Geral

Matou e Fugiu · 19/10/2019 - 14h40 | Última atualização em 19/10/2019 - 19h56

Tribunal de Justiça diminuiu pena de assassino de pai de jornalista porque ele confessou o crime

E tinha como negar? Homem matou senhor de 56 anos pulando na cabeça da vítima na frente de muitos em um bar


Compartilhar Tweet 1



 

 

Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

 

_________________

- Inúmeras pessoas viram que ele matou, mas então ele resolve confessar. As leis brasileiras premiam quem mata e confessa, e no entendimento da Câmara do TJ, ainda que em crimes que, pela situação, muitos não tenham dúvida de quem matou, porque viram o fato, ocorrido em um ambiente público, à vista de todos. Além do mais conheciam o autor deste ato criminoso

_______________________

AS LEIS BRASILEIRAS

A Egrégia 1ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça do Piauí decidiu reduzir a pena de Alexandre dos Santos Gomes porque ele confessou ter matado um senhor de 56 anos de idade e, pelas leis brasileiras, tal 'gesto' é um atenuante. 

Na verdade, para o condenado, não existia muita alternativa, visto que ele matou Hélio Cortez pulando sobre sua cabeça, na frente de muitos - portanto havia muitas testemunhas oculares - em um bar, local público.

Era impossível ele dizer que não estava matando um ser humano naquele início de noite de domingo de 9 de novembro de 2014, de forma covarde e brutal.

De todo modo, ao dizer que fez o que todo mundo viu, a Câmara entendeu que cabia a ele a redução de pena, como mostra o documento abaixo. A confissão é um atenuante segundo a lei brasileira.

Alexandre dos Santos Gomes teve a pena reduzida de 16 anos e 11 meses para 14 anos e 6 meses.

O assassino confesso continua foragido.

Para completar o fardo a Polícia Civil do Piauí não consegue prendê-lo.

É Brasil.

 

VEJA AINDA:_________

- Tribunal de Justiça reduz pena de condenado por matar pai de jornalista de TV pulando na cabeça

- Polícia do Piauí não consegue prender homem que matou pai de jornalista pulando sobre a cabeça


Comentários