Com poucos dias de vida -

Governo do Piauí autoriza transporte aéreo de filhote de peixe-boi encalhado na praia de Atalaia

O Governo do Estado autorizou, neste sábado (17/06), um avião para deslocamento aéreo de um filhote de peixe-boi encalhado no litoral do Piauí. A demanda foi atendida por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh). O resgate do animal foi realizado, no último dia 9 de junho, por técnicos da Comissão Ilha Ativa e Apa Delta do Parnaíba, após o localizarem próximo à região do quebra-mar, em Atalaia.

O filhote neonato de peixe-boi-marinho é uma fêmea, com 122 cm de comprimento, e possuía ainda, no momento do resgate, resquícios de cordão umbilical, o que indicava que se trata de um filhote com poucos dias de vida. Segundo informações de populares, o peixe já havia sido avistado no dia 3 de junho, na região da praia do Arrombado, sem a presença da mãe. Desde então, os técnicos vinham realizando monitoramento da praia.

Ao resgatá-lo, os técnicos observaram que o animal já apresentava sinais de cansaço e estresse e o levaram imediatamente à Base do Projeto Peixe-boi/ICMBio, no município de Cajueiro da Praia, para que fosse iniciada a fase de estabilização e, posterior, transporte.

No Piauí, a APA Delta do Parnaíba, juntamente com a CIA, realizam os primeiros atendimentos a filhotes de peixes-bois encalhados para sua estabilização, até que estejam aptos para serem transportados para Centro de Reabilitação, em Itamaracá (PE). Isso porque no Piauí não há centro especializados para reabilitação de animais que duram em média seis anos, até que eles estejam aptos a retornarem ao seu ambiente natural.

Comentários

Trabalhe Conosco