Geral

Confira aqui as regras · 11/09/2020 - 13h49

Vigilância Sanitária fiscaliza locais para realização de eventos drive-in em Teresina

Segundo o protocolo, os eventos drive-in deverão ser realizados em locais descobertos e cercados, possibilitando a restrição da quantidade de veículos


Compartilhar Tweet 1



Com a assinatura do decreto que autoriza a reabertura de casas de espetáculos, teatros e cinemas, a Vigilância Sanitária de Teresina iniciou o trabalho de fiscalização dos estabelecimentos do setor. Eles estiveram ontem (10) em locais com proposta de realização de eventos drive-in, em que as pessoas assistem às apresentações de dentro de seus carros.

“Estivemos verificando a possibilidade de realização de eventos em cada local, orientando os proprietários sobre o que precisa para viabilizar uma abertura dentro do protocolo higiênico sanitário para a contenção da Covid-19”, informa a gerente de Vigilância Sanitária da FMS, Jeanyne Seba.

Segundo o protocolo, os eventos drive-in deverão ser realizados em locais descobertos e cercados, possibilitando a restrição da quantidade de veículos estacionados. “O protocolo orienta um limite máximo de 250 carros, respeitando a métrica de distanciamento de 2 metros entre eles, delimitados por marcações no chão”, diz a gerente. Eles são restritos a carros fechados, sendo vedada a entrada de motocicletas, bicicletas, veículos conversíveis com a capota aberta, vans e similares e pessoas sem carros.

    Ascom/FMS

Cada veículo deve ter no máximo quatro ocupantes, que devem permanecer no interior e sair apenas em necessidade de usar o banheiro. “Não é permitida a interação entre pessoas de carros diferentes, a abertura das portas durante os eventos nem a permanência de pessoas nas carrocerias de veículos”, ressalta Jeanyne Seba.

Para os banheiros, é orientada a organização da fila de acesso por meio virtual, e a demarcação do piso para manter o distanciamento mínimo de dois metros nos halls de entrada. Devem ser instaladas barreiras físicas entre pias e mictórios, além de álcool 70% ou produto aprovado pela Anvisa para higienização dos assentos sanitários antes de cada uso. “Devemos considerar que banheiros são áreas de risco, portanto, a limpeza desses espaços deverá ser realizada constantemente e os vasos sanitários devem ser lavados e desinfetados a cada uso”, disse a gerente. O local deve ainda manter cartazes com orientações sobre o uso.

Quando à comercialização de alimentos e bebidas, ela deve ser feita em sistema drive-thru, e os pontos devem seguir todos os protocolos estabelecidos para serviços de alimentação. “Lembramos ainda que é vedado ao motorista o consumo de bebida alcoólica”, alerta a gerente. Já a venda de ingressos deve ser antecipada e feita por meio virtual, bem como sua validação para a entrada.

Aos trabalhadores dos eventos é obrigatório o uso de máscara e aferição de temperatura com termômetro sem contato. Devem ser mantidos dispensadores de álcool 70% ou lavatórios para o seu uso e utilização de EPI completo para profissionais da limpeza. Mesmo no palco deve ser respeitado o distanciamento, onde deve permanecer apenas os artistas e equipe estritamente necessária.


Fonte: Com informações da Ascom

Comentários