Geral

Descumpria a Lei Orgânica · 24/04/2014 - 14h39

Município no Piauí cria brasão e bandeira, 81 anos após sua fundação

Desde 2010 o município descumpria a Lei Orgânica aprovada pela Câmara de Vereadores


Compartilhar Tweet 1



Praticamente 81 anos após sua fundação, o município de Gilbués, no sul do Estado, teve enfim instituídos o seu brasão e a bandeira, seus símbolos oficiais. Até então a cidade descumpria a Lei Orgânica Municipal, conforme emenda aprovada em 2010 pela Câmara de Vereadores, de autoria do vereador José Ribeiro Soares Filho. A autorização e as regras para a escolha do símbolo da cidade foram estabelecidas no mesmo ano.

Agora, conforme o decreto assinado no dia 22 de abril, e publicado no Diário Oficial dos Municípios, a cidade passa a ter uma identidade. A bandeira e o brasão foram confeccionados em sete cores, sendo consideradas oficiais o banco, amarelo ouro, azul anil e verde.

A bandeira, de formato retangular, tem ao centro o mapa do município, ladeado pela imagem de uma cabeça de gado e de um pé de milho, representando a atividade que deu início à formação do município e a cultura tradicional das lavouras na região. Traz ainda a imagem de um diamante, minério de maior valor extraído de suas terras, e ainda uma pá e uma picareta, símbolos da força do trabalho.

Imagens em preto e branco são extraídas do Diário dos Municípios

O brasão com o escudo português traz a imagem das ferramentas cruzadas tem no topo três torres, representando os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O decreto institui ainda que a bandeira deverá ser hasteada todos os dias, e que o município tem um prazo de 30 dias para adequação de prédios públicos e documentos oficiais.