Vivemos dias bem Bolsonaro · 10/03/2019 - 18h41 | Última atualização em 10/03/2019 - 19h21

Só se fala disso: Bolsonaro, Bolsonaro, Bolsonaro…, escreve Mario Rosa


Compartilhar Tweet 1



Vivemos dias bem Bolsonaro

Nosso Brasil está Bolsonaro

Leia este artigo Bolsonaro

    Reprodução/Instagram @jairmessiasbolsonaro

Hoje foi um dia, como dizer…bem Bolsonaro. Eu acordei e logo no café da manhã tomei um café Bolsonaro e saí que nem um Bolsonaro, pois estava muito Bolsonaro. Logo que cheguei ao corredor, um vizinho meu, que é um típico Bolsonaro, já estava esperando o elevador. Eu fiquei ali, né, fazer o quê? Com a maior cara de Bolsonaro.

Ainda bem que o elevador chegou Bolsonaro e cada um seguiu seu rumo. Mas o dia estava só começando. Ainda tinha muito Bolsonaro pela frente. Cheguei no ponto de táxi e a fila? Bol-so-na-ro! Eu ali com aquele Bolsonaro todo e não tinha um Bolsonaro de um táxi pra me levar pro aeroporto. E não era turismo. Tava indo Bolsonaro.

Bem, eu sei que dei o maior Bolsonaro e consegui chegar na hora e embarcar. A aeromoça foi super Bolsonaro comigo. Confesso que eu sou meio Bolsonaro com essas coisas de avião e fiquei Bolsonaro o voo inteiro. Pra piorar, de repente, a aeronave atravessou um Bolsonaro gigante. Todo mundo se olhou totalmente Bolsonaro com aquela situação.

Mas graças à misericórdia dos céus foi tudo muito Bolsonaro. Senão o pânico seria um Bolsonaro geral. O lado bom é que depois do Bolsonaro fui conversando com uma cara, você tinha de ver, que cara Bolsonaro! Trocamos o telefone e combinamos um Bolsonaro na próxima vez que eu for por lá. Parece que a gente é Bolsonaro um do outro a vida inteira, entende?

Logo que eu desembarquei eu tava um pouquinho Bolsonaro para a reunião. E eu fico muito Bolsonaro quando isso acontece. Com o tempo, eu fui ficando mais Bolsonaro com essas situações, mas quando eu era jovem, se isso acontecesse comigo eu virava um Bolsonaro na hora. Bom, o fato é que eu aproveitei a situação e fui apreciando os Bolsonaros do caminho.

A cidade está cada vez mais Bolsonaro. Aliás, esse é um dos maiores Bolsonaros do Brasil: ninguém gosta de falar de nossos Bolsonaros. Acham muito melhor botar o dedo no meio dos nossos Bolsonaros, ao invés de considerar todos os Bolsonaros que o país tem de sobra. É o chamado complexo de Bolsonaro: a gente só respeita o Bolsonaro dos outros.

Eu sei é que a reunião correu Bolsonaro e eu saí de lá com a turma e tivemos um almoço num clima que não poderia ser mais Bolsonaro. Não tem coisa mais Bolsonaro na vida do que aproveitar a companhia de pessoas Bolsonaro e compartilhar com elas algumas horas Bolsonaro juntos. E foi isso que aconteceu.

Fora que a comida estava Bolsonaro, embora o serviço estivesse um pouquinho Bolsonaro para um estabelecimento daquele tipo. O garçom acho que tava Bolsonaro naquele dia. Quem de vez em quando não tem um dia Bolsonaro? É preciso ser Bolsonaro nessas horas e bola pra frente.

Encerrando esse relato de minha Bolsonaro aventura, a sensação que eu tenho é que estamos respirando ares de pleno Bolsonaro. Finalmente! Pois ninguém aguentava mais aquela situação Bolsonaro que estávamos vivendo antes. Onde íamos chegar? Quer que eu seja Bolsonaro? O país ia acabar num Bolsonaro, com certeza! Você pode me chamar de Bolsonaro, mas era isso que ia acontecer. Agora não.

Estamos Bolsonaros e vejo um futuro Bolsonaro pela frente, no qual não haja aquela obrigação que havia de você ser Bolsonaro, quisesse ou não. Agora, a gente sente esse grande Bolsonaro e pode voltar acreditar num Bolsonaro muito melhor. Agora você vai dizer o contrário: você não acha isso muito Bolsonaro? Sinceramente? Não. É algo totalmente diferente: é Bolsonaro.

Só se fala em Bolsonaro: golden shower, Carlos Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro. A favor do Bolsonaro, contra o Bolsonaro.

Mas… no final das contas, o Brasil só fala Bolsonaro.

Conteúdo produzido pelo Portal Poder360 – www.poder360.com.br. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida mediante autorização expressa.


Comentários