Municípios - PI

Piauiense morre na África · 28/06/2022 - 09h13 | Última atualização em 28/06/2022 - 16h49

Piripiriense que trabalhava Embaixada do Brasil na África morre aos 67 anos


Compartilhar Tweet 1



Lamentamos o falecimento do piripiriense Raimundo Nonato dos Santos, que aos 12 anos deixou a localidade Sussuarana, onde nasceu, mas nunca cortou os laços de afetividade com sua terra natal — inclusive sonhava voltar a residir lá. Ele era Vice-Cônsul em Benin, que é subordinado ao Cônsul, possuindo assim o segundo maior título dentro de um Consulado. As informações são do Piripiri Repórter

Raimundo Nonato ingressou no Itamaraty através de concurso público. Foi um conterrâneo com uma história de vida bonita, pois era de família muito humilde, nascido num assentamento quilombola e venceu através do estudo. Merece nossa homenagem!

Seu corpo está vindo da África para a localidade Sussuarana, onde será velado na capela da comunidade — seu filho Guilherme (padre) virá para celebrar missa de corpo presente. Após, será sepultado no cemitério do povoado com as despedidas dos seus conterrâneos.

    Piripiri Repórter

 

Comentários