Compartilhar Tweet 1



A primeira cervejaria do Brasil anuncia a live São João Bohemia, que acontecerá nesta sexta (18/06), a partir das 20h, ao vivo no Youtube. A tradição de Dorgival Dantas e o movimento da banda Barões da Pisadinha em mais de duas horas de música para conectar quem tá em casa a uma das maiores celebrações da cultura popular brasileira: o São João.

É difícil acreditar que ficaremos mais um ano sem poder reunir familiares e amigos em volta da fogueira, dançar agarradinho e se deliciar com os famosos quitutes de São João. Foi pensando nisso que, segundo Lara Snoeck, coordenadora de eventos da Ambev, a Bohemia irá promover o encontro entre dois importantes ícones da cultura nordestina para não deixar a chama da festa junina se apagar.

“Mesmo em casa, dá pra aproveitar. A ideia é celebrar a data, respeitando o isolamento social, reunindo tradição em movimento em um show que irá nos conectar ao espírito da festa, mantendo a chama acessa”, sugere Lara.

Apresentada por Fabiana Karla, a live São João Bohemia será transmitida, simultaneamente, nos canais de Dorgival Dantas e Barões da Pisadinha no Youtube. O cenário irá remeter a uma autêntica vila junina, com casinhas coloridas, coreto, fogueira, bares, balões e bandeirolas.

Mais ações
Bohemia abriu as portas da Vila Bohemia, em Campina Grande (PB), Fortaleza (CE) e no Distrito Federal. A novidade é uma vila enfeitada de São João com muitas comidas típicas preparadas especialmente pelas tradicionais barracas da festa. O acesso a Vila Bohemia acontece via drive-thru ou delivery pelo aplicativo Zé Delivery e, enquanto ajuda os consumidores a embarcarem na história, também garante a renda para os trabalhadores do São João.

Outra iniciativa promete movimentar as redes sociais: uma fogueira interativa de oito metros de altura, instalada na Vila São João Bohemia de Campina Grande. As chamas ficarão cada vez mais fortes na medida que as menções com #SãoJoãoBohemia, vindas de todos os cantos do Brasil, forem aumentando nas redes sociais.

Já em Recife (PE), Salvador (BA), Natal (RN) e Fortaleza (CE) o famoso Correio Elegante chegará para divertir os consumidores. A Bohemia reinventou a brincadeira e agora as mensagens serão estampadas nos canais e mídias da marca.

Quando o assunto é promoção “O Melhor do São João Bohemia” chega com prêmios incríveis, como duas viagens com acompanhante para as melhores festas Juninas do Brasil em 2022.  Para participar o consumidor precisa comprar seis unidades de Bohemia (de qualquer tamanho) e cadastrar o cupom fiscal no site da promoção.


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Neste sábado, dia 29 de maio, o piauiense Anderson Rodrigues participa da live ''Cabaré'', do cantor Leonardo. Foi através de seu sucesso "Carinha de BBzinha", que Anderson recebeu o convite do anfitrião - seu ídolo e padrinho musical - para participar com ele do show. O músico estará ao lado de grandes nomes do sertanejo como Jorge e Mateus, Marília Mendonça e Bruno e Marrone, animando a todos com seu forró.

"Carinha de BBzinha", que tem participação especial do cantor Nattan, tomou rapidamente o topo das paradas musicais do Nordeste. A canção, que supera 6 milhões de acessos no Youtube, ocupa a posição 30 (trigésima) Top50 das músicas mais virais no Spotify Brasil.

Para a gravação do videoclipe, que foi dirigido por Kelson Veras e Marcelo Vênancio, Anderson Rodrigues convidou a atriz e modelo Innessa Pontes, e o trio Orlandinho - fenômeno na internet criador da ‘dancinha do piseiro’ - para contracenar com ele.

A canção de Anderson se tornou um viral nas redes sociais, ultrapassando 13 milhões de conteúdos reproduzidos, parte deles por grandes influenciadores digitais no Tiktok e Instagram, como: Melissa Maia, Rebeca Barreto, Leo Marques, Orlandinho, entre outros.

O videoclipe de "Carinha de BBzinha" está disponível em todas as plataformas digitais e no canal oficial de Anderson Rodrigues no YouTube. 

Sobre Anderson Rodrigues:

Anderson, que já é conhecido no meio musical por ser compositor, músico, cantor e empresário, já dividiu o palco com grandes nomes da música brasileira como Wesley Safadão, Gusttavo Lima, Mano Walter, Solange Almeida e Raí Saia Rodada.

"Era Eu" é uma das músicas de maior sucesso em sua carreira. Lançada em 2019, foi um dos pilares responsáveis por destacar todo o talento de Anderson e o colocar entre os 10 maiores nomes da nova geração do forró e piseiro. 

Na última quinta-feira (27/05), o cantor divulgou 10 músicas de seu projeto "Só Não Tinha Amor", disponível em todas as plataformas digitais. A faixa foco do lançamento leva o mesmo nome do álbum inédito.

No próximo dia 09 de junho, Anderson irá gravar o segundo EP audiovisual da carreira, desta vez em Fortaleza/CE, com participações especiais de Michele Andrade, Matheus Fernandes e Ávine Vinny.

No mesmo mês, o cantor participará também do "Maior São João do Mundo", em Caruaru/PE.


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar
Fã da participante do BBB21 · 29/04/2021 - 16h42

Artista piauiense grava clipe em homenagem a Juliette: 'Emocionante'


Compartilhar Tweet 1



A artista piauiense Paloma Nunes lançou o clipe da música "Eu sou Juliette", em homenagem a participante do Big Brother Brasil 21 Juliette.

A música foi composta e produzida por Sandrinho e Bruno Massa.

O clipe estará em todas plataformas digitais breve, mas já pode ser visto no YouTube canal do Tô na Mídia.

"A Juliette é um fenômeno, ela tá representando o povo nordestino no BBB, ela canta as músicas autênticas do nosso forró e em forma de homenagear ela fizemos essa bela canção, um forró pé de serra do jeito que ela gosta", disse Paloma Nunes.

O clipe já ganhou muitos elogios. "É emocionante, fiquei arrepiado. É muito lindo ver o talento das mulheres nordestinas", comentou um internauta.

Assista ao clipe:

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O cantor piauiense Anderson Rodrigues teve seu novo single, 'Carinha de BBzinha', executado na festa do Big Brother Brasil desta desta quarta-feira (28/04). A música, que já é viral no Top10 de várias capitais do país, também está no Top25 do Spotify Brasil e já alcançou mais de 1,5 milhão e meio de views no YouTube. O hit é uma parceria com o cearense Nattan.

No vídeo transmitido "ao vivo" pelo Globoplay, a favorita ao prêmio, Juliette, aparece dançando a música com alguns bonecos do cenário enquanto os demais participantes cantam na pista da festa.

O videoclipe de "Carinha de BBzinha" foi lançado na última sexta-feira (23/04), com participações do Trio do Orlandinho e da influencer Innessa Pontes, da "A Fazendinha do Maia".

"Acordar com Juliette  cantando nosso sucesso Carinha de BBzinha no Big brother é emocionante meu Brasil", escreveu o cantor em sua rede social, depois de vários amigos e influencers compartilharem imagens da música sendo tocada no BBB21.

Link YouTube

Link Spotify Brasil

Link Instagram da Juliette

Comentar
Chamado de 'Tudo em Paz' · 21/04/2021 - 10h12 | Última atualização em 21/04/2021 - 10h19

Brahma apresenta em primeira mão novo álbum de Jorge e Mateus, com músicas inéditas e première


Compartilhar Tweet 1



Uma boa parceria deve ser repetida sempre que possível, ainda mais no universo sertanejo. Por isso, a união entre Brahma e Jorge & Mateus tem um novo capítulo. Após desvendar momentos inéditos e únicos da carreira da dupla no Bastidores Brahma, a marca volta a aproximar os fãs e os músicos ao apresentar em primeira mão o novo álbum, Tudo em Paz, um dia antes do lançamento oficial nas plataformas digitais. A exibição acontece nesta quinta-feira (22), às 20h, no canal de YouTube da dupla, ao mesmo tempo em que o álbum chega às plataformas de música. 

Um lançamento Som Livre, “Tudo em Paz” é o mais novo trabalho de Jorge & Mateus e traz músicas inéditas - alguns trechos delas já foram desvendados durante o Bastidores Brahma, com explicações sobre a concepção das faixas e a história por trás delas. E para deixar a exibição ainda mais divertida, o público ainda poderá acompanhar partes do programa nessa exibição especial. Com cinco episódios, a iniciativa da marca de cervejas mostrou momentos únicos dos músicos e revelou o processo criativo de suas canções. Houve até um espaço especial para a participação dos fãs e covers.

Parceira de longa data do sertanejo e marca Nº1 do entretenimento, a relação entre Brahma e esse gênero musical tem ficado ainda mais forte nos últimos anos. Com uma série de iniciativas que contribuíram para o crescimento do ritmo no País, que vão desde o Circuito Brahma Lives até o Arena Brahma, passando pelo O Próximo Nº1 VillaMix, Brahma vem proporcionando momentos únicos de conexão entre as pessoas e seus artistas preferidos, além de se tornar referência nacional em ações voltadas para a diversão dos consumidores.

Agora, chegou o momento de desvendar todas as novas músicas de Jorge & Mateus. Marque na agenda, prepare sua Brahma Duplo Malte e não perca!

 


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O hit "Batom de Cereja", da dupla Israel e Rodolffo, é a música mais ouvida nas plataformas de música desde o começo de março, acumulando 60 milhões de streams. A canção também está no Top 100 Mundial das plataformas de música e está presente na lista Global 200 da Billboard, na posição 72.

Nesta terça-feira (6), o videoclipe da música alcançou a marca de 100 milhões de visualizações no YouTube. Isso aconteceu no mesmo dia em que Rodolffo foi eliminado no Paredão do BBB 21 (Globo), com 50,48% dos votos, após um episódio em que comparou o cabelo black power de João Luiz com a peruca de uma fantasia de homem das cavernas, episódio apontado como racista pelas redes sociais.

    Reprodução / Instagram

A participação do cantor sertanejo no BBB 21 ajudou a música e a dupla a conquistar repercussão nacional. A coreografia dos participantes do programa para a canção viralizou no aplicativo TikTok e no Instagram Reels.

"Batom de Cereja" faz parte do DVD "Aqui e Agora", gravado em São Paulo em novembro de 2020, antes de Rodolffo receber o convite para o programa. A divulgação do DVD na semana em que o BBB 21 começou fez com que a dupla disparasse nos canais digitais.

No Youtube, por exemplo, o canal da dupla aumentou em 1700% o número de expectadores únicos e 2700% a média diária de visualizações. Em número de inscritos, o crescimento foi de 50%, chegando hoje a 1,5 milhão de fãs.

O álbum tem mais de 80 milhões de streamings nas plataformas especializadas, 55 milhões deles para o hit "Batom De Cereja".

 

Comentar
Grade curricular · 23/03/2021 - 19h03

Professor explica metodologias do estudo musical em casa


Compartilhar Tweet 1



O estudo de um instrumento musical não difere muito do estudo de uma grade curricular convencional. A principal diferença é que a música pode e deve ser estudada tanto de forma empírica quanto teórica. No Palácio da Música, as disciplinas são levadas bem a sério e pelo fato das aulas serem remotas, por conta das medidas de isolamento social tomadas para evitar o contágio do novo coronavírus, o professor Filipe de Sousa dá dicas de como conciliar os estudos em casa com a rotina diária.

Segundo o profissional, o ensino a distância tem diversas vantagens, mas exige alguns cuidados para que não se perca o objetivo do aprendizado, que deve nortear os interesses de quem deseja adquirir competências e uma formação diferenciada. Para ele, uma forma geral de organizar 60 minutos de estudo seria separando os 10 primeiros minutos para aquecimento, os 20 minutos seguintes para aplicação de teoria na prática, com a utilização de escalas, acordes ou arpejos e os 20 minutos finais para a parte mais divertida: a prática de repertório, trabalhando uma música por vez.

“O que se faz com gosto e prazer torna-se mais produtivo, é preciso sim, estudar coisas que o aluno pode achar chato de início, mas na hora de aplicar à prática a diferença será marcante. É preciso tomar nota em um caderno só para o instrumento, separar o material para cada assunto, nunca pulando para o assunto seguinte sem antes tê-lo dominado. Respeitar seu tempo de aprendizagem, não tentar se comparar com os outros e internalizar que é normal haverem dias improdutivos”, explica Filipe de Sousa, enfatizando ainda que o importante é manter uma rotina.

O professor explica ainda que é preciso o aluno definir na residência um local de estudo e que caso more com outras pessoas, é importante ter um espaço onde ele não consiga ser atrapalhado ou atrapalhar. “Procure um ambiente que tenha condições para você manter a postura correta para estudar, ou seja, um lugar não muito apertado, que tenha uma cadeira ou banco confortável. De preferência bem iluminado, onde você consiga visualizar bem os seus materiais de estudo, partituras e etc”, conclui Filipe de Sousa, que, além de músico, é professor de guitarra no Palácio da Música.

Adnayane Marins, diretora do Palácio da Música, conta que além das aulas, os professores são orientados a darem dicas de otimização do estudo em casa que, segundo ela, acaba sendo um bom proveito financeiro para alguns, uma vez que a aula on-line permite que o aluno faça tudo de onde estiver, sem a necessidade de gastar tempo ou dinheiro com a locomoção até um local de aula físico. “Os cursos on-line também acabam gerando oportunidades para pessoas de baixa renda, principalmente aquelas que sonham em tocar um instrumento, mas que não contam com recursos financeiros para se locomover até o Palácio da Música, que fica na região central da cidade”, conta Adnayane Marins.

O Palácio da Música é mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Para maiores informações sobre novas turmas, basta acessar o site fcmc.teresina.pi.gov.br ou seguir as redes sociais da fundação ou do palácio.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Com 11 anos de idade, Flaubert Viana começou a dar os primeiros passos no ramo musical, isso com os ensinamentos obtidos na antiga Banda de Música do bairro Lourival Parente, na zona sul de Teresina, banda que fazia parte do Projeto Banda Escola, até hoje mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC).

O bate papo virtual com o músico Flaubert Viana acontecerá de forma gratuita, na próxima sexta-feira (19/03). Segundo o organizador, crianças e adolescentes de outras bandas do projeto também terão acesso a novas rodas de bate papo com ex alunos.

Hoje, com 36 anos e morando no Estado do Ceará, ele é saxofonista, flautista, arranjador, produtor cultural e técnico de gravações. Também tem trabalhos com diversos artistas de renome nacional, como, por exemplo, Solange Almeida, além de trabalhos em grandes emissoras de televisão.

Desta vez ele volta ao projeto de forma virtual, onde terá uma roda de conversa online com alunos da Banda Heitor Vilas Lobos, projeto da Banda Escola que atende cerca de 45 crianças e adolescentes do bairro Piçarreira, na zona leste da capital. O músico fala com alegria sobre as lições aprendidas com os maestros  Simplício Cunha e Lima Cunha. “Comecei ainda criança e sai de lá um homem preparado para o mercado de trabalho e por isso me sinto honrado em ter essa conversa com essas crianças e adolescentes. Irei compartilhar com eles minhas experiências profissionais e a maneira  como o projeto me ajudou a não entrar no mundo da criminalidade”, comenta Flaubert Viana, que já está de malas prontas para uma nova jornada profissional no Estado do Pernambuco.

A Banda Heitor Vilas Lobos é regida pelo Maestro Micael Fideles. Ele conta que essa iniciativa nasceu da ideia de compartilhar com as crianças e jovens as experiências de quem já passou pelo projeto e que hoje vive da música. “Hoje o mercado musical conta com muitos profissionais oriundos do Projeto Banda Escola, por isso no início do ano iniciamos esse projeto de troca de experiências para que nossos alunos se sintam mais motivados a continuarem nas aulas”, diz Micael Fideles, enfatizando ainda que, com o aumento da criminalidade, a cada dia que passa está mais difícil tirar os jovens do caminho da criminalidade.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Carreira gospel · 13/03/2021 - 11h40 | Última atualização em 13/03/2021 - 11h53

Cantora Walkiria Estarley vai realizar live 'Juntos louvando ao Senhor'


Compartilhar Tweet 1



Após anunciar sua reconciliação com Deus e a carreira gospel, a cantora Walkiria Estarley, ex-vocalista da banda Farra da Gordinha, vai realizar um live no dia 8 de abril com o tema 'Juntos louvando ao Senhor'.

A live será exibida no seu canal no Youtube, no Instagram e no Facebook às 20h.

"Vai ser lindo, já posso sentir como Deus vai agir neste dia, um repertório cheio de louvores lindos que vai edificar a sua alma e seu coração", postou a cantora.

"Vamos lá juntos louvando ao Senhor! E você pode fazer parte desse projeto lindo, mas como todos sabem temos custos para realizar a live, então você que quer participar, divulgar sua empresa, sua loja, sua marca pode também participar", completou.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A cantora Walkiria Estarley, ex-vocalista da banda Farra da Gordinha, se 'reconciliou' com Deus, voltou a ser evangélica e prepara um trabalho gospel.

No começo do mês, ela fez o anúncio para os seguidores sobre a mudança na sua vida espiritual.

Três fases da vida de Walkiria Estarley
Três fases da vida de Walkiria Estarley 

"Eu reconheço que já tentei de tudo, mas nunca fui totalmente feliz. Por isso eu tomo a decisão de RECOMEÇAR. Senhor Jesus eu te recebo como meu único Salvador, perdoa os meus pecados, escreva meu nome no Livro da Vida. E me aceita mais uma vez como sua serva ! (Reconciliação) (uma nova história) (uma nova aliança). Eu confio nas tuas palavras, nas tuas promessas e creio que tudo irá se cumprir", postou.

Em vídeo publicado dias depois, ela comentou sobre a decisão. A cantora disse que frequentava a igreja Assembleia de Deus, mas que não aceitavam ela cantar para se sustentar.

Quando morou em Teresina, ela frequentou a igreja Angelim e que tem um chamado, que recebeu profecias. "Tenho muita coisa aguardada que precisa ser liberta", disse.

Em Alagoas, a cantora tem frequentado uma igreja evangélica na cidade de Delmiro Golveia. Ela também anunciou a volta para o ex, Eduardo Gomes, que contribuiu muito para a sua reconciliação.

Walkiria pediu ajuda dos seguidores nas redes sociais com sugestões de músicas para a sua live do seu novo trabalho de adoração. Em vídeo recente, ele também afirmou que a banda Farra da Gordinha acabou, que vai trabalhar agora só para Deus.

 

Comentar
Gravado em Teresina · 21/02/2021 - 11h35

Piauiense lança o clipe 'Meu drip'; assista ao vídeo!


Compartilhar Tweet 1



O cantor MARCXS lançou recentemente no Youtube o clipe da música 'Meu drip' que já conta com mais de 10 mil visualizações. As gravações aconteceram em Teresina.

Ele nasceu e cresceu na cidade de Esperantina e tem 22 anos. Filho de Dona Célia e do professor Edivaldo Fortes, conta que recebeu muita influência do seu pai para seguir carreira musical, devido o gosto dele pelos diversos artistas  da musica popular brasileira.

"Atualmente moro em Teresina e iniciei minha trajetória na música especificamente no gênero TRAP que é derivado do HipHop Americano e tem ganhado bastante proporção em todo mundo, inclusive no Brasil e Região Nordeste. Estou na busca de um reconhecimento para o Piauí na cena nacional, esse ano e pretendo trazer muito conteúdo para o meu público esse ano", disse ele ao 180.

O vídeoclipe foi gravado em janeiro deste ano e lançado no dia 3 de fevereiro em seu canal no YouTube, A produção musical é de Junior Jammyz produtor teresinense e a produção audiovisual são dos esperantinenses Marllon Magno e Dayson Gabriel.

Confira o clipe:

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Irla Milena de Castro Silva nasceu em União – Piauí, aonde morou durante 11 anos na Fazenda Baixa Grande. Atualmente, com 24 anos, é multi-instrumentista, cantora lírica e popular, cursou Licenciatura em Música na Universidade Federal do Piauí e exerce atividade como professora de canto em Teresina.

BOLSA PELA ACADEMIA INTERNACIONAL DE CINEMA 
A cantora piauiense Irla Milena foi uma das selecionadas para o Programa de Bolsas Cinema 360 pela Academia Internacional de Cinema (AIC) apoiado pela ANCINE – Agência Nacional do Cinema, FSA – Fundo Setorial Audiovisual, BRDE – Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, Ministério do Turismo e CTAV/SAV- Centro Técnico Audiovisual.

TRABALHO COM MÚSICA
Irla trabalha na área de Educação Musical e Canto Popular ministrando aulas particulares, além disso é Coordenadora Pedagógica e Musical no projeto Música Para Todos. Ela atua no cenário autoral piauiense como intérprete e compositora, trabalhando com projetos de shows em Teresina e adjacências. Em 2019 conquistou o 2º lugar no Festival de Música Chapada do Corisco (Chapadão), concorrendo com músicos de várias regiões do Piauí e sendo a única mulher compositora a chegar na final do concurso.

“A música é minha única fonte de renda e procuro estar sempre em movimento com a arte”, frisa Irla Milena.

 


Fonte: Meio Norte
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O funcionamento de uma orquestra vai muito além da apresentação em cima dos palcos. Os ensaios são fundamentais para o sucesso dos concertos.

A pandemia do coronavírus modificou bastante a vida da Orquestra Sinfônica de Teresina (OST) e ao longo dos meses de isolamento social, os músicos da OST não pararam de trabalhar, dedicando esforços no desenvolvimento de ações em ambiente digital para garantir a excelência.

Em dezembro, com muito cuidado e após muitas discussões com especialistas e a vigilância sanitária com a diretoria, a Orquestra voltou a realizar ensaios abertos no Parque da Cidadania, seguindo rígidos protocolos de segurança e saúde. “Uma Orquestra é uma aglomeração por excelência, então foi preciso muita conversa e planejamento para voltarmos aos ensaios sem colocar as pessoas em risco, nem músicos e nem público”, conta o maestro Aurélio Melo.

Ainda em novembro de 2020, após meses de planejamento, a Orquestra voltou aos ensaios presenciais no Palácio da Música. As restrições, devido à pandemia de Covid-19, resultaram em uma série de mudanças no dia a dia da Orquestra, com disposição de álcool em gel em todas as dependências, higienização das salas entre cada ensaio e restrição de pessoas. As atividades com instrumentos que utilizam cordas têm acontecido de forma mais intensa e frequente.

Os naipes de sopro ensaiam em dias e horários diferentes para manter a segurança de todos os músicos. Pensando nisso, a diretoria da OST criou um cronograma para ajustar os ensaios. “Precisamos separar os músicos de sopro pois é mais delicado, assim, eles ensaiam em locais diferentes e com protocolos mais rígidos”, conta o maestro Hilson Costa.

Mesmo com todas as restrições, os músicos estão felizes com a volta dos ensaios. Daniel Vinicius é chefe do naipe das madeiras e toca flauta transversal. “Depois de quase um ano e toda a fatalidade que nos aconteceu, voltar aos ensaios é ter a certeza que estamos seguindo em frente. Nossos maestros, mesmo sendo grupo de risco, estão nos dando força para seguirmos”, conta o músico.

A Orquestra é mantida pela Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina com a ajuda da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Nivelamento dos cursos · 31/01/2021 - 07h41 | Última atualização em 01/02/2021 - 09h15

Palácio da Música irá realizar testes para cursos de guitarra


Compartilhar Tweet 1



Inicia neste sábado (30/01) e segue até o dia 4 de fevereiro as inscrições para o teste de nivelamento dos cursos de guitarra on-line oferecidos no Palácio da Música. Os cursos serão gratuitos e terão duração de três meses, sendo realizados nos turnos manhã e noite.

Para participar dos testes, basta que o interessado tenha guitarra própria e computador ou celular com acesso à internet. Os cursos serão ministrados pelos professores André Sousa e Felipe de Sousa, já as inscrições poderão ser feitas pelo WhatsApp, através do número: 99428-3023.

O Palácio da Música é mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves. Para ter acesso às atividades culturais e cursos oferecidos no Palácio da Música, basta acessar o site fcmc.teresina.pi.gov.br ou seguir as entidades nas redes sociais.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Em fevereiro, a Banda Dona Bia lança a primeira música do novo EP intitulado 'Energia do Som', que se trata de toda boa energia e vibração que são emanadas através da música.

Também é feita uma referência ao baterista e sócio Dudu Batera (Eduardo Henrique, In Memorian), em relação aos elos construídos que jamais são quebrados, e a força e energia que se renovam.

Dudu agora tem sua imagem eternizada na capa do EP da banda, que lança no dia 28 de Fevereiro, no que seria aniversário de 34 anos, a primeira single que teve também a participação do Dudu Batera na criação da letra, e se chama Vibe do Som, que também terá videoclipe em homenagem.

A música teve a participação mais que especial de Juliano Hodapp, Baterista do Planta e Raiz.

A banda Dona Bia conta hoje com Patrick Lopes como vocalista, Joey Leal baterista, João Paulo baixista e Filipe Palhares como guitarrista. 

 


Fonte: Com informações da assessoria
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A cantora Anitta, 27, lançou o clipe de "Loco" na madrugada desta sexta-feira (29). O single compõe seu novo álbum internacional "Girl From Rio". A faixa foi produzida e composta por DVLP, que na composição contou com Gale e Ibere Fortes, que já trabalharam em lançamentos de Eminem, J Balvin, Lil Wayne e Pitbull.

O clipe foi gravado antes da pandemia, em Aspen, no Colorado, Estados Unidos, e exibe cenas de neve onde a cantora veste biquíni, casacos e acessórios para neve enquanto esquia e se diverte com amigos. A direção das filmagens foi feita por Anitta e Steven Gomillion, e o figurino pela stylist Janelle R. Miller, que já trabalhou com ela em "Me Gusta".

"Esse com certeza foi o clipe mais despretensioso da minha carreira até agora", conta a artista. "Eu já tinha a música pronta quando fui passar minhas férias em Aspen. Amo esquiar! Me viciei na adrenalina de ganhar velocidade e também nas festinhas que rolam nos bares, lógico! Um dia, acordei e pensei 'E se fizermos o clipe de "Loco" aqui? Tem tudo a ver!", completou.

A música foi criada em uma espécie de acampamento de compositores e produtores. Anitta queria que a música fosse ousada, sem preocupações de ter uma fácil aceitação do público. Ela queria uma faixa "louca". "Eu não compus essa canção, mas sabia o que eu queria com ela: queria que a produção, a melodia e a letra não existem separadas e que fosse uma canção louca e livre. Uma música para se divertir! Para ficar louco. Acabou que eles, de fato, criaram 'Loco' e eu amei", fala Anitta.

Sobre o público, a cantora foi sincera em dizer que não sabe se os brasileiros vão gostar. "Ela é estilo latina. Brasileiro vai gostar? Pode ser que sim, pode ser que não. Não sei. Paciência. A estratégia é essa. Talvez os brasileiros não amem, mas os latinos, é super o estilo deles", contou a artista que está focada em sua carreira internacional. "Ela é voltada para o mercado latino", fala sobre a música.

A nova faixa tem elementos urbanos e latinos, típicos do reggaeton. Ela é lançada depois de "Tócame" e "Me Gusta", para os fãs aproveitarem ainda mais o ritmo latino das músicas de Anitta. O álbum internacional conta com produção de Ryan Tedder, que já trabalhou com Adele, Beyoncé e Bruno Mars. Sobre Anitta, o premiado produtor comenta: "Ela entende a cultura global e está preparada para o mercado americano. Todo mundo em Los Angeles e Nova York quer trabalhar com Anitta".

 

Comentar
Apoio da Lei Aldir Blanc · 20/01/2021 - 13h38 | Última atualização em 04/02/2021 - 11h17

Live da Banda Discobertos acontece hoje e terá o melhor da Jovem Guarda e Disco


Compartilhar Tweet 1



Na noite desta quarta-feira (20), será realizada, via YouTube, a “Live Emoções” da Banda Discobertos, que promete canções inesquecíveis das décadas de 50, 60 e 70. A banda promete uma hora e meia de recordações, com músicas de artistas como: Os Incríveis, Roberto Carlos, Renato e Seus Blue Caps, Pholhas, Frenéticas, ABBA e outros.

Formada por Thiago Damasceno, Agatha Silva, Ynácio Adriano, Cauê de Lima, Ednardo Damasceno e Lucas Cardoso a Banda Discobertos tem três anos de existência e se apresenta em bares, restaurantes e em eventos particulares de Teresina. Por conta da pandemia do COVID-19, a banda parou suas atividades e agora retorna.

O cantor Thiago Damasceno conta que a live tem o apoio financeiro repassado por meio do Edital da Lei Aldir Blanc, executado pela Prefeitura Municipal de Teresina, através da Fundação Monsenhor Chaves.

“A Lei Aldir Blanc tem dado oportunidade para diversos artistas da capital e esse apoio é muito importante para nossa classe, pois fomos um dos setores mais prejudicados durante o isolamento social”, comenta Thiago Damasceno.

A Live Emoções começa às 20 horas e terá transmissão ao vivo pelo YouTube. Para assistir basta entrar no canal youtube.com/bandadiscobertos.

 

 

 

 

 

 

 


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Programa Encontro, da Globo · 20/01/2021 - 11h54

Cantor Daniel canta música de piauiense no programa de Fátima Bernardes


Compartilhar Tweet 1



O cantor sertanejo Daniel se apresentou no programa Encontro com Fátima Bernardes da Rede Globo de Televisão e falou da sua nova música, composta pelo castelense Edy Uchoa, que se chamava 'Amei uma vez só'. As informações são da WebTVCastelo.

Daniel anunciou que a musica será lançada nesta quinta-feira (21/01) no Youtube com o clipe oficial. O cantor chegou a elogiar a música dizendo que gostava muito dela  e que é uma das melhores do seu álbum atual.

Edy Uchoa já compôs musicas para diversos artistas famosos do Brasil, como a dupla sertaneja Zezé de Camargo & Luciano, Pablo, Léo Magalhães, Zezo, Aviões do Forró, May e Karen dentre outros.

Veja o vídeo:

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Brasil vai estar representado na posse de Joe Biden como 46º presidente dos Estados Unidos. Pelo menos na voz de Anitta, 27. A música "Make It Hot", em que ela colaborou com o trio Major Lazer, está na lista oficial de músicas do evento, marcado para quarta-feira (20).

A playlist foi divulgada pelo comitê que cuida da posse de Biden e Kamala Harris, sua vice. Além de Anitta, há músicas de nomes como Beyoncé, Dua Lipa, Bob Marley, Led Zepellin, Stevie Wonder, Marvin Gaye, SZA e Vampire Weekend, entre outras.

Ao todo, são 46 canções. De acordo com a revista Rolling Stone, entre elas estão as músicas que serão tocadas quando os eleitos forem chamados ao palco. No caso de Biden, será a música "We Take Care of Our Own", de Bruce Springsteen.

Enquanto isso, Kamala vai aparecer ao som de "Work That", de Mary J. Blige. A primeira-dama Jill Biden e o marido da vice-presidente, Doug Emhoff, entrarão, respectivamente, com "You Make My Dreams", de Hall e Oates, e "You Get What You Give", dos New Radicals.

"Essas músicas e artistas refletem o espírito implacável e a rica diversidade da América", disse presidente do comitê de posse, Tony Allen, em comunicado. "Eles são a partitura para um novo capítulo e ajudarão a unir as pessoas no momento em que o governo Biden-Harris inicia seu importante trabalho para unir nosso país."

"Durante um ano tumultuado que manteve tantos entes queridos separados, a música tem sido um veículo consistente que nos manteve conectados", afirmou.

"Quer você seja um apreciador do country, um entusiasta do jazz, um entusiasta do hip-hop, um tipo clássico ou apenas adore o rock & roll antigo, a música esclarece, inspira, une e cura."

Além da playlist, já foi anunciado que Lady Gaga cantará o hino nacional e que Jennifer Lopez fará uma apresentação musical durante o evento.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A dupla Pedro Motta & Henrique lança, nesta sexta-feira (15), uma nova versão de "Lili". Os sertanejos foram acusados de transfobia por internautas e formalmente pela Aliança Nacional LGBTI+ por causa da letra da canção.

A nova música também ganhou um videoclipe com a participação da atriz transexual Alyce Gome. A dupla promoveu um concurso para chegar ao nome da artista.

    Reprodução

Logo após a polêmica, eles afirmaram, nas redes sociais, que a "a intenção sempre foi falar do amor acima de qualquer coisa", mas entenderam que há maneiras melhores de tratar o assunto.

"É nosso dever e dever de todos os artistas dar lugar de fala a essa classe que tem muitos talentos a serem descobertos. Existe muito preconceito e entendemos que o papel nessa luta é normalizar toda essa caminhada para que artistas LGBTQIA+ tenham espaço", afirma Henrique.

Dias depois da polêmica, eles cantaram trechos do que seria a nova versão de Lili, mas decidiram ouvir com calma todas as informações que recebiam naquele momento antes de divulgar oficialmente a letra reformulada.

"Decidimos reescrever a música junto aos demais compositores e colocar os termos corretos, pois nossa ideia, desde o início é passar o amor, e jamais gerar tal objeção. Achamos que a 'Lili' dará muito mais voz à comunidade LGBTQIA+", completa Pedro Motta.

A música, que já foi retirada das plataformas de streaming, narrava o caso de um homem apaixonado que teria sido "enganado" após um mês de namoro. "Agora eu entendo porque ela não queria fazer amor/Uma voz feminina, uma pele macia, me enganou tão bem".

Na nova versão, os sertanejos cantam que o "amor não tem nem sexo nem cor" e o refrão diz: "Não precisa esconder de mim/O amor da minha vida é uma travesti".

A composição é de Rodrigo Reys, Lucas Macenna, Ricardus, Saymon Marques, Bruninho Morale com a dupla Pedro Motta e Henrique.

O vídeo foi gravado na praia de Camboriú (SC) e conta com a participação de Alyce Gomes, que contracena diretamente com Henrique. "Fizemos uma promoção para escolher a atriz principal deste projeto. Alice foi a pérola descoberta entre mais de 3.000 candidatas", conta Pedro.

NOVA LETRA DE LILI
Depois de um mês de namoro
Aconteceu nosso love gostoso
Dentro de um motel realizado
Descobrir toda verdade nem to preocupado
Agora eu entendo por que ela demorou pra fazer amor
Mas pra mim amor não tem nem sexo nem cor
Beijei sua testa e falei bb fica tranquila
Você vai ser pra sempre a minha menina
Ô Lili ô Lili
Não precisa esconder de mim
Ô Lili ô Lili
O amor da minha vida é uma travesti
Ô Lili ô Lili
Não precisa esconder de mim
Ô Lili ô Lili
Não tenho preconceito vou te assumir

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A música é um bem cultural de formação de profissionais e a educação musical da Orquestra Sinfônica de Teresina tem um papel democratizante em Teresina, através do projeto Orquestra Escola (OE).

Mantida pela Orquestra Sinfônica(OST), que é ligada a Prefeitura de Teresina, através da Fundação Monsenhor Chaves(FMC), ela oferece à população jovem possibilidades de se tornarem profissionais da área, com aulas no Palácio da Música de Teresina. As aulas são ministradas pelos próprios músicos da OST e vão desde cursos de violino, viola, violoncelo até contrabaixo acústico.

Fundada em 2004, a OE cumpre uma função importante de fomento cultural em Teresina: a formação de músicos. Muitos deles, hoje, integram os quadros da Orquestra Sinfônica de Teresina, como é o caso do violinista João Neto, que ingressou com 17 anos na OE. “Eu já fazia o curso de violino em outro lugar, quando soube da Orquestra Escola e consegui uma vaga, foi uma oportunidade única na minha vida”, diz.

Percebendo o talento do jovem músico, o spalla, David Denillin, e o maestro, Aurélio Melo, o convidaram para fazer um teste para ingressar profissionalmente na OST em 2019.

Hoje, João Neto faz parte do naipe de violinos. “Trabalhar com grandes músicos como os maestros Aurélio e Hilson é uma satisfação imensa. Eu já era fã da Orquestra e, agora, faço parte de um dos maiores patrimônios culturais”, afirma com empolgação.

O violista e chefe de naipe da OST, Raphael Martins, foi aluno da Orquestra Escola e hoje é professor. “Para mim, é um privilégio muito grande fazer parte dessas etapas, orquestra, escola, professor e músico da OST. A Orquestra Escola é um berço para a maior parte dos músicos que ingressam na Sinfônica. É um aprendizado muito grande”, conta Raphael.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
No Programa Ritmo Brasil · 08/01/2021 - 12h06

Tato, do Falamansa, diz que forró ainda sofre preconceito no país


Compartilhar Tweet 1



Tato, vocalista do Falamansa, disse que existe uma leitura errada no Brasil de que o forró é um gênero musical para as classes mais baixas. "Na verdade, ele é feito para todos". A declaração foi dada em entrevista para Faa Morena, no programa Ritmo Brasil, que vai ao ar neste sábado (9), na RedeTV!.

"Quando começamos, esse forró de zabumba, triângulo e sanfona era muito regional, segmentado e até relacionado à classe social, o que é um absurdo. Até hoje, em propaganda política, por exemplo, quando a pessoa vai começar a falar do trabalhador, colocam de fundo um forró. Então, existe uma leitura errônea de que o forró é feito para as classes mais baixas, quando, na verdade, ele é feito para todos!", afirmou.

O Falamansa surgiu em 1998 e teve grandes sucessos como "Rindo à Toa" e "Xote dos Milagres". Na conversa feita por vídeo com a apresentadora, Tato também falou que a aceitação do forró tem sido cada vez maior em todas a regiões do país, embora o preconceito contra o estilo musical ainda exista.

"É uma bênção, não só para nós, mas para toda a cultura brasileira", afirmou. A entrevista vai ao ar neste sábado (9), às 19h30, na RedeTV!, e está disponível também na conta do Instagram da apresentadora (@faamorena).

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Neste momento em que a chamada sofrência está disseminada pela música popular brasileira, chegando até a denominar um subgênero próprio, Raimundo Fagner visita as dores de amor em canções.

Nem de longe algo tão rasteiro quanto as músicas que dominam as paradas. Ele oferece uma versão bem mais lírica e sofisticada -a seresta.

Fagner gostaria de inspirar o público mais jovem. "A seresta é um gênero muito forte na música brasileira. Quando tive a ideia de fazer o disco, pensei que ele poderia ir além do público maduro carente do gênero. Há uma juventude ligada ao chorinho e aos violões."

"Serenata", o primeiro álbum de Fagner desde "Pássaros Urbanos", de 2014, é um resgate carinhoso do repertório seresteiro que foi imenso sucesso em meados do século passado, em vozes impecáveis do rádio como Sílvio Caldas, Francisco Alves, Nelson Gonçalves e Orlando Silva.

Graças à tecnologia de estúdio, Gonçalves, morto em 1998, divide vocais com Fagner na faixa que dá nome ao álbum.

"Esse disco foi feito em homenagem ao meu irmão", diz Fagner, lembrando Fares Cândido Lopes, grande seresteiro cearense. E ele estende o tributo a outro gigante.

"O preferido de meu irmão era Sílvio Caldas. Eu tive a oportunidade de levar o Sílvio a Fortaleza e nós fizemos duas apresentações no teatro José de Alencar."
Além de "Serenata", o álbum produzido por José Milton traz outra canção da parceira Sílvio Caldas e Orestes Barbosa, "Chão de Estrelas".

O repertório passa por outros clássicos, como "Lábios que Beijei", sucesso com Orlando Silva, "Deusa da Minha Rua", imortalizada por Nelson Gonçalves, e "Valsinha", de Chico Buarque e Vinicius de Moraes.

Duas faixas representam resgates pessoais na carreira de Fagner. "As Rosas Não Falam", de Cartola, é uma de suas favoritas, gravada por ele no álbum "Eu Canto", de 1978. "Mucuripe", um clássico da MPB escrito por Fagner e Belchior, fez parte de seu álbum de estreia, "Manera Fru Fru, Manera", de 1973.

Num primeiro momento, Fagner não queria incluir música de sua autoria. "Olha, 'Mucuripe' foi praticamente uma imposição do Zé Milton. Ela é a música mais importante da minha carreira, ela me abriu portas. E há tempos é cantada pelos seresteiros, foi incorporada por esse gênero. Assim fui convencido."

Quem está acostumado ao canto forte de Fagner, que chega a berros viscerais, terá uma surpresa em "Serenata". Ele quis respeitar o caráter acolhedor da seresta. "O Zé Milton às vezes me pedia para dar uma rasgada, mas eu me controlei. É uma responsabilidade fazer essa releitura da seresta, eu sentia que ela ficaria no limite de dar certo ou não", afirma Fagner.

Ele considerava o disco pronto em março, quando começou a quarentena. "Paramos tudo e eu tive seis ou sete meses para refletir, então refiz todas as vozes. Eu fiquei insatisfeito com o que tinha feito. Essa pandemia, apesar dessa desgraça que nos causou, para esse disco ela proporcionou um tempo de maturação."

No recolhimento forçado durante o ano, Fagner intensificou as parcerias. Está com muitas canções prontas, algumas já gravadas, escritas com amigos como Zeca Baleiro, Moacyr Luz, Renato Teixeira e Fausto Nilo.

"Esse trabalho de serestas é um projeto à parte, de certa forma está me liberando para fazer outro disco, que periga ser um álbum duplo, de tanta coisa que tenho."

Fagner não pensa em turnê com "Serenata". Talvez um show, para registrar o trabalho em DVD.

Nos últimos meses, além de compor com os parceiros, ele tem se dedicado a muita "faxina", como chama o desafio de arrumar suas coisas.

Ele prepara um livro sobre sua relação com o futebol, esporte que hoje, aos 71 anos, ainda pratica. "Vou contar histórias. Eu joguei com o Zico no Japão, joguei com Pelé, Rivellino, Sócrates. Tenho fotos surpreendentes."

Fagner diz não gostar que suas entrevistas caiam no debate político. Ele apoiou Bolsonaro e hoje o critica.

"Mas isso é normal, o Brasil vive esse momento difícil. Sempre opinei, às vezes dei opiniões contraditórias. A imprensa adora bater em Bolsonaro, mas muito por aquilo que ele fala. Como apoiei, é evidente que as pessoas me procurem. As coisas que ele fala incomodam, mas é preciso reconhecer o que ele faz. Prefiro não falar, já falei demais."

SERENATA
Preço: R$ 54 (CD)
Gravadora: Biscoito Fino
Artista: Raimundo Fagner

Comentar
Pede apoio dos conterrâneos · 24/12/2020 - 05h36 | Última atualização em 24/12/2020 - 06h03

Piauiense de 18 anos é finalista em concurso nacional de canto


Compartilhar Tweet 1



    Arquivo pessoal

A jovem Brenda Cristina, de 18 anos, natural de Picos/PI, está na grande final do concurso Solta a Tua Voz, promovido pela Ms Produtora, que reuniu cerca de 150 cantores de todo o país. As informações são do Picos 40graus.

A votação acontece através do perfil do Instagram da produtora @produtorams. Nessa fase cada voto popular na enquete dos stories vale 0.5 ponto, cada curtida no IGTV vale 0.5 ponto, cada like no YouTube vale 0.5 ponto. O voto de cada Júri Técnico/Artístico valerá 200 pontos e o voto técnico da MS Produtora vale 300 pontos

 

“Sou a única mulher, piauiense, picoense e nordestina do concurso. Venho pedir a ajuda de vocês. Estou muito alegre, pois não imaginava que poderia chegar tão longe, e vendo onde estou agora me motiva mais a não desistir das coisas que almejo, dos meus sonhos”, disse a jovem que canta desde os sete anos de idade.

O prêmio segundo o regulamento, se resume à gravação de uma música com um dos cantores disponibilizados pela produtora e um acompanhamento de carreira também feito pela mesma.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Pode-se dizer que Márcia Fellipe está encerrando 2020 com chave de ouro. Isso porque a cantora, uma das principais vozes do forró eletrônico, disponibilizou na última sexta-feira (18) a segunda parte de seu projeto audiovisual "A Fenomenal" nas mídias digitais, com mais quatro faixas inéditas. Ao falar sobre o trabalho, não escondeu a emoção. As informações são do iG/ Gente. 

"Gravar 'A Fenomenal' durante a pandemia foi um desafio, mas estávamos cercados de uma equipe talentosa que fez tudo funcionar muito bem. Foi diferente, e do que mais senti falta foi da energia do público, porém tenho certeza de que vocês vão amar", destacou a manauara, que completou dezesseis anos de carreira e passou por bandas, como Aviões do Forró e Garota Safada.

Para a realização desse projeto, no galpão da Indústria Naval (Inace), em Fortaleza, Ceará, ela contou com a direção de Kelson Veras, a produção da Imaginar Filmes e, mais uma vez, a presença de Wesley Safadão. Os dois dividiram os vocais em "Na Cama Compensa", que está fazendo barulho no YouTube e merece a sua atenção e, é claro, o play!

"Além de grande amigo, um imenso artista que nós temos no país, é um privilégio contar com a participação dele", manifestou-se a fenomenal, também chamada de "Wesley Safadão de saias" no Nordeste. Ele, por sua vez, retribuiu os elogios: "Cantar com a Márcia é especial. A gente já se conhece há muitos anos, trabalhamos na mesma empresa e somos parceiros. Com certeza, ainda vamos fazer muitas outras músicas". Alguém duvida?

 

Comentar