Geral

Saiba como denunciar · 14/09/2020 - 12h52

Registros de incêndios aumentam 68% em pontos de descarte irregular no mês de agosto

De acordo com o coordenador do programa, Denis Sena, alguns carroceiros e gaioleiros estão queimando os resíduos para eliminar as evidências


Compartilhar Tweet 1



A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), por meio dos dados do Programa Lixo Zero, registrou no mês de agosto um aumento de 68% nos casos de incêndios em relação ao mês anterior, provocados intencionalmente nos pontos típicos de descarte irregular de resíduos sólidos. Estas irregularidades também estão sendo flagradas neste mês de setembro por meio de câmeras de monitoramento.

De acordo com o coordenador do programa, Denis Sena, alguns carroceiros e gaioleiros estão queimando os resíduos para eliminar as evidências que possam indicar quem está gerando ou descartando os resíduos.

“Estamos chegando ao período de seca, no qual o risco de queimadas ocasionadas por esse tipo de ação aumenta consideravelmente. Estamos intensificando as fiscalizações para evitar a prática e notificar as pessoas que estão cometendo a irregularidade. Além de prejudicar o meio ambiente, os incêndios afetam a saúde das pessoas que moram perto desses locais”, explica o gestor.

Os dados do programa ainda apontam que a quantidade de notificações preliminares aumentou 587% em relação ao mês de julho, devido à intensificação das fiscalizações nas principais avenidas da cidade. Foram realizadas 158 notificações e 289 autuações por descarte irregular do lixo.

“Observamos que a zona leste aparece com maior número de notificações e autuações em relação às outras zonas da cidade. Outro fato é que em agosto, de maneira atípica, as infrações cometidas por físicas prevaleceram sobre as pessoas jurídicas, sendo aproximadamente 50,87% cometidas por aquelas contra aproximadamente 49,13% cometidas por estas, um percentual que destoa do comum na média histórica registrada pelo Programa Lixo Zero”, pontua Denis Sena.

Denúncia

O teresinense também pode atuar como parceiro da Prefeitura e denunciar situações de descarte irregular de resíduos sólidos por meio do aplicativo Colab.re, disponível gratuitamente para Android e IOS, ou pelo telefone do Programa Lixo Zero (86) 99410-1294.


Fonte: Com informações da Ascom

Comentários