Escolinha de esporte · 18/10/2019 - 00h48 | Última atualização em 18/10/2019 - 06h07

A Escola do Boca Juniors em Teresina está organizando o campeonato externo em Teresina


Compartilhar Tweet 1



A cerimônia de abertura acontece na sexta (18/10), na unidade APCEF.

Escola de Futebol realiza Campeonato Externo em Teresina

O Campeonato Externo da Escola de Futebol do Boca Juniors em Teresina inicia nesta sexta, 18 de outubro. Com 26 Escolinhas inscritas, são mais de 650 atletas das categorias do Sub-9 ao Sub-17. A segunda edição do campeonato recebe o título de Copa Boca Mavelu, pois acontece em parceria com a Mavelu Sports, loja de artigos esportivos da capital.

A abertura acontece na unidade APCEF às 19h30, com concentração prevista para 18h30. A cerimônia terá a presença de todos as equipes que irão desfilar no campo do estádio com as bandeiras de suas Escolas. Logo após a solenidade, os times vão se enfrentar para dar o pontapé inicial na competição.

Abrindo a Copa Boca Mavelu, a categoria Sub-11 da Escolinha do Bebeto e Nova Brasília irão disputar a primeira rodada de jogos às 20h em um dos campos, enquanto o Sub-13 da Escola Flamengo e a Fla Altos jogam no mesmo horário no outro espaço.

Os jogos das outras rodadas estão previstos para acontecerem na três unidades do Boca em Teresina: ADUFPI, APCEF e Arena das Estrelas. Além disso, as partidas também acontecerão no Jockey Clube, que está com uma estrutura nova desde 2017. A final do campeonato está prevista para o final do mês de dezembro.

Em um momento em que as competições de futebol estão em ascensão e crescimento no estado, a Copa Boca Mavelu busca fazer um campeonato com organização, disciplina e respeito mútuo entre os atletas. O tema foi pauta do congresso técnico, que aconteceu no início do mês de outubro com os representantes e professores das Escolinhas de Futebol.

O objetivo da Copa é incentivar os atletas. Thiago Pereira, diretor das Escolas do Boca Juniors no Piauí, destaca todo o cuidado que os técnicos das equipes terão para garantir que a competição seja uma oportunidade de desenvolver o futebol no Piauí. “As escolinhas não são rivais. Temos que nos unir, para buscar formas de levar o nome do nosso Estado para fora”, afirma o diretor das unidades do Boca em Teresina.

Leal Comunicação 

 


Comentários