Geral

OPERAÇÃO BALAIADA: · 24/06/2008 - 12h11

OPERAÇÃO BALAIADA: Todos presos da PF já estão soltos

SÓ PASSARAM CINCO DIAS PRESOS: Acusados de freaude no INSS foram liberados à meia noite


Compartilhar Tweet 1



Conforme o 180graus adiantou ontem, todos os 14 presos pela Polícia Federal do Piauí, na Operação Balaiada, que desbaratou quadrilha acusada de fraudes no INSS (Previdência), foram soltos por volta da meia noite e até as 2h da madrugada desta terça-feira, dia 24.

A operação deflagrada na quinta-feira passada, dia 19, foi iniciada pela Polícia Federal em Caxias. Os presos foram encaminhados à sede da PF de Teresina, localizada na avenida Maranhão, zona Norte. Cumprindo prisão preventiva, os presos só passaram cinco dias na cadeia.

Os homens estavam na Major César e as mulheres forma levadas à Penitenciária Feminina. A operação de soltura teve início à exata meia noite e seguiu até as 2 da madrugada. O advogado Joaquim Magalhães garantiu a soltura de Gilson Costa e Silva, funcionário público federal do INSS em Caxias há cerca de 30 anos.Se estendeu aos demais acusados.

Como o delegado Ronaldo Prado não renovou os pedidos de prisão, eles puderam ser soltos. O advogado Joaquim Magalhães informa ainda que vai pedir que a PF de Caxias volte a pegar o depoimento de Gilson Costa e Silva. É que, segundo ele, o acusado foi ouvido sem a presença de um advogado pela Polícia Federal em Teresina, quando foi preso na semana passada.

Estavam presos, além de Gilson, Margarete Mourão Ramos, Alan Kardec de Jesus Castro Sobrinho, Aldemar de Jesus Neto, Ezequias Ferreira da Costa, Francisca Laniele Elizazar da Silva, Carlos André da Silva, Francisca Pereira de Freitas da Silva, Willames de Araújo Silva, Eduardo Correia da Silva, Lindomar da Cruz Cordeiro, Manoel Cordeiro Filho, Romel Lima Mourão e Manoel Rufino Macedo Neto.

15º PRESO É FILHO DE FAMOSO MÉDICO

Na segunda-feira, dia 23, foi transferido de Brasília o 15º preso acusado de fraude na previdência de Caxias (MA). É Tiago Pereira Lima Soares, 28 anos, que estava em Brasília (DF). Ele é filho de Verbênia Lima e do renomado médico caxiense, Dr. José Carlos Sales, considerado um dos melhores ortopedistas da região. Tiago foi preso ainda na sexta passada, dia 20.


Fonte: 180graus