria já estava ficando louca. Em 2019, foi quando o cinto apertou mesmo e eu comecei a fazer vários shows por aqui, fazia mais de uma apresentação na noite, foi uma loucura”, lembrou.

Sucesso nacional

Estourado em Fortaleza e em seu estado, o cantor viralizou no Brasil inteiro durante a pandemia. “Você vê sua música tocando em todos os lugares, todo mundo comentando, tocando bastante, milhares de visualizações, nas plataformas e você ter que ficar em casa, sem poder subir em um palco, em um show, você já imaginou minha cabeça? Meu Deus do Céu… eu já estava subindo pelas paredes de ansiedade de ter um contato com o público”, comentou Zé.

“Então, assim, quando eu vi as músicas tocando em todo canto, sem poder levar o show para o pessoal, sem poder estar vendo o pessoal cantando, sem poder estar recebendo a energia do público, eu fiquei feliz e triste, mas dei graças a Deus, tudo acontece no tempo dele e estamos voltando aos poucos e parece que tudo foi lançado ontem”
Zé Vaqueiro

Quando perguntado sobre como toda a repercussão de sua música, que o deixou estourado e no topo das paradas de sucesso, Zé Vaqueiro demonstrou uma emoção contagiante. “A gente sempre sonha com isso. A gente fez um trabalho bem bonito e foi assim… coisa de Deus, você não consegue explicar, sabe, aconteceu e foi vindo uma música bombando atrás da outra. Na minha cabeça, eu estava ‘meu Deus do céu’ (risos). Quando estoura uma música é uma coisa, mas estouraram várias músicas, o CD inteiro. Eu chorei demais, fiquei muito feliz, eu acho que eu comemorei uns dois meses (risos)”, expressou o artista

“Foi uma coisa que eu nunca tinha sentido, todo mundo fazendo vídeo, todo mundo cantando, vê uma música com 100 milhões de visualizações, eu não sabia nem o que era isso, quando eu vi, minha nossa, fiquei emocionado, é uma coisa que eu não consigo explicar”, contou.

Nova música

Na última semana, Zé Vaqueiro estreou Adivinha Aí, que já passou das 3,5 milhões de visualizações. “Meu coração foi para o caminho certo e o pessoal está curtindo, estou muito feliz com a resposta que ela vem dando, o pessoal abraçou de verdade. Fiquei vários dias sem dormir, para deixar tudo da melhor maneira possível e trabalhando nela e ficou sensacional, sem comentários. Ela é nosso bebezinho, a gente vai deixar ela um rapaz e um adulto”, falou, aos risos.

Em relação ao seu estilo musical, o cantor ressaltou que sempre busca todas as ferramentas para atingir todos os tipos de público. “Eu me preocupo muito com isso, de todo mundo abraçar, de ser saudável para a criança, porque eu me preocupo muito com a próxima geração. Eu tenho todo o cuidado para não me privarem dessa criança que daqui a pouco vai continuar me escutando”, explicou ele.

O piseiro foi um gênero musical que se fortaleceu muito durante a pandemia. Não só Zé Vaqueiro, mas muitos artistas seguiram esse caminho e embarcaram de cabeça no ritmo, fazendo com que as músicas viralizassem nos últimos dois anos.

O pessoal curte muito e curtiu muito durante a pandemia. Foi o ritmo da pandemia, tinha piseiro tocando nas casas, na TV, na rádio. Tanto a música animada, quanto a música romântica do piseiro, você não consegue ficar parado, você curte bastante, é um gênero gostoso de se escutar. O nosso foco é levar alegria para todo mundo.
Zé Vaqueiro

Para o complemento de 2022, Zé Vaqueiro já tem diversos planos. “Vamos gravar um EP nos próximos dias para lançar mais para frente, vão ser seis ou sete músicas e, no meio do ano, se tudo der certo, vamos gravar um DVD bem bacana. Teremos muitas parcerias musicais. Eu já defini que esse ano vai ser muito de trabalho, correria, de pisar o pé no acelerador mesmo, sem ter tempo para descansar e eu sei que os resultados vão ser os melhores”, finalizou.

Confira a entrevista por vídeo com o cantor:

 

Comentar
Momento difícil · 25/02/2022 - 08h08 | Última atualização em 25/02/2022 - 11h22

João Gomes fala pela primeira vez sobre o motivo de tristeza


Compartilhar Tweet 1



Na última quarta-feira (23/02), João Gomes preocupou os fãs após publicar um longo desabafo no Instagram. O cantor afirmou que passou por momentos difíceis nos últimos dias e intrigou a web sobre seu estado de saúde. A coluna LeoDias conversou, com exclusividade, com o astro do piseiro, que explicou o que anda acontecendo com ele. As informações são da coluna do Léo Dias no Metrópoles.

    Reprodução

O combo do sucesso pode custar um preço alto e é exatamente esse dilema que João Gomes, de apenas 19 anos, tem vivido nos últimos tempos. “Estamos na estrada há muito tempo vendo muita coisa, desde o início eu sempre tive muita força em Deus, mas acho que pra eu chegar e fazer aquele breve desabafo é porque as vezes a gente vai e esquece do primeiro motivo que faz a gente sonhar, e é muito importante a gente resgatar isso do nosso coração, até para cantar porque é muito ruim quando a gente perde esse brilho com as cobranças, pressão e com tanta coisa negativa, por isso que as vezes eu achava que ficar isolado era a melhor coisa que eu poderia fazer”, disse.

No Instagram, o cantor chegou a dizer que sentiu vontade de sumir e lamentou a fase difícil que está passando. Entre os motivos que o levaram a fazer o desabafo estão a pressão dos shows e a ansiedade com os próximos lançamentos.

João Gomes explicou que durante esse período chegou a perder o brilho com a quantidade de cobranças e buscou conforto em Deus, a quem sempre reforça gratidão por suas conquistas. Após alguns dias de pausa na rotina frenética de compromissos dignos de um verdadeiro astro, João passou a se sentir melhor. E aproveitou a conversa com nossa reportagem para tranquilizar os fãs:

“Nessa folga que eu tive foi o suficiente pra eu resgatar o motivo da minha alegria e esquecer um pouco essa pressão toda. Daqui a alguns dias eu vou estar com os próximos trabalhos e cuidando da galera. E eu sei também que nem se compara o meu sofrimento ao sofrimento das pessoas que me acompanham, pois eles buscam em mim a alegria, busca em mim a inspiração e eu preciso passar isso pra eles. Eu agradeço a Deus a tudo que eu tenho hoje e tudo que a gente conquistou, estou trazendo para perto de mim todos os primeiros motivos que me fizeram eu sentir bem fazendo o que eu faço. Precisamos estar com a cabeça sempre positiva.”, finalizou.

Comentar
Grupo de forró · 24/02/2022 - 08h11 | Última atualização em 24/02/2022 - 17h50

Calcinha Preta perde segunda vocalista em menos de quatro meses


Compartilhar Tweet 1



Com a morte de Paulinha Abelha nesta quarta-feira (23/02) , o grupo de forró Calcinha Preta já perdeu ao menos três músicos. Sendo eles dois vocalistas em menos de quatro meses. O grupo está na estrada há 27 anos e sofreu as perdas em menos de 10 anos. As informações são do iG Gente.

Paulinha é a segunda vocalista a morrer em quatro meses
Paulinha é a segunda vocalista a morrer em quatro meses    Reprodução/Instagram

Paulinha Abelha morreu aos 43 anos, após ficar internada por 12 dias em Aracaju, capital do Sergipe. Ela deu entrada no hospital com problemas renais. Há quase quatro meses, o cantor José Aparecido da Silva, conhecido como Sidney, foi assassinado aos 57 anos, em novembro de 2021. 

Sidney foi o primeiro vocalista da banda e fazia dupla com Lucinha Linhares. Além disso, o grupo perdeu um assistente administrativo em um acidente de carro. Em 2009, a banda perdeu o baixista e diretor artístico Gilson Batata, em Caicó, no Rio Grande do Norte. 

Gilson estava na banda há sete anos. O músico sentiu-se mal pelo dia e de noite, ele teve um infarto. Segundo a Polícia Civil, ele teve um infarto agudo do miocárdio. 

Paulinha Abelha

Paulinha Abelha era cantora do grupo e teve diversas idas e vindas da banda. A vocalista ingressou pela primeira vez no grupo em 1998. Em 2010, ela deixou a banda para projetos profissionais solo e retornou quatro anos depois. Veja fotos da carreira de Paulinha:

Bell Oliver, Paulinha Abelha, Silvânia Aquino e Daniel Diau
Bell Oliver, Paulinha Abelha, Silvânia Aquino e Daniel Diau    Reprodução/Instagram
    Reprodução/Instagram
Bell Oliver visita Paulinha Abelha no hospital
Bell Oliver visita Paulinha Abelha no hospital    Reprodução/Instagram
    Reprodução/Instagram
Paulinha Abelha e o marido, Clevinho Santos
Paulinha Abelha e o marido, Clevinho Santos    Reprodução/Instagram
    Reprodução/Instgram
    Reprodução/Instagram

Em 2016, ela saiu novamente e em 2018, reintegrou o time de vocalistas da banda. Paulinha morreu em decorrência de morte encefálica nesta quarta-feira (23/02). 

Comentar
Leva o nome da cantora · 24/02/2022 - 08h04

Calcinha Preta tem música em homenagem a Paulinha Abelha; Ouça


Compartilhar Tweet 1



Uma das músicas mais conhecidas do repertório do Calcinha Preta foi escrita em homenagem a Paulinha Abelha, vocalista do grupo que morreu nesta quarta-feira (23/02) em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico. As informações são do Metrópoles

    Reprodução/Instagram

 

A música Paulinha, que leva o nome da cantora, foi lançada em 2007 e trata-se de uma paródia da música Without You, de Mariah Carey. A canção foi criada por um fã no período em que a artista se casou com o primeiro marido, Marlus Viana.

Ouça:

A versão do single foi gravada pelo Calcinha Preta e fez sucesso com os fãs. “Paulinha, me diz o que é que eu faço! Paulinha, por que se casou?”, diz o refrão criado para homenagear a vocalista.

Morte de Paulinha

Em nota divulgada na noite desta quarta-feira (23/02), a equipe médica do Hospital Primavera explicou os motivos da morte de Paulinha Abelha.

De acordo com o comunicado, a cantora morreu “em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico”. A nota ainda diz que a artista “apresentou importante agravamento de lesões neurológicas, constatadas em ressonância magnética, e associada a coma profundo.”

“Foi então iniciado protocolo diagnóstico de morte encefálica, que confirmou hipótese após exames clínicos e complementar específicos”, finaliza o comunicado.

Internada com problemas renais no último dia 11, Paulinha teve o quadro de saúde agravado e foi transferida para a UTI, onde passou a fazer diálise. O procedimento que consiste em remover as substâncias tóxicas que ficam retidas no organismo quando os rins deixam de funcionar adequadamente. Na quinta-feira (17/02), veio a notícia do coma.

Comentar
Fez uma publicação nas redes · 24/02/2022 - 07h56

Joelma se declara para Paulinha Abelha; 'Eternamente na minha memória'


Compartilhar Tweet 1



Após a confirmação da morte de Paulinha Abelha, Joelma fez questão de prestar sua homenagem à vocalista do Calcinha Preta. Nas redes sociais, a cantora publicou um texto lamentando a perda. As informações são do Metrópoles.

    Reprodução

“Paulinha: sua voz, seu sorriso, sua alegria, sua luz, sua amizade e seu carinho sempre comigo… tudo isso ficará guardado eternamente na minha memória e no meu coração. Descanse nos braços do Pai minha amiga! Meus sentimentos aos familiares, amigos, fãs e a família Calcinha Preta”, escreveu.

Outros famosos e celebridades como Carlinhos Brown, Frank Aguiar, Ed Gama e Gui Napolitano também prestaram homenagens à Paulinha Abelha nas redes sociais.

 

Comentar