Geral

Em jovem de 21 anos · 17/09/2019 - 09h01

Secretaria de Saúde confirma o terceiro caso de sarampo importado no Piauí

Semana passada o estado entrou na lista do Ministério da Saúde como um dos 16 com surto ativo de sarampo


Compartilhar Tweet 1



A Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi) confirmou o terceiro caso de sarampo importado no Piauí. Trata-se de uma mulher, de 21 anos, que mora em São Paulo, mas é natural da cidade de Lagoa do São Francisco, distante 190 km da capital Teresina.

Semana passada o estado entrou na lista do Ministério da Saúde como um dos 16 com surto ativo de sarampo.

Os outros dois casos foram confirmados em um homem de 42 anos que viajou para São Paulo e contraiu a doença e em um bebê que também esteve no estado de São Paulo e retornou para o Piauí, onde apresentou os sintomas.

Outras cidades estão sendo monitoradas pela Sesapi, com casos suspeitos de sarampo: Parnaíba, Picos, Luís Correia, Teresina, Campo Grande, Floriano e Demerval Lobão.

Para que a doença não se propague a Secretaria de Estado da Saúde faz um apelo à população, para que procure o posto de saúde mais perto de casa e tome a vacina.

“A recomendação é que crianças a partir de 6 meses a 11 meses e 29 dias, tomem a vacina. A indicação é fazer a administração da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) para esse público. No caso dos bebês, a dose da vacina administrada nestes casos não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança”, lembra Amélia Costa.

Pessoas com até 29 anos podem tomar a versão tríplice viral (que protege ainda contra caxumba e rubéola) nos postos da rede pública de saúde de todo o país em duas doses, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

Dos 30 aos 49 anos, ela é aplicada em uma dose, exceto para profissionais de saúde, que devem receber as picadas duas vezes.

Transmissão
O sarampo é uma doença que passa com facilidade de uma pessoa para outra por meio da fala, tosse e espirro.

Prevenção
A vacina é a única forma de prevenção da doença e está disponível na vacinação de rotina nas unidades de saúde.

Sintomas
Os principais sintomas do sarampo são mal-estar geral, febre, tosse e coriza. A doença também provoca conjuntivite e se caracteriza por apresentar manchas vermelhas que aparecem no rosto e se espalham por todo o corpo.


Fonte: Com informações da Ascom

Comentários