Maçonaria · 15/02/2016 - 09h50 | Última atualização em 15/02/2016 - 09h57

A Maçonaria “mostra sua cara” no Congresso Nacional

A Maçonaria “mostra sua cara” no Congresso Nacional


Compartilhar Tweet 1



Diante da situação caótica que tomou conta da nação em todas as suas dimensões (política, econômica, social e especialmente moral), maçons de todo o país estarão em Brasília no próximo dia 17 de fevereiro para conversar com a bancada “maçônica” e dela ouvir a posição relativa ao destino do governo do Brasil que se encontra a deriva, em mar revolto, sem perspectiva de salvamento.

Mais de 500 representantes da milenar Instituição, de todas as Obediências, já confirmaram presença, para, em comissões, visitarem todos os congressistas (Deputados e Senadores) que integram a Ordem, dentre os quais citam-se: Álvaro Dias, Alex Caziane, Arthur Lira, Baleia Rossi, Bruno Covas, Cleber Verde, Domingos Sávio, Efraim Filho, Espreidião Amin, Giovani Cherini, Givaldo Carimbão, Luiz Gonzaga Patriota, Goulart, Hiran Gonçalves, Izalei, Jorginho Mello, Laudívio Carvalho, Lázaro Botelho,Martins, Lelo Coimbra, Major Olímpio, Nelson Marquezelli, Odelmo Leão, Roberto Palestra, Roberto Britto, Wherler Rocha, Sérgio Souza, Elmano Ferrer, Sarney Filho, Valdir Raupt, Edson Moreira.

Lembram os maçons que a sublime Instituição sempre esteve presente nas ações e nos movimentos cívicos que combatem os inimigos da humanidade, como o hipócritas, que a enganam, os pérfidos, que a defraudam, os ambiciosos que a usurpam e os corruptos e sem princípios que abusam da confiança dos povos.

Consta da programação a realização de uma “Cadeia de União” em redor dos prédios da Câmara e do Senado, em favor de uma nova ordem democrática institucional.

A propósito, o Grão-Mestre do Grande Oriente do Distrito Federal - GODF (foto) divulgou a seguinte nota:

"Caríssimos Irmãos das Lojas Maçônicas jurisdicionadas,

O Grande Oriente do Distrito Federal (GODF) tem acompanhado, atentamente, a evolução da crise político-econômica que se propaga por todo o País, com graves reflexos para a área social. O desemprego crescente, a alta carga tributária, a asfixiante burocracia e os elevados custos de produção — com destaque para a energia e a logística — sufocam a produção nacional. Por outro lado, o desequilíbrio nas contas públicas termina por deteriorar ainda mais a qualidade dos precários serviços públicos, particularmente nas áreas da saúde, da educação e da segurança.
Nesse quadro, um grupo de Maçons, do Movimento Avança Brasil - Maçons.BR, ao lado da Associação Nacional Maçônica no Brasil (ANMB), promovem — dia 17 de fevereiro, a partir das 11h30min, no Congresso Nacional — evento com o objetivo de “combater a corrupção, a tirania que usurpa nossa pátria e pela manutenção do estado democrático”.
Em face do exposto, a nossa Obediência Distrital (GODF), muito fraternalmente, considera que os Irmãos das Lojas jurisdicionadas, como homens livres e de bons costumes, têm livre arbítrio para decidir sobre sua participação.
Em todas as situações, contudo, haverá a certeza de que a Maçonaria, apartidária e solidária com os anseios populares, estará atuante, de modo ostensivo ou discreto, em todos os momentos de legítima afirmação na nacionalidade brasileira.
POR UMA PÁTRIA LIVRE E DE BONS COSTUMES!

Lucas Francisco Galdeano
Grão-Mestre Distrital"

Espera-se a manifestação de todos os líderes da maçonaria brasileira, sob pena de virem a ser considerados omissos.

Brasil
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

(...)
Grande pátria desimportante
Em nenhum instante
Eu vou te trair

(Cazuza)